quinta-feira, 20 de março de 2008

Receita inspirada no filme Estômago – Músculo com cebolas e alecrim, com batatas douradas no azeite de urucum




Mais uma receita baseada no filme. É com um cozidinho de músculo com batatas e aroma de alecrim, sobra do almoço de brigada fora do cardápio, que Raimundo Nonato fisga pelo estômago o italiano, dono do restaurante que o contrata. Ah, se eles soubessem no que isto ia dar. Mas sem a sobra, não haveria argumento.
Eu gosto muito desta carne pelo simples motivo que muita gente a rejeita – o colágeno entranhado, que fica gelatinoso depois de cozido. E como colágeno é proteína e não gordura, trata-se de um corte magro, cheio de sabor e suculência. Adaptei uma receita de minha mãe que não cozinha junto as batatas porque roubam sabor da carne (podem ver, a batata cozida com carne fica deliciosa, já a carne e o caldo perdem sabor). Eu não gosto de juntar batatas a este tipo de prato porque acho que o cozido fica mais apurado e saboroso no outro dia. Enquanto as batatas amanhecidas ficam com gosto de marmita. Mas cebolas e cenouras vão bem, somam, contribuem. Também não gosto de juntar cebolas e pimentões para cozinhar junto com a carne porque derretem até o fim do cozimento. E gosto de senti-los. Então, só entram quando a carne já está macia.

Músculo com cebolas e alecrim, com batatas douradas no azeite de urucum


Ingredientes
800 gramas de músculo cortado em pedaços
2 colheres (chá ) de sal ou a gosto
1 pitada de pimenta-do-reino
2 dentes de alho socados
2 colheres (sopa) de azeite de urucum (azeite aquecido em fogo baixo com sementes de urucum e coado – 1 colher de sopa de grãos para 1 xícara de azeite – pode fazer com um bom óleo)
1 colher (sopa) de alecrim fresco picado
1 colher (chá) de cominho triturado
2 xícaras de água quente
12 cebolinhas (320 g)
¼ de pimentão verde em tirinhas
¼ de pimentão vermelho em tirinhas
1 cebola média em fatias
2 colheres (sopa) de salsinha picada

Para as batatas
12 batatas pequenas (600 g)
1,5 colher (sopa) de azeite de urucum
2 dentes de alho micropicado
1 pimenta dedo-de-moça sem sementes, finamente picada
1 colher (sopa) de alecrim fresco picado
1 colher (chá) de flor de sal ou sal grosso triturado

Modo de fazer
A carne: tempere os pedaços de músculo com sal e pimenta-do-reino e reserve. Numa panela de pressão, doure o alho no azeite de urucum em fogo alto e junte a carne. Mexa e deixe dourar por cerca de 10 minutos. Junte o alecrim, o cominho e a água quente. Tampe a panela e cozinhe em fogo por 30 minutos contados a partir do momento em que a válvula começou a chiar. Deixe sair toda a pressão da panela, fora do fogo. Abra a panela e coloque as cebolinhas inteiras. Cozinhe com a tampa apoiada, mas sem pressão, por 10 minutos. Junte os pimentões, a cebola e metade da salsinha e cozinhe por mais 10 minutos. Prove o sal e corrija, se necessário. Se precisar, junte um pouco mais de água quente (deve restar um pouco de molho). Na hora de servir, espalhe por cima o resto da salsinha.

As batatas: descasque as batatas e cozinhe no vapor (steamer de bambu, cuscuzeira ou panelas de vapor) por cerca de 15 minutos ou até que fiquem macias, mas íntegras. Numa frigideira grande e antiaderente, aqueça o azeite e doure nele o alho, sem deixar queimar. Junte a pimenta, o alecrim e o sal. Mexa e logo em seguida coloque as batatas. Vá chacoalhando a frigideira até que as batatas fiquem todas recobertas pelos temperos e comece a dourar um pouco. Sirva com a carne.

Rende
: de 6 a 8 porções

12 comentários:

Ana disse...

Oi !!
Adoro o músculo por todos os motivos que você citou, principalmente porque ele é desprezado coitadinho.
Minha mãe fazia e faço até hoje, músculo cozido com sal, louro e temperitos a escolha.
Depois de bem cozido, desfia-se a carne e tempera-se com azeite, cebola, azeitona, tomates em cubinhos, orégano e o que mais gostar e come-se gelado, com pão fresquinho.
Ai....era nosso lanche dos sábados quando podíamos tomar refrigerantes.

Um beijo, feliz Páscoa, amor e vida nova !!!!

Neide Rigo disse...

Ei, Ana, isto me parece muito bom. Com pão então....
bjs, n

Amor eSabores disse...

Que lindas fotos, e a receit parece deliciosa!gostei muito das batatas assim cozinhadas..bjs, Feliz Páscoa

Eduardo Luz disse...

Pô, você já fez o livro de receitas que eles pediram ! E com alegrinho e tudo o mais .
Muito bons; o filme e os posts.

laila disse...

esse filme real´mente te inspirou...asim vou me contorcer por ver o filme q vai dmeorar aind apr estreiar...

bjs

Laurinha disse...

Isso é muito bom!!!
Sabores de infância que fazem bem sempre!
Beijinhos,

Odete disse...

Uma vez ouvi de um medico, quando acompanhava minha amiga a sessões de quimioterapia e radioterapia, para que ela tomasse caldo de musculo cozido todos os dias para aguentar bem os efeitos do tratamento.
Alem de ser uma carne deliciosa é cheia de nutrientes.
Sua receita com as dicas step by step esta excelente.
Beijos e Feliz Pascoa!

carlinhos de lima disse...

Uma dica? Faz com ossobuco!
E mais, se tiveres uma panela de ferro, coloque o fogo bem baixiiiiiiiiiho. Vai levar um bom tempo mas...
Eu volta e meia faço isto...

Alessander Guerra disse...

Só passei para te desejar uma Boa Páscoa!

Alessander Guerra
www.cuecasnacozinha.blogspot.com

Bianca Viani disse...

nossa !
como estou feliz de ter descoberto seu blog !!!!!
parabens...estou fazendo o musculo !

Didy's disse...

Tava procurando uma receita de músculo a tempos, vou experimentar a sua este fds, me parece que fica ótima.
Só uma coisinha, vc percebeu que na descrição dos ingredientes da batata, vc não mencionou A batata??? rsrsrsrs.... vc colocou "12 CEBOLAS"! rsrsrsr
Desculpa, não tive intenção de ser chata. Mas pelos comentários, acho que ninguém percebeu.
Bjo ;D

Neide Rigo disse...

Didy´s!
Chata que nada, obrigadíssima pela correção. Já arrumei no texto.
Depois me conte como ficou.
Beijos, N