segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Momento diversão. Novo golpe na praça. Ou quanto vale um cd?

Ele diz que eu me divirto com a desgraça dos outros. Mas você há de concordar comigo que não dá pra deixar de rir da pegadinha que passaram no Marcos. Ele não compra cds piratas, mas é rato de sebo e toda semana traz para casa, além de livros, preciosidades que ouvimos enquanto jantamos. Desta vez, porém, a raridade ficou por conta da criatividade do engodo.
Escolheu cinco cds de blues, pagou 5 reais em cada e, como está acostumado a comprar naquela loja da rua Augusta, não checou a qualidade dos produtos, costumeiramente em ótimas condições. Nem a presença do cd ali. Afinal, todas as caixas tinham o mesmo peso. Quando chegou em casa, o cantor e guitarrista americano Elmore James seria o primeiro a mostrar seu talento. Ao abrir a caixa, a surpresa!
Dá pra não rir? Quatro centavos. É o que pesa um cd. Se foi vendido por cinco, a loja deve ter comprado por dois. Num lote de vários, a dona não abriu pra conferir. Dois reais menos quatro centavos, só aí o ex-dono ganhou um real e noventa e seis centavos. Compensa, hem?
Pelo menos podemos ouvir de graça uma das faixas, no youtube. Maravilhoso! (alguém tem aí este cd em casa, sem capa, pra me vender? pago quatro e noventa e seis!)

5 comentários:

Mariângela disse...

ai Neide,que fiasco,pobre Marcos,vou mostrar este post pro Rui,prá ele rir também,que maldade!!!beijo em vocês!

Rui Gassen disse...

ele experimentou tocar?talvez funcione.

Neide Rigo disse...

Mari e Rui. Ia mesmo mostrar isto pra vocês. Sabia que iriam rir comigo.
beijos, n

Marcos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Marcos disse...

Acabei de voltar lá da loja. Fiz a troca!
A moça também achou muito divertido e criativo. Disse que já se viu frente a vários tipos de golpes e trambiques mas que este realmente foi inédito. Vai guardar a caixa intacta e quem sabe logo terá um acervo de curiosidades semelhantes.