quinta-feira, 5 de março de 2009

Acabaram com minha roça de camapu



Dito e feito. O caminhão da prefeitura acabou com "minha" plantação de camapu. Ou foi o dono da calçada? O que é importa é que consegui salvar uns frutinhos maduros caídos na grama. Comi alguns e outros usei para tirar sementes. Dulcíssimos!
Se clicar para ampliar, poderá ver ainda alguns frutinhos caídos

7 comentários:

clau disse...

Ah...que judiaçao!...
Sempre acho muito triste ver matar qq plantinha que seja.
Tomara que suas sementes vinguem: estou torcendo!!
Bjs!

A DONA DO MUNDO disse...

SEU BLOG É ENCANTADOR...
TÁ NO MEU À PARTIR DE HJ, UM GRANDE BEIJO... QUANTA COISA GOSTOSA!

Anônimo disse...

Se entretanto não aparecerem calceteiros, cimentadores ou outros da troupe camarária (da prefeitura), para o ano há outra vez!
Nas traseiras da minha casa havia umas alcachofrinhas cujas sementes atraíam bandos de pintassilgos. Era uma alegria!
A Câmara tanto rapou que conseguiu acabar-me com a festa!
Grrr...
Nela S.

Neide Rigo disse...

Clau, a sorte que já tinha roubado umas mudinhas. E aqui vingaram.

Obigada, Dona do Mundo!

Ah, Nela, que sonho umas alcachofrinhas silvestres. Com pintassilgos, então..

Beijo, N

vp disse...

não deve ter sido o dono, não: repare qualquer hora que o jardim daquela casa tem loureiro, um cítrico, boldo e, acho, manjericão. tudo sem muita pretensão. minhas mudas, secas e esturricadas. ou é a sua mão, mágica, ou é a sua técnica de tirar mudas. ou as duas coisas juntas.
se sobrar uma mudinha... adivinha quem quer?
bj.

Neide Rigo disse...

Cara Vp Veronika, eu já vi sim o quintal. Deve ter sido mesmo os homens da prefeitura. É o trabalho deles zelar pela beleza desta cidade, afinal. A mudinha, puxei com as mãos, numa manhã de terra ainda serenada com raiz e tudo. E transplantei aqui rapidamente. Depois te dou uma delas, se quiser. Beijos, N

Anônimo disse...

Neide, boa tarde. Cheguei ao seu espaço ontem-24/04\014 e passei a tarde toda e a de hoje tb lendo tudo o que podia. Não cansei até agora. Receitas deliciosas - vou começar a testar, tá? - e tantas informações, que eu, filha de agricultores do sertão paraibano, nem imaginava existir. passei um bom tempo lendo sobre os nossos deliciosos umbus. Minha mãe faz umbuzada, doce de umbu com goiaba, mas nunca havíamos ouvido em azeite e nem na batata do umbuzeiro que pode virar conserva. Aqui se ela for retirada o umbuzeiro morre, então, não nos atrevemos. Sobre o camapu que aqui conhecemos por bucho de bode, nunca provamos, acredita? Cresci sabendo que eram apenas mato, que era pros animais comerem. Quando chove eles nascem, mas de uns tempos para cá, mesmo chovendo, ñ mais apareceram. Minha pergunta é: seria possível você enviar algumas sementes para que eu possa replantá-los por essas "bandas?" Ficarei muito agradecida.

Grata por todas as informações e pela atenção. Parabéns pelo lindo espaço.

Denise Andrade
denise_andrade@outlook.com.br