quinta-feira, 23 de julho de 2009

Tordesilhas norteado

Mara Salles e seu sócio no Tordesilhas, Ivo Ribeiro, acabaram de voltar do Norte. Junto com o chef Leonardo Botto, do restaurante La Frontera (R. Coronel José Eusébio, 105, Higienópolis, 3159-1197), a convite do Instituto Socioambiental, foram conhecer São Gabriel das Cachoeiras, onde navegar é preciso. À cidade, que no mapa tem formato da cabeça de um cachoço, na beira do alto rio Negro, só se chega por água ou via céu. Mara me convidou para ir também, mas tinha a viagem para Pirenópolis, e eu fiquei na vontade. Um dia, quero ir. Pelo menos, os chefs voltaram com a mala cheia e ontem, com outros sortudos (Carlos Alberto Dória e Pedro Martinelli também estavam lá), Marcos e eu tivemos o privilégio de provar algumas das criações a partir dos ingredientes da bagagem. Tudo temperado com pimenta defumada dos Baniwa e entremeado de vistosos bijus. O cardápio foi só para apresentação dos ingredientes e preparos para os amigos, uma gentileza dos chefes, mas duvido que depois desta viagem o cardápio do Tordesilhas estará livre dos pitacos do norte. Não será de se espantar, portanto, se a gente der de cara com um tucupizinho preto aqui ou uma formiguinha saúva acolá temperando as maravilhas da dona Mara. Por enquanto, fique com as fotos dos pratos que estavam todos divinos, de causar comoção e orgulho pela nossa comida que não conhecemos.
Mara Salles servindo a Mujeca de surubim (uma sopa de peixe engrossada com biju, bem apimentada)
Os bijus são feitos com uma mistura de massa de mandioca fresca e pubada. Sequinhos, enormes.
O chibé é uma mistura de água com farinha d´água. Mas Mara temperou com coentro, chicória-do-pará, cebolinha e um sal mínimo de um camarãozinho seco. A farinha é a de Uarini (ovinha). Com este, eu viraria uma papa-chibé.

Na salada com acelga, agrião e laranja, amanteigadas e cremosas fatias de tucumã (já falei do tucumã aqui).

Olhete aos tucupis, um "ceviche" amazonense de sabor indescritível.
Filhote (o peixe) com molho de tucupi e formigas saúvas que temperam como laranja, capim-santo e gengibre. Com purê de banana purinho. Só comendo pra saber como estava bom isto.

E, pra fechar com alegria, duas bolas de poesia. Sorvete de açaí e de tapioca em tapete de jambu fresco com gominhas de tapioca.

A pimenta Baniwa


Carlos Alberto (Beto) Ricardo, do ISA, Carlos Alberto Dório e Pedro Martinelli.

11 comentários:

Gourmandise disse...

Adoro esta chef.
Parece que falta um "r" no título do post.
bjocas

Neide Rigo disse...

Obrigada, Nina! Já arrumei lá. Também adoro a Mara.
bjs,n

Mexerica disse...

Eu adoro o seu blog. Eu o descobri há uns 2 anos e como também sou nutricinista recém formada tornei o seu blog como um local de estudo pessoal!
Hoje abri um blog pra mim. Ainda está no comecinho. Não sei mexer nesse mundo louco, mas espero que de certo igual ao seu.
Abraços. Stella.

Eduardo Luz disse...

Neide, isto é que é comer bem.
Fui ao tordesilhas há uns dias e achei a comida sensacional. Certamente é o melhor restaurante de comida brasileira.
Parabéns e que sorte de estar neste grupo (pedi umas receitas pra Mara e acho que ela vai me mandar !)
Abs.

Neide Rigo disse...

Stella, boa sorte!

Edu, também acho.

Um abraço, N

silvia disse...

Só de ver essas maravilhas minha boca se encheu de água.Adooooro comida do norte! Tucupi é tudo de bom!

clau disse...

Nossa mae, que cardapio!...
Eu que nao sou uma que corre atras de "coisas estranhas", rss, juro que fiquei com agua na boca sò de olhar estas suas fotos!
Bom fim de semana, Neide!
Bjs!

Anônimo disse...

que delícia... e que inveja dos sortudos que participaram disso! passei uns dias no pará no começo do ano e pelo jeito nem comecei a conhecer todas as delícias. jambu foi uma descoberta, me apaixonei por ele. e estou intrigada pela cominação com os sorvetes de açai e tapioca!
bjs, Leticia

joy disse...

Quando eu era criança pequena lá em Porto Velho, eu comia tucumã com bocados de farinha d´água grossa. Sorvete de açaí nunca foi meu favorito, mas o de tapioca é de comer até empanturrar. E dá-lhe jambú no tacacá!
Abs.

Claudio Pepper disse...

Que maravilha! A Mara Salles é realmente supimpa, hein! E você também, por destacar assim o que realmente importa!
Prazer,
claudio pepper

adriana lucena disse...

Estou arrasada porque não consegui trocar a passagem prai exatamente nesses dias.... VALHAMINOSSINHORA! deve ter sido coisa de louco. Fiquei babando com a pimenta (por que será?)
bjs