terça-feira, 27 de maio de 2008

É tempo de hibisco ... de novo


A flor cai depois de fecundada. O fruto cresce e seca com as sementes, enquanto o cálice (ou sépala) avermelhado se espessa - é isto que comemos.

Já falei de hibisco aqui e aqui. De novo é tempo dele. Caruru-azedo, quiabo-roxo, quiabo-róseo ou simplesmente Hibiscus sabdariffa L.. Os mexicanos o chamam de flor da Jamaica e os franceses, de roselle. Não tem nada a ver com as groselhas, frutinhos redondos, em cachos, vermelhos. Mas talvez a similitude com roselle levou a nomes como rosélia e, finalmente, a groselha - já vi escrito assim em hortifrutis. Também não tem nada que ver com ameixas, embora japoneses o chamem de umê, pois pode ser feito em conserva como umeboshis. Quando batido é gosmento como o quiabo. Aliás, são da mesma família, originários da África. Por isto, a melhor maneira de fazer suco com ele é cozinhando ou picando para liberar a cor, mas não a baba (a acidez mais o calor cortam qualquer intenção babenta). Para geléia com pedaços, pode ser triturado ligeiramente ou picado. Para geléias límpidas, o melhor é usar a infusão combinada com suco de maçã. As folhas azedinhas também podem ser usadas como verdura. No Maranhão, é chamada de vinagreira e entra no Cuxá, prato que combina as folhas com camarões secos, gergelim e farinha de mandioca e é servido com arroz.

No Clube da Cidade (Pelezão, aqui na City Lapa) há dezenas de pés carregados espalhados pela trilha de caminhada. E em Fartura um só pé produziu o suficiente para muita coisa. Aqui vão algumas idéias:

Para descartar o fruto com as sementes, é só cortar a base e empurrar com o dedo ou com a própria ponta da faca.
Para desidratar: tirei o miolo com as sementes – é só cortar o fundinho e empurrar o fruto seco central (só descobri isto ao caso há pouco tempo e me parece a forma mais óbvia), lavei bem, sequei com pano limpo e espalhei numa peneira. Cobri com tule e coloquei sob sol - no final do dia, tem que recolher por causa do sereno. Quando saí de lá, ainda não estavam prontos. Mas agorinha meu pai disse que já estão guardados num vidro. Cinco dias no sol.


Para fazer chá de hibisco: coloquei numa chaleira 1 litro de água, 5 ou 6 hibiscos frescos (em lojas de especiárias há deles secos), sem sementes, umas 3 rodelas de maçã, um pau de canela e dois cravinhos. É só levar para ferver por 3 minutos ou até o pigmento ser todo liberado (os frutos devem ficar esbranquiçados). Adoce se quiser. Tome quente ou frio (gelado, numa taça de vinho) ou use para fazer reduções, gelatinas, sorbet, sugoli, sagu ou para reduzir o álcool do vinho-quente.

Muito melhor que aquelas caixinhas com pó artificial.
Para fazer sagu de hibisco: levei o chá para ferver, juntei ½ xícara de bolinhas de sagu e mexi delicadamente, só para evitar que fiquem grudadas. Deixei cozinhar por uns 30 minutos em fogo baixo ou até que as bolinhas ficassem translúcidas. Juntei ¼ de xícara de açúcar nos últimos 5 minutos e mexi devagar para dissolver. Servi com natas (2 a 3 porções).


Para fazer geléia de hibisco
(ou chimia de hibisco, como se diz lá no Sul): numa tábua piquei grosseiramente 350 g de hibisco bem lavado e sem sementes e coloquei numa panela de inox com 1 xícara (180 g) de açúcar. Mexi para dissolver o açúcar e cozinhei em fogo baixo até virar um doce cremoso e começar a soltar do fundo (cerca de 15 minutos). Sirva com torradinhas ou use para fazer sorvetes ou batidas com saquê (testei só por brincadeira e deu muito certo).


Batida de hibisco
: use açúcar, hibiscos frescos picados, bastante gelo e saquê ou cachaça para completar. Mas, se quiser, faça como eu: coloquei 1 colher (sopa) da geléiade hibisco no fundo do copo, juntei um pouco da bebida e misturei para dissolver. Enchi o copo com gelo e completei com a bebida escolhida. Ficou gostoso, ligeiramente ácido, doce, refrescante e com uma cor linda.


No México este hibisco comestível é chamado de flor de jamaica. É que esta variedade, diferente dos tipos ornamentais, tem os cálices ou sépalas da flor espessos e são estas as partes úteis. A próxima receita, traduzida do livro Sazones de México, de Marilyn Tausend, não testei, mas não tem como dar errado. Por isto, transcrevo-a com segurança aqui:

Água de Jamaica: numa panela cozinhe por 5 minutos 1,5 litro de água e 2 xícaras de hibiscos secos (185 g). Se quiser, junte a casca de 1 laranja para cozinhar junto. Passe para uma jarra refratária, junte 1/2 xícara de açúcar ou 185 g de mel. Mexa bem. Depois de resfriado por 10 minutos, junte 2 colheres (sopa) de suco de limão. Junte mais açúcar ou mel, se julgar necessário (lembre-se que este suco será diluído - nota minha). Tampe e refrigere por até 3 dias. Na hora de servir, dilua a gosto o suco com água mineral com ou sem gás ou com suco de laranja. Sirva em copos altos com bastante gelo e rodelas de limão.

48 comentários:

Jaquelina disse...

Olá Neide
posso dizer que fiquei emocionada
com a foto do hibisco em flor...
linda...lindas todas as fotos, deliciosas e versáteis receitas...
só preparo conserva de hibisco em sal que adquiro na feira de orgânicos de Porto Alegre... aquela que vc vizitou qdo esteve em POA... aos sábados na cidade baixa ou redenção...
bjs

laila disse...

não sabia que era destes hibiscos q vc falava..na verdade nuna vi destes clarinhos..a.chei q fosse daqueles