sábado, 17 de janeiro de 2009

Receitas com drumstick (moringa) - continuação



Continuando a postagem de ontem, aqui vai mais uma receita com drumstick, da Shakuntala Naidu. E duas outras minhas, muito improvisadas.


Frango ao curry com drumstick (moringa), de Shakuntala Naidu
Ingredientes
1,5 colher (sopa) de óleo
1 cebola picada
1 ramo de caripata (folhas de curry)
1/2 colher (chá) de massala
1 pitada de cúrcuma
1/2 colher (chá) de pasta de gengibre e gasto (meio a meio, socados no pilão)
Meio quilo de frango cortado a passarinho (pedaços pequenos)
1,5 colher (chá) de sal ou a gosto
2 tomates pequenos
1 pimenta dedo-de-moça
3 vagens de drumstick (moringa) picadas
1/2 colher (chá) de garam massala
Folhinhas de coentro picadas a gosto
Numa panela, aqueça o óleo e doure nele a cebola junto com as folhas de curry. Junte a massala, a cúrcuma e a mistura de gengibre e alho. Coloque os pedaços de frango e o sal, abaixe o fogo e deixe cozinhar, mexendo de vez em quando, até ficarem macios. Bata no liquidificador o tomate com a pimenta e despeje sobre o frango. Junte as vagens de drumstick e deixe cozinhar por uns 10 minutos ou até que fiquem macias. Acrescente o garam massala, prove o sal e corrija, se necessário. Espalhe por cima as folhinhas de coentro e sirva com arroz bamati e ghee com folhas de curry.
Rende: 6 porções

Ghee (manteiga dourada e clarificada) com folhas de curry (caripata)
As duas receitas a seguir fiz ontem com as folhinhas de trouxe. Um jeito de prepara-las, segundo Khakuntala, é refogar em cebola com sal, apenas. Disse que também pode ser usada para fazer omeletes. Hoje devo refogá-las e juntar ao arroz, que também deve ficar bom. Fiz a omelete a partir das folhinhas refogadas na própria frigideira. Segundo a Eliana, que trabalha aqui, não mudou em nada o sabor - ou seja, as folhinhas enfeitam, aumentam, mas não engrandeceram nem diminuiram o sabor da omelete. São mesmo muito suaves, mas como são nutritivas, vale a pena usá-las. E as batatinhas, fiz para comer como aperitivo à noite, com cerveja. Aliás, tenho feito muitas variações destas batatinhas com feno grego , de inspiração indiana, que aprendi com a Ana, do Agdah.

Omelete com folhas de moringa (drumstick)
1 colher (sopa) de azeite
1 colher (café) de sementes de mostarda (opcional)
1 colher (café) de sementes de cominho (opcional)
1/4 de cebola picada
1/2 xícara de folhas de moringa (drumstick)
Sal a gosto
2 ovos
Numa frigideira antiaderente, aqueça o azeite com as sementes (se for usar) e deixe até começarem a pipocar. Junte a cebola e deixe murchar (se não usar as sementes, simplesmente refogue a cebola). Coloque as folhinhas bem lavadas e secas e mexa rapidamente só até murcharem. Polvilhe com sal e mexa. À parte, bata os olhos só até misturar bem, tempere com sal e despeje sobre o refogado. Vá levantando as bordas para escorrer ovo cru para o fundo da frigideira. Quando estiver firme, vire e doure do outro lado.
Rende
: 2 porções
Batatinhas condimentadas com moringa (drumstick)
Meio quilo de batata-bolinha (se quiser, mantenha a casca, principalmente se for orgânica)
Sal a gosto
1 colher (sopa) de manteiga
1 colher (chá) de grãos de mostarda
1/2 colher (chá) de sementes de cominho
1/2 colher (chá) de sementes de coentro trituradas grosseiramente
2 dentes de alho finamente picados
1 rodela de gengibre finamente picada
1 pimenta dedo-de-moça sem sementes finamente picada
1 colher (chá) de cúrcuma em pó (açafrão-da-terra)
1 colher (chá) de açúçar
1 xícara (chá) de folhas de moringa (drumstick)
Cozinhe as batatas no vapor, polvilhadas de sal ou na água com sal, até que fiquem macia, mas íntegras. Reserve. Numa frigideira, aqueça a manteiga e junte os grãos de mostarda, o cominho e o coentro. Deixe até que comecem a pipocar. Acrescente, então, o alho e o gengibre e deixe começar a dourar. Junte a pimenta, a cúrcuma e o açúcar e mexa bem. Acrescente as folhas de moringa e umas gotinhas de água só para que murchem e cozinhem um pouco. Junte as batatas e chacoalhe a frigideira para uniformizar todos os ingredientes. Se precisar, polvilhe um pouco mais de sal e sirva como aperitivo ou como acompanhamento de carnes ou aves assadas.
Rende
: 8 porções

3 comentários:

Rui disse...

Hmm!
Parece bom! aina mais nestes pratos...

Sill disse...

Oi Neide! O Come-se tá mais lindo e cheio de coisas mais diferentes ainda! Lembrei de vc no Pará qdo provei o jambu. Não senti o estremilique na língua! Será q depende do jeito de preparar? Vou precisar de sua ajuda pra identificar as frutas todas nas fotos! bj saudades, Sill

Anônimo disse...

Fabuloso, Neide! Parabéns!