quinta-feira, 2 de abril de 2009

Spätzle de abóbora com gorgonzola


Tinha aqui aquela abóbora do quintal da Veronika, um teco de gorgonzola e, para variar, o tempo curto para o almoço de ontem. Umas folhinhas viçosas de manjerona no quintal e a vontade de comer algo pouco trabalhoso me levaram novamente a pensar nos spätzle que, na semana passada, fiz com taioba. Sacrilégio para os puristas, eu sei. Mas a farinha é minha, não tenho alergia a gluten e nesta cozinha mando eu. E estas massinhas são quase tão práticas quanto miojos. E se aromatizamos massas em geral, por que não incrementar também spätzles? Estou com muita abóbora aqui, uma delas, grandona, trouxe de Fartura no final do ano e ainda a tenho usado como enfeite de mesa. Cozinhei a do quintal da amiga no vapor, separei em pequenas porções, usei uma parte e congelei o restante - para futuras massinhas, sopas, purês, mingaus e quibebes. Fiz a olho, mas anotei. A quem possa interessar:
Antes, veja o jeito de fazer aqui. E a massinha com taioba, aqui (as duas juntas no prato será a próxima empreitada).


Spatzle de abóbora com gorgonzola

1/2 xícara de abóbora madura cozida e amassada
1 ovo
Água
1/2 colher (chá) de sal
1/2 colher (chá) de pimenta-do-reino triturada bem grosso
160 g de farinha de trigo (cerca de 1 e 1/4 de xícara + 1 colher (sopa))
1 pedaço de gorgonzola (só tinha 50 g)
2 colheres (sopa) de folhinhas de manjerona
1 colher (sopa) de manteiga
Numa xícara com 240 ml coloque a abóbora bem amassada, já fria. Coloque por cima o ovo e complete o volume com água. Bata no liquidificador até a mistura ficar cremosa. Passe para uma tigela, misture o sal e a pimenta-do-reino e mexa bem. Acrescente a farinha e bata bem até resultar numa massa firme e elástica. Passe pelo instrumento de fazer spätzle. Ou apoie uma tábua com a massa na borda da panela e vá cortando tirinhas com uma faca ou espátula, deixando cair direto sobre a água. Quando as cobrinhas boiarem como nhoque, tire com uma escumadeira e vá ajeitando numa travessa que deve ser mantida aquecida. Junte um pouco de azeite ou manteiga para que as massinhas não grudem.
Numa frigideira, aqueça a manteiga e deixe começar a dourar. Desligue o fogo, junte as folhinhas de manjerona, a massa e o gorgonzola ralado. Chacoalhe a frigideira para incorporar os sabores e nhac.

Rende: 3 porções

5 comentários:

Criadora de Presentes disse...

Hummm Que delícia, vou fazer pro final de semana, deu uma esfriadinha aqui em SC e os Alemons da casa já pediram massa. rss
Um beijo

Marcia H disse...

abóbora+gorgonzola, perfeito

vc fala tanto do spätzle, que eu preciso arriscar a fazer

Carol Daemon disse...

Achei essa receita de spatzel maravilhosa, normalmente faço gnocci usando muito inhame, abóbora e até aipim.
Mas spatzel foi incrível!

Sou sua fã, vi um post seu sobre geléia de mocotó que me pareceu escrito por Guimarães Rosa, foi uma experiência.

Estou começando um blog e adoraria se vc me linkasse.

abs,
Carol

Odete disse...

Sendo filha de alemao e casada com hungaro, spatzle eh comida bastante frequente aqui em casa. Tambem arrisco umas invencionices pra variar e adorei sua receita usando abobora. Vou fazer com certeza.
Bjs

Carmen disse...

Asombrada me tienes Neide con tantos spatzels, yo los conocí por otra bloguera que vive en Suiza pero nunca se ven tan lindos y coloridos como los tuyo.
Me animaré y haré algunos.
Ya vi la herramienta que fotografiaste más adelante, de igual forma me gusta hacerme así mi rallador para nuez moscada y jengibre.
Tú perdonaras tantos comentarios, apenas me estoy poniendo al día. Es que tu posteas casi a diario querida y ni modo de no dejarte un saludo.