quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

O germe da lima da pérsia ou a sede de nascer



O corte plano não revelou nada. Quando eu ia pro segundo quarto da suculenta lima da pérsia, um pequeno ser verde radiante se desdobrou e parecia se mover em direção à luz. Era o germe da lima que se apressava pra a vida. Calma, calma, que a sede é minha.

3 comentários:

Claudia disse...

Que coisa linda! Nunca vi nada assim, fiquei encantada com o brotinho, se é que posso chamar de broto? hehehe

veronika paulics disse...

a foto, o brotinho e o texto. que texto lindo.

ninapicnic disse...

Ai que belezinha!!!
Fiquei encantada!
Bjinhos
Nina