sábado, 16 de maio de 2009

Suco de tamarindo


Hoje não é exatamente um bom dia para se tomar sucos gelados. Está mais para um caldinho quente. Mas minha prima Ivana, do blog Doidivana, pediu nos comentários de ontem e publico aqui agora porque coincidentemente ontem, talvez exatamente na hora em que ela postava o comentário, eu aproveitava meus tamarindos ressecados na geladeira para fazer uma água à moda mexicana. E, pensando bem, este é um suco é robusto que combina também com dias frios. Águas de tamarindo, assim como águas de hibisco, são comuns no México. E só resolvi aproveitar estas leguminosas de polpa grudenta, extremamente ácidas e doces, porque na terça feira almocei com a Maria Eugênia e ela ofereceu antes do almoço uma água de tamarindo deliciosa.
O jeito de fazer é extremamente simples: basta acrescentar um pouco de água às vagens de tamarindo descascadas e levar ao fogo até que fiquem bem molinhas. Aí é só passar tudo por peneira grossa, para reter as sementes e deixar esta polpa concentrada na geladeira, em vidro fechado. Ou congelar em forminhas de gelo. Quando quiser fazer a água, é só diluir e adoçar à vontade.
Num outro almoço, Maria Eugênia fez uma margarita de tamarindo, usando este mesmo suco concentrado. Veja link abaixo. O suco ainda pode ser usado para temperar cozidos de legumes ou carnes, como o curry de jaca.
Minha amiga Silvinha sempre me traz da Bahia vagens de tamarindo passas. Com açúcar em volta, sequinho, meloso. Uma delícia, mas doem os dentes e ossos de tanta doçura e acidez juntas. Uma vez também a Nina Horta me deu um pacote de balas de tamarindo com pimenta. Para fortes emoções. Todas as característas concentradas ao extremo, potencializadas com o ardume de muita pimenta. Super doce, super azeda, super apimentada. Uma delícia. Aliás, quem tiver receita destas balas, estou aceitando.
Outras receitas com tamarindo no Come-se

21 comentários:

Ivana disse...

Neidoca, que delícia! Obrigadíssima. Vou já ao sacolão comprar meus tamarindos. beijos

A DONA DO MUNDO disse...

O BLOG MAIS CURIOSO ECRIATIVO DA BLOGOSFERA
ADORO SUAS IDEIAS, POR AQUI PARECEM INUSITADAS
BOM FINAL DE SEMANA

Gina disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Gina disse...

Oi, Neide.
Gosto bastante de tamarindo e fiz um post falando sobre ele. Publiquei uma receita de sopa feito com tamarindo em pó, muito comum nas Filipinas, que a filha trouxe de lá.
Veja o post:
http://nacozinhabrasil-gina.blogspot.com/2009/05/sopa-de-tamarindo.html
Bjs.

Flor de Sal disse...

Que inveja que eu tenho dessas frutas brasileiras que devem ser maravilhosas!

sylribeiro disse...

oi neide! obrigado!!
adoro suco de tamarindo, uso de polpa, mas nada como essa dica maravilhosa de hoje!
o restaurante arabia faz um suco de tamarindo muito muito bom, recomendo.

neide aproveito a postagem para perguntar algo:
preciso fazer mingau de arroz para o cafe da manha, hoje comprei farinha organica de arroz integral da via pax mas pasmen, nao sei fazer,rs. sera que vc da uma dica de proporção e tempo de cozimento?
te agradeço muito,
bj

Neide Rigo disse...

Oi,Syl
Nunca fiz mingau de arroz, mas começaria com 1 xícara de leite para 1 colher (sopa) de farinha de arroz. Talvez colocasse um pedacinho de casca de limão para cozinhar junto. Se ficasse muito denso, botaria mais leite. Muito ralo? mais farinha. E açúcar ou mel a gosto, no final. Uma chuvinha de canela, já no prato. E nhac. Desculpe se não ajudei em nada. Beijos, N

Crianças na Cozinha disse...

