sábado, 13 de setembro de 2008

Farinha ovinha no Festival Raízes do Brasil, no Tordesilhas

A versão final, nosso cuscuz amazonino!

Preparem-se, pois nesta semana, de 16 a 20 de setembro, o restaurante Tordesilhas, com apoio do Slow Food São Paulo, realiza o Festival Raízes do Brasil, com pratos feitos com raízes e tubérculos encontrados no Brasil, como mandioca, batata-doce, araruta, mandioquinha, taro, inhame, mangarito, batata, cúrcuma, gengibre, cenoura, nabo, beterraba, rabanete. A Mara Salles, chef do Tordesilhas, fez testes e mais testes cuidadosamente para colocar à mesa estes ingredientes com a nobreza que lhes cabe. Num destes ensaios, fui à casa da dela e fizemos juntas um cuscuz com meu mimo, a farinha ovinha, de Uarini-AM, que se apresenta toda majestosa, cheinha e translúcida no menu do festival. É claro, agora, com cara de comida de chef, moderna mas sem perder o jeito e o tempero da comida de casa, típicos das criações desta cozinheira caprichosa. Para dar tudo certo, contou com a ajuda da Maria do Céu, de Manaus, que foi seu anjo enviando 20 quilos da preciosidade. O engenheiro agrônomo Adelmo Pinheiro, que chegou até nós através do Come-se, vai mandar a araruta. E o Sr. João Lino, os mangaritos.

O primeiro ensaio, na casa da Mara

Na quarta-feira, dia 17 de setembro, estamos reservando uma mesa para nós do Slow São Paulo. Quem quiser se juntar a nós, será um prazer. Associados terão desconto de 25% (serviço e bebidas, à parte). Quem quiser, poderá se associar no dia, com a gente. Os demais pagam R$ 90,00 pelo jantar, que inclui acepipes, entrada, prato quente e sobremesa.

Mangaritos, tratados como trufas
Reservas
: 11 3107-7444

9 comentários:

Vivian disse...

hum, peninha que moro bem longe de Sampa. Festivais gastronimicos sao td de bom pra quem tem um pe na cozinha, ou pelo menos, o estomago na cozinha rs
bom domingo

Carol disse...

Oi Neide, como vai? Tive uma aula sensacional com a Mara Salles e foi na aula dela que comi quiabo pela primeira vez!! Ve se pode!! Um lindo domingo para ti. Beijão. Aliás, ela nos deu mangarito para plantar-mos. Já ta lá no chão do sítio do meu tio, espero que vá pra frente!!

Viviane Peçanha disse...

Passeando no seu blog vi que vc tem Kefir, como posso obtê-los?
Bjs.

noemi marinho disse...

Eu quero me associar a essa mesa, sim. Não sei bem como funciona, mas me interessam muito essas experiências da Mara e nem sempre dá certo. O que é que eu devo fazer?
Abraços
noemi marinho

noemi marinho disse...

esclarecendo:
nem sempre dá certo de eu ir; é claro que não são as experiências da Mara que nem sempre dão certo!
Pelo amor de Deus!

Neide Rigo disse...

Oi, Carol,
espero que tenha gostado do quiabo e que seu mangarito vingue.

Viviane, escreva pro meu email e a gente combina de vir buscar. neide.rigo@gmail.com

Noemi. Escreva pra mim e a gente combina de você de associar ao Slow. neide.rigo@gmail.com

Um abraço,
N

Neide Rigo disse...

Noemi,
eu entendi, claro.
bjs,n

José Luís disse...

Oi Neide! faz tempo que acompanho seu blog e o acho fantástico! fiquei super interessado nessa farinha ovinha, gostaria de saber onde posso encontra-la pois estou pensando em fazer umas experiências com ela. Obrigado e grande abraço.

Neide Rigo disse...

José Luiz,
infelizmente só mesmo pedindo para algum amigo seu comprar e lhe mandar do mercado de Manaus. Por enquanto é o único lugar onde vende que conheço.
Um abraço,
Neide