sábado, 20 de setembro de 2008

Tordesilhas

Alguns dos ingredientes usados
Na última quinta feira teve a festa da Vejinha para entrega do prêmio O Melhor da Cidade - Comer & Beber. Queria ter ido, mas a Ananda estava com tosse e desistimos na última hora. Fiquei aqui na torcida. Que não teve a mínima influência, eu sei, pois o nomão da Mara Salles já estava lá entre os premiados. Melhor cozinha brasileira, mais uma vez. Merecidíssimo. Um dia antes, na quarta, organizamos lá um jantar do Slow Food, para experimentar as delícias do festival Raízes do Brasil, criações artísticas e caprichosas inspiradas nos ingredientes soterrados - tubérculos, rizomas e raízes que brotam em nossas terras, como mandioca, batata-doce, araruta, taro, inhame, mangarito, batata, cúrcuma, gengibre. Pena que o festival termina hoje. Mas o menu segue apetitoso como sempre. Sempre digno de prêmio.
Entre as várias opções estonteamos do cardápio, aqui vão algumas das que experimentei:

Mangaritos - eles vieram em roupagens diferentes, para causar sensações. Crocantes, ao murro com azeite e assim: em crosta de cristais de beterraba. Terroso, potente.


Conserva Artesanal de Rabanetes Orgânicos - a conserva surpreendeu, principalmente pelo caldinho rosado, agridoce e perfumado, que todo mundo bebeu (sabe aquela coisa de beber o molhinho da salada?). O meu, coloquei na taça.


Amostradinho de Taro - Escondidinho Invertido: o purê leva queijo de cabra. Como não pensei nisto antes?

Batata Doce Roxa em Redução de Garapa de Cana, Presunto Cru e Rúcula Precoce


Espaguete de Mandioca em tinta de Açafrão da terra e Caldo Dourado de Músculo: este caldinho da Mara é restaurador e o nome é tudo! "Tinta de acafrão-da-terra" e cúrcuma.

Cuscuz de Farinha Ovinha (Uarini-AM). Já falei um monte da farinha ovinha aqui e todo mundo sabe que é meu xodó. Não tenho o que dizer a não ser que estava perfeito.

Tigelinha de Tucunaré em Renda de Mandioca. A renda estava delicada com um papel de arroz.


Delícia de Moelas de Galinha Caipira com Mangarito e Brotos de Beterraba. Delícia é pouco! A Mara me deu a receita do guisadinho:

Guisadinho de moelas

1 kg de moelas de galinha (se forem caipiras, melhor)
1 colher (sobremesa) de sal
4 dentes de alho muito bem picados
Pimenta-do-reino a gosto
1 colher (chá) de curcuma (açafrão da terra) fresco, ralado ou 1 colher (chá) do pó Gotas de vinagre
50 ml de banha de porco
2 cebolas raladas
1 litro de caldo de galinha

Tempere as moelas com sal, alho, pitada de pimenta-do-reino, o açafrão da terra ralado e o vinagre. Em panela robusta, aqueça a banha, doure a cebola e acrescente as moelas. Tampe a panela e deixe cozinhar até que o líquido que se formou seque completamente. Acrescente aos poucos o caldo de galinha e vá cozinhando até as moelas ficarem macias e com caldo espesso.

Rende: cerca de 8 porções


Conserva Artesanal de Rabanetes: intrigante, maravilhoso. E o melhor? ela também deu a receita:

Conserva artesanal de rabanetes

2 dentes de alho amassado
4 colheres (sopa) de vinagre de vinho branco
2 colheres (sopa) de açúcar
2 colheres (chá) de sal
1 maço de rabanetes miúdos
2 pimentas-de-cheiro doce (a que não arde e tem aroma excelente)
2 colheres (sopa) azeite de oliva
Galhinhos de dill fresco
l galhinho de manjericão
2 colheres (chá) de zimbro

Amasse o alho e esfregue no próprio recipiente onde será feita a marinada. Coloque primeiro o vinagre e, a seguir, o açúcar e o sal. Dissolva essa mistura e acrescente os demais ingredientes. Introduza os rabanetes limpos e misture com as mãos. Conserve em geladeira por no máximo três dias.

Rende: 6 porções


O caldinho? de tomar em taça!


Cocada de Tabuleiro com Sorvete de Tapioca e Calda de Tamarindo: esta cocada é coisa de outro mundo, de tão boa.
Tordesilhas
Rua Bela Cintra, 465. (11) 3107-7444

4 comentários:

Valeria disse...

Que banquete maravilhoso!!!Ingredientes verde amrelo !!Lindo Lindo
Parabéns
Bjs

Mariângela disse...

Neide,gamei! um banquete assim deve ser maravilhoso,foge do comum por causa dos ingredientes, imagino a variedade enorme de sabores que deves ter sentido provando cada prato...beijo!

Dricka disse...

Passeando pelo seu blog revi várias coisas que comia quando era criança e não tinha a minima idéia do que era, mesmo porque meus pais nordestinos sempre davam um nome diferente aos alimentos daqui.Comi muito mangarito e coquinho de licuri ( que eu comi muito na infancia porque havia um pé perto de casa, que foi derrubado, infelizmente) e a uva japonesa que tinhamos um pé delas dulcissimas no quintal, mas o progresso tirou todas essas maravilhas da minha vida e eu sóme dei conta do tamanho da perda depois do teu blog.
Infelizmente ainda não aprendemos a valorizar as coisa da nossa terra e achamos sempre que blueberries são melhores do que jabuticabas ou ainda aquela amora que tem (graças a Deus ) aos montes por ai.
Não seria lindo se todos amassemos as coisas da nossa terra e as valorizassemos como vocês fazem?

Alessandra disse...

Neide, e a receita da cocada...não tem jeito???
Nossa acho que foi a melhor que já
comi na vida!

bjs