Neide, minha única experiência com o tamarindo foi meio desajeitada, mas resultou num delicioso filé com molho de tamarindos. Desajeitada porque eu não sabia muito bem como extrair a "tal" polpa grudenta.

A carne não podia ter ficado mais macia, não sei se por ação dos tamarindos, se pela ação do mocotó presente no meu caldo de carne caseiro ou os dois. Não é científico, mas eu já provei na prática que marinar carnes em caldo caseiro ou simplesmente numa marinada que leve uma porção de caldo simples de mocotó, torna a carne muuuuuuuuuuito mais macia!

Saudades!

coraçãodemaçã disse...

Olá Neide!
Aqui vem uma das admiradoras adventícias. Ainda não descobri porque razão a palavra «tamarindo» me soa tão de-li-ci-o-sa. É uma incógnita e vai continuar assim. Nem sequer tenho uma pálida ideia da anatomia do fruto... Nada!
Há ainda uma lindíssima música do graaaaaaaaande cantor português Fausto Bordalo Dias «No Tempo dos Tamarindos», do seu album «A Preto e Branco» e que é maravilhoso.
Agora, aqui no seu blogue, esses dois copos de suco com cor de sol-poente, deram-me vontade de beber... Estou a rir e a sorrir para si.
Carinhosamente
Dri

sylribeiro disse...

obrigado, neide, ajudou muito, viu?
vou fazer com agua, ao inves do leite mas acho que vai dar certo. muito obrigado pela sua atenção, ontem depois de ler de novo sobre o tamarindo nao resisti e animei para fazer a sua receita em casa, mil agradecimentos!

clau disse...

Um dos meus preferidos...!
E me recordo de um pé de tamarindo enorme, lindissimo, com suas folhinhas tao delicadas, de um verde vivo, que tinha perto de um alojamento la no Parque Xingu.
Uma indiazinha, que era uma pintura, de maneira agilissima, galgou os seus galhos para colher as vagens, pra gente.
O melhor que ja tinha provado!
Boas lembranças...
Valeu, Neide!

Clau disse...

"Come-se" esta sendo uma verdadeira aula! Estou amando, conhecendo coisas novas, pois em toda minha vida nunca tinha ouvido falar tamarindos...

Um beijo e ótima semana

Anônimo disse...

Nem imaginava que com o tamarino podia fazer suco , doces, balas, aqui na minha região é tão comum que ninguém nem olha para eles, aqui perto de casa tem um pé enorme que sempre fica carregado de tamarino. Vou aproveitar sua dica para fazer sucos, Obrigada Neide adoro ler o seu blog.
Raquel.

Maria das Graças disse...

Nossa! Salivei o tempo todo lendo esse post. Uso o tamarindo para suco e para molho de carne. Uma delícia.
Quando faço suco deixo de molho na água por uma meia hora e a polpa fica molinha e passo na peneira. Neide, voce disse que dá uma fervura. Isso ajuda na conservação ou o objetivo é apenas amolecer a polpa?

Anônimo disse...

Neide, que vergonha nem sabia direito o nome da fruta, e tamarindo e não tamarino como falamos aqui na região, aprendi mais uma.
Obrigada
Raquel.

Neide Rigo disse...

Pat,
que elementos ácidos amaciam as fibras da carne é fato. Mas seu caldo deve deixa-la bastante suculenta. Saudade também!

clau, estes da sua lembrança, catados por uma indiazinha certamente são melhores que estes do suco, comprados em supermercado. Não dá pra competir (risos).

Pois é, Clau (a de baixo), agora já conhece tamarindo, pelo menos de nome.

Raquel, aproveite toda a safra. Eles duram bastante. E, quanto ao nome, não se preocupe. Ele também atende por jubaí, tamarina ou tamarino. Mas o importante é o que ele oferece.

Maria das Graças, eu faço como fazem os mexicanos. Fervendo, pode ser conservado por mais tempo na geladeira sem azedar (ou melhor, estragar, porque azedo ele já é). Mas para tomar na hora, se faz assim e dá certo, tudo bem. Deve ficar bom também.

