quarta-feira, 4 de março de 2009

Angola



Aproveito a peteca passada por Carlos Alberto Dória, no post sobre angolas no seu recém-criado E-Boca Livre, para mostrar esta de penas lindas pintadas da tofracotofraco que meu pai fez para amiguinha gaúcha Laura, neste último feriado. Bem, além do ótimo texto sobre a angola, você vai encontrar no blog do Dória reflexões e informações confiáveis e referendadas sobre alimentação, gastronomia, ingredientes, chefs, restaurantes. Coisa séria mesmo, de antropólogo, historiador, sociólogo, gourmet. Que nós, curiosos e comilões, adoramos. Não, não, a ave não foi morta pra tirar as penas. Bastaram uns puxõezinhos numas e outras até juntar um bom buquê que garante o equilíbrio do brinquedo no ar. Minha mãe também faz ótimas petecas. Mas o que ela faz bem mesmo é uma deliciosa carne de angola na panela de ferro sobre fogão a lenha. Aí sim sobram muitas penas.
Já dei receita AQUI, com polenta branca.

5 comentários:

Daniel Brazil disse...

Hummm... O melhor bicho de pena que já provei! Dá uma goleada em codorna, faisão, perdiz, pato, peru e galinhas genéricas.

Rui disse...

Neide
Assim não vale. Eu é que queria postar a peteca. Pena que não temos a foto da angola doadora das penas. ela não deve estar muito feliz com nossa visita.
Voltamos ao ar

Silvia Vieira Cps disse...

Neide,

Andei olhando seus posts passados e vi algumas referências sobre Gonçalves-MG, estou querendo fazer um pequeno passeio para dar uma relaxada, você tem alguma indicação de uma pousada legal lá? Com certeza irei no Restaurante do Zé do Ovidio, fiquei com água na boca...Desde de já, brigadaõ!

Neide Rigo disse...

Também gosto muito, Daniel.

Rui, não tem problema nenhum. Jogo agora a peteca pra você. Que bom que já voltaram ao ar.

Silvia, escreva no meu email, que conversamos a respeito: neide.rigo@gmail.com.

Um abraço,
N

Mariângela disse...

Neide,a peteca do seu Toninho coloquei de enfeite na sala,em lugar de destaque,sai dali de vez em quando para jogarmos com a Laura,na sala mesmo rsrsrs,beijo!