segunda-feira, 22 de março de 2010

Terra Madre 2010 - terceiro dia

Não, não se iluda se a foto mostra alguma intimidade. O Carlo Petrini nem sabe que eu existo, mas hoje logo cedo encontrei-o andando sozinho pelos estandes. Saquei a máquina e pedi consentimento meio de longe de vergonha porque ele poderia não gostar de ser fotografado. A surpresa é que, com a simpatia de sempre, não só autorizou como me puxou para eu tirar a foto junto e ele. E aí está, cheia de emoção.
Logo de manhã participei de uma mesa que discutia a formação do consumidor consciente, depois tivemos apresentação dos produtos da Arca do Gosto para a Rede Terra Madre. Vi um pouco da interessante oficina do Marquito, da Cepagro sobre compostagem e o depoimento de pessoas da Revolução dos Baldinhos (depois mostro o vídeo que fiz - um projeto a ser reproduzido). E ainda mais uma reunião da comissão da Arca.
No final, já estava exausta. Mas a festa está animada. Não é todo mundo que vem pro Hotel cedo, não. Pelo jeito alegre dos que ouço passar no corredor agora, há muito lugar onde se divertir e continuar a conversa aqui em Brasília. Eu é que sou meio desanimada para sair à noite, sobretudo porque não gosto muito de barulho. Prefiro acordar cedo e animada para conversar no café da manhã. Aliás, a Teresa Corção já me chamou para uma degustação de caquis passas logo cedo.
Dado o adiantado da hora, não consigo reproduzir nada direito do tanto que vivi e aprendi hoje. Nem das tantas discussões a respeito deste famoso alimento bom, limpo e justo. Pelo menos tenho aproveitado bastante os velhos amigos e os recentes. Isto é o mais enriquecedor. Deixo apenas algumas fotos e o vídeo sobre a apresentação do licuri em dois momentos (adoro ver estas mulheres cantando enquanto quebram o coquinho).
Alguns alimentos que estão na Arca do Gosto brasileira
Marmelada de Santa Luzia
Licuri
Cambuci
Berbigão de Santa Catarina
Arroz vermelho do Vale do Piancó
Arroz vermelho nativo do Pantanal - candidato ainda
E abaixo um vídeo com imagens sobre o licuri gravadas hoje (o colar de que fala a cantadora é o meu, que tenho usado nestes dias na hora da fome - basta puxar o colar e dar uma mordida no coquinho torrado. Diferente do colar de feijões que precisaria ser cozido, pelo menos este já vem pronto para o consumo)

9 comentários:

Ana disse...

Bom dia Professora Neidoca !!!
Estou acompanhando com muito gosto essa viagem.
Beijo grande, tô aguardando mais.

COMIDA FALA - Karen Monteiro disse...

Neide... amo teus post... amo mesmoooo!!!! O ínício desse me fez rir muito... tués única!Obrigad apor me levar à Terra Madre!!! Vai contando tu, tah?!Beijos...

Inês Correa disse...

Querida, você está linda na foto. E claro que ele iria querer uma foto contigo. Você é a Neide, a grande Neide Rigo. Linda e humilde demais! Beijo

Marcia H disse...

Dá vontade de estar aí, lhe acompanhando. A géleia de maracujá da foto é uma delícia. Me arrependi de só ter trazido 2 vidros para casa. Doce de jambo? morri agora de vontade de provar, nunca comi, mas deve ser uma delícia.
Aproveite!

rigo disse...

Neide,

No sábado (20/03) estive com minha esposa no Espaço Cultural Funarte às 20:30 minutos. Pena que as barracas já estavam vazias e eu não pude participar de quase nada. Uma pena mesmo pois eu moro um pouco distante(Taguatinga-DF) e não pude chegar mais cedo. Gostaria de ter visto alguma atividade na feira.

Neide Rigo disse...

Obrigada, Ana! Eu sei que não sou boa em coberturas, mas o recheio eu gosto de mostrar.

Obrigada, Karen!

Inês, como é bom ter amigas...!

Márcia, a geléia é boa mesmo. Já o doce de jambo, também não tive a sorte ainda de provar.

Rigo, que pena. Infelizmente a feira estava meio fraca mesmo pois os produtores trouxeram pouca coisa pra mostrar.

Um abraço,
N

Odete disse...

Muito boa foto. E que evento bacana.
Sobre os baldinhos de compostagem, por aqui ja se vende uns lindos em ceramica/porcelana, que alem de uteis tem boa apresentacao.

bjs

Anônimo disse...

Josenaide fala...
Que maravilha! Quantas receitas gostosas feitas com o licuri! Estou orgulhosa de você Neide Rigo, você é mesmo especial. estou com fome e a boca está cheia de água de ver tantas delícias. Parabéns, Deus te abençoe. Feliz Páscoa.A tarde vou para celebração do Lava-pés do licuri na Comunidade capoeira do Milho, local onde vai ser a 3ª Festa do Licuri. Veja propaganda da festa no site www.coopes.org.br
Beijo
Josenaide - Capim Grosso - Bahia

matar cupins zona norte disse...

A descupinizadora ABBAPAI é especializada em matar cupins, extermina cupins ou controlar cupins subterrâneos, cupins de solo e cupins de madeira seca e todo tipo de inseto e efetua ataques em madeiras como, por exemplo, a broca. Para o descupinização, mata cupins e o extermina cupins ou de brocas, além de produtos e equipamentos adequados e de alta tecnologia, são utilizadas técnicas diferenciadas e bastante criteriosa na execução dos tratamentos.
(Plantão 24 horas) (11) – 3481-9820