quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Quinta sem trigo 4: pãozinho de cará com polvilhos



Depois de testar estes pãezinhos só com polvilho doce (se quiser fazer seu próprio polvilho, veja aqui), percebi que o miolo ficou muito denso, pouco expandido, embora a massa tenha ficado mais modelável. Só com o polvilho azedo, a massa expandiu muito e ficou com miolo totalmente oco. Então resolvi que a solução era misturar polvilho doce e polvilho azedo. Deu certo, com miolo preenchido, com bolhas esparsas e textura úmida - lembra o de pão de queijo, afinal o princípio é o mesmo, porém sem queijo e sem leite, de modo que possa servir tanto para quem tem doença celíaca como para os que sofrem com a intolerância à lactose. Ficaram deliciosos com manteiga e são ótimos para substituir os pães convencionais em sanduíches. Testei ainda com mandioquinha e ficou bom. Experimente você também com inhame (taro), mandioca, batata etc e depois me diga o que achou.

Pãozinho de cará com polvilhos
250 g de cará (ou inhame, inhame-do-norte - Dioscoreácea) cru picado
125 g de polvilho azedo
125 g de polvilho doce
1 colher (chá) de sal
3 colheres (chá) de açúcar
2 ovos
1/4 de xícara de óleo
Fubá para polvilhar
Cozinhe o cará com água até que fique bem macio. Numa tigela, misture os polvilhos peneirados com o sal e o açúcar e esprema por cima o cará bem quente (passe-o em expremedor de batatas diretamente sobre o polvilho). Misture bem com um garfo, fazendo uma farofa úmida. Assim que amornar, amasse bem com as mãos. Junte os ovos batidos com o óleo, aos poucos, e continue mexendo. Se preferir, use o mixer ou a batedeira, pois deve formar uma massa meio grudenta. Uma colher de pau também resolve. Talvez dê para modelar com as mãos se untá-las com óleo. Mas é mais seguro modelar as broinhas usando uma xícara polvilhada com fubá, como estas broinhas de fubá de canjica, que são modelas como mostro aqui em outra receita de broinhas de fubá com polvilho, ambas também sem glúten. Coloque-as em forma sem untar e leve ao forno (com temperatura de média a alta). Deixe até que cresçam e dourem (cerca de 30 minutos).
Rende: cerca de 15 pãezinhos
Nota: se quiser, substitua o fubá por queijo ralado.
Uma xícara daquelas padronizadas de 240 ml comporta 120 g de polvilho - neste caso, preferi usar balança, já que fui alterando as medidas enquanto testava.

Estes, só com polvilho azedo
Veja receitas das outras quintas sem trigo
Prometo que na próxima quinta não terá nada com cará.

21 comentários:

Ricota disse...

Hummm... esses pãezinhos deram água na boca... Delícia!

P.S.: Já coloquei a receita da geléia de pimenta no blog. Obrigada!

Beijos

Adriene disse...

Oi Neide
Sempre que faço pãezinhos de queijo misturo os dois polvilhos e realmente o resultado é excelente. Vou tentar com o cará.
Fiz a manteguina ontem a noite e foi um sucesso hj cedo no desjejum.
Desculpa a minha ignorância... eu não sabia do sucesso que vc é e isso me encheu de orgulho pois nutricionistas assim fazem muita diferença para a nossa categoria. Parabéns!!
Hj postei no blog da Branca e é só clicar aí no meu nome pra vc dar uma passada por lá.
Vc já tinha conhecimento do Z Trim (substituto da gordura na indústria de alimentos)? Lá no blog está bem explicado a respeito dessa fibra dietética fantástica. Vc precisa ver o sorvete como fica lisinho e leve. Vou testar nos bolos e pães e depois te conto.
Bjs
Adriene

Andréa Potsch disse...

Neide,
Que lindos pães!! Esse ano testei mais de 10 receitas de pães de queijo e li o que achei sobre o assunto. O segredo parece estar mesmo na mistura dos dois polvilhos.
bjs

Sabrina disse...

Neide, apesar não não ter nenhum problema com glúten tenho uma amiga celíaca, que sempre me pede para enviar as receitas de pão "gluten free" que encontrar; obviamente o item que ela mais sente falta. Ela tem adorado as últimas quintas, principalmente a dos salgados! Obrigada, mesmo! Abraço

Marcia H disse...

Neide,
como fica esse paozinho "dormido". Clara tem uma coleguinha com intolerancia a glutén, ela ficou doidinha quando conheceu o nosso "pao de queijo". Fizemos biscoitos de Natal com farinha sem glutén (creme de arroz, polvilho e fécula de milho), mas ela sempre reclama q os paes sem gluten ficam duros no outro dia rsrsrs 3 anos e exigente rsrsrs
bjss
Marcia

chris disse...

Parabéns seu blog e uma gracinha e eu estarei sempre por aqui para nao perder nenhuma das suas novidades, estarei te seguindo !!
bjs

Claudio Moeiro disse...

Hahahahahaha! Ficaram uma delícia! Coloquei um pouco de parmesão ralado, ficou ótimo, só elogios. Longa vida às quintas sem trigo!!!

Flavia anastácio disse...

Ficaram uma delícia!
Quinta feira, o lugar é aqui!
beijin com carin
Flavia Anastácio
Foz do Iguaçu- ACELFOZ

Neide disse...

Gostei do blog.Gostei das receitas.Eu gosto muito de cozinhar,mas meu
pão de queijo,e uma coisa que não da certo.Tenho que comprar pronto.Vou te seguir e passar a fazer suas receitas.

Miguel Vieira disse...

Olá Neide (e demais),

um comentário só para agradecer a sua receita, e contar que com inhame (o pequeno, "taro") ficou ótimo.

Beijos

Letícia disse...

Acabei de fazer seu pão. Ficou uma delícia! Gosto muito de tudo o que você posta. Parabéns por seu trabalho.

Neide Rigo disse...

Que bom saber, Letícia. Experimente fazer com batata doce também. Da amarela ou roxa. N

Fernanda Desai disse...

Olá Neide, será que dá para fazer um pão inteiro com as suas receitas de paezinhos? Fica a mesma coisa? Grata.

Neide Rigo disse...

Fernanda,
nunca fiz, mas deve dar. Teste e me conte. Um abraço,n

@dddrocha disse...

Oi Neide, será que dá pra fazer com abóbora?

Ines disse...

Oi Neide!: NÃO VAI FERMENTO NESSE PÃO?

Neide Rigo disse...

Inês, NÂO!

@dddrocha disse...

Oi Neide, fiz com abóbora e ficou um espetáculo. A massa ficou bem mais fácil de manipular e não usei nada pra envolvê-la. Aqui tem foto: https://instagram.com/p/4SvirBCqvZ/

Neide Rigo disse...

@dddrocha,
obrigada por me contar. Ficou lindo. No instagram sou neiderigo
Parabéns! Um abraço,n

@dddrocha disse...

Oi Neide, já te sigo lá. =)

Silvia - BH disse...

Fica muito bom com batata baroa (ou mandioquinha ou cenoura amarela, ou batata salsa).
D Neidoca, este é para ir para o livro de receitas!