Um abraço,
Neide

jose antonio disse...

ADOREI O BLOG, MAS EU ESTOU QUERENDO A RECEITA DAS PASSAS DE TAMARINDO OU TAMARINDO CRISTALIZADO MAS NÃO CONSEGUI. aLGUEM PODERIA ME AJUDAR?
zeantonio.macau@gmail.comdogyb

LUIGI AMORIM disse...

MASSA DE TAMARINDO PARA SUCO.
TENHO EQUIPAMENTO PARA PRODUZIR A MASSA DE TAMARINDO PARA SUCOS,
ESTE SUCO É UMA BEBIDA DOS DEUSES,
MUITO DELICIOSO.
POUCAS PESSOAS CONHECEM ESTA FRUTA.
MAIS DETALHES POSSO AJUDAR , É SÓ ESCREVER , QUE RESPONDO
MEU E-MAIL ALIMENTOS.SOUSVIDE@GMAIL.COM
LUIGI AMORIM

ze antonio disse...

Faz um ano que perguntei se alguem sabe a receita do tamarindo critalizado, provei em Salvador-BA.
-PASSAS DE TAMARINDO OU TAMARINDO CRISTALIZADO MAS NÃO CONSEGUI. alguém poderia me ajudar?
zeantonio.macau@gmail.com

Anônimo disse...

http://www.ehow.com/how_5098454_make-tamarind-candy.html

Mafalda Ofélia disse...

Nossa, minha experiência com tamarindos vem desde a infância. Eu morava numa rua da Lagoa Rodrigo de Freitas, no Rio de Janeiro, e para quem não sabe existe um trecho em volta da Lagoa que é arborizado com pés de tamarindo, ali perto da Fonte da Saudade. Quando era pequena ia brincar num parquinho (que acabou para dar lugar ao viaduto que leva ao Túnel Rebouças) e subia nos pés de tamarindo, pegava as vagens que caíam e fui crescendo acostumada a esse sabor ácido de doer!!! E delicioso!!
Tenho uma amiga que foi morar na Alemanha e adora aquelas balas redondinhas de tamarindo, que eu não gosto pois acho que tem gosto de vinagre (acho que eles incrementam a acidez da bala com vinagre), mas que eu sempre levava de presente quando ia visitá-la. Um dia, estando lá, fui a uma loja oriental (tipo um empório com produtos exóticos de várias partes do mundo. Essas lojas são imperdíveis!!!) e tinha para vender balas de tamarindo. Comprei para minha amiga toda feliz. Quando fomos comer eram as tais balas com pimenta!!!! Realmente são boas, mas bem picantes. Na verdade não me pareceram balas, mas sim mais uns docinhos, com caroço e tudo, como se fossem as sementes envolvidas num açúcar cristal (era grossinho) apimentado. Não me pareceu que fossem cozidas. Anos depois voltei à mesma loja, atrás das tais balas, a chinesa dona da loja já era amiga de minha amiga e mostrou uma caixinha de tamarindos do outro lado do mundo (Tailândia, Polinésia??), que vinha com 1 quilo de tamarindos. Aí eu disse que não queria, pois na minha terra tinha muito tamarindo, eu gostaria das balas com pimenta, que não tinha aqui. Não tinha a bala e ela abriu a caixa e me deu uma vagem de tamarindo para provar... Conclusão: comprei a caixa, comemos pra caramba e eu ainda trouxe tamarindo para o Brasil. Agora o melhor: o tamarindo foi o melhor que já provei, era doce!!!!! Sim, muito mais doce que os daqui, era ácido também, mas uma acidez bem suave e era maravilhosamente doce. Guardei as sementes, mas, como moro na cidade, em apartamento, nunca tive a oportunidade de plantar...

Neide, gosto muito do seu blog. Sempre interessantíssimo!!!

Fernanda (Mafalda Ofélia é apelido...)