quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

Almeirão roxo





Estas mudinhas trouxe de Fartura e, embora a planta prefira as temperaturas mais amenas do outono e inverno, estão indo muito bem aqui no meu quintal com esta chuvinha boa (boa quando cai, assim, só gentilmente). Lá no sítio elas nascem espontaneamente na roça de café. E são lindas. Ainda que a gente o chame de almeirão roxo, só as nervuras são arroxeadas, mais para o vermelho colorido de antocianinas. Quando adultas, as folhas chegam a uns 30 centímetros e eu gosto de comer pura, inteira, bem frescas, direto do pé. São amargas, mas não muito e têm retrogosto adocicado. Mas por lá o que não falta é salada feita com ela, tomatinhos caipiras, cebolinha verde e limão rosa. Às vezes vai pra panela. Jogada sobre azeite com alho frito e mexida só para aquecer e murchar. Aceita bem uns pedacinhos de bacon.
Para quem não sabe, o almeirão (Cichorium intybus L.) é da mesma família da alface, do dente-de-leão e da serralha, a das Asteraceas. É originário da Europa Mediterrânea e cresce espontaneamente em grande parte da Ásia e norte da África. Pertence ao mesmo gênero da chicória (Cichorium) e à mesma espécie da catalônia - ambos são variedades de C. intybus. Se não me engano, na Itália tanto o nome radicchio como cicoria se aplicam para as chicórias em geral (escarola, frisée, endívia, almeirão). No Brasil é também conhecido como “chicória amarga” ou “chicória selvagem”. No Rio Grande do Sul, o almeirão é uma das chicórias mais consumidas pelos imigrantes italianos e é conhecido como radice - uma corruptela de radicchio. Em castelhano também se diz amargón. E é justamente por isto que gosto do almeirão - pelo amargor, dado por substâncias presentes na seiva de toda a planta. É uma de suas características mais marcantes e é por isto também que atribuem à verdura virtudes medicinais como estimulante do apetite, diurético e hepatoprotetor. Na foto acima dá pra ver todos os veios coloridos de vermelho - por dentro deles percorre, da raíz às folhas, o látex amargurado por vários compostos diferentes - na raiz, a lactucopicrina, cicorina, lactucina, intibina, inulina entre outras; nas folhas, colina, arginina, inulina, etc. Sabe-se que na Roma antiga ele era usado mais como medicamento. Mas, sorte nossa que agora podemos ter as duas coisas juntas. Claro, sorte apenas para os que amam.

11 comentários:

Fer Guimaraes Rosa disse...

Neide, almeirão, chicória e catalônia sao verduras que minha mae adora. Como ela tambem adora giló, acho que o atrativo eh o amarguinho, neh? Tenho um macinho de chicória na geladeira. Eu gosto, refogadinha. E essa quando cozinha mancha a panela de roxo. :-)

beijooo,

* acho que vou te imitar e tirar froto da minha chicoria, pois essas folhas sao realmente lindas! :-)

Neide Rigo disse...

Fer, já vi que sua mãe e eu temos os mesmos gostos (pedaços da galinha, miúdos, coisas amargas). Quando cozinha ela solta sim um pouco do vermelho, mas não chega a manchar a panela,não.
Quanto à me imitar, será um prazer. Mesmo porque também vou postar um rábano imitando o seu rsss

bjs,n

Ana disse...

Neide:
Como vc bem sabe,e sempre repete aqui no come-se, nossos antepassados não desperdiçavam nadica de nada e eu me lembro das beldroegas e almeirão no meio das roças de café e milho. Pois minha avó costumava fazer tudo em saladas deliciosas com alho frito no azeite pelando. Aí espalhava sobre as folhas e misturava vinagre. Era uma salada com molho quente e azedinha,e que ela dizia que amenizava um pouco o ardor. Continuo fazendo esta salada até hoje.

Carol Daemon disse...

Oi Neide, sem a sua sabedoria e talento, meu blog seria mais sem graça.
Obrigada, Carol
http://caroldaemon.blogspot.com/2009/10/hortalicas-em-extincao-por-causa-das.html

Anônimo disse...

Em minhas refeições o ALMEIRÃO ROXO está sempre presente, se alguém souber das vitamimas e minerais encontradas nesta benção de DEUS (ALMEIRÃO), seria legal que postasse aqui. Boas refeições saudáveis com o ALMEIRÃO.

gomescarloscristo@gmail.com

George disse...

George de Niteroi

Gostaria de comprar sementes de Almeirão Roxo. A ISLA sementes e a Feltrin não comercializam essa planta. Já cultivei antes, mas as sementes que guardei não germinaram.

Seria possivel informar aond econsigo?

abraços

George Freire
extensionista@msn.com

Thamara oliveira disse...

Moro en USA Kentucky e gostaria de obter sementes de almerao roxo
luciane.ky@hotmail.com
108 Oaklawn Dr.
Frankfort, KY 40601
USA

MUITO OBRIGADO!!!

Arsônia Aparecida Calegari disse...

Acabei de encontrar esse endereço, onde são comercializadas as sementes: http://www.tabutinssementes.com.br/sementes.php?cat=2

Também, se você quiser, posso enviar. Meu e-mail: arsniac@gmail.com

Saúde!!!

Anônimo disse...

Olá Neide!! Eu tenho esta planta em casa e não sabia nada sobre ela. Me chamava atenção sua beleza e sua simplicidade.
Que bom poder usá-la na alimentação.
Obrigada
Duci
dupagui@hotmail.com

Luciano disse...

ADORO ALMEIRAO, TENHO NO QUINTAL DE CASA, VO GUARDAR AS SEMENTES..

Graça Melo disse...

Realmente esse almeirão roxo (italiano) é muito bom, e quem estiver interessado em comprar sementes é só entrar em contato com o Ari Alvim, gente boa e honesto, ele vende pelo menor preço e não cobra a taxa de entrega. Eu comprei e fiquei encantada, pode plantar em vasos em casa mesmo.
ari.alvim@hotmail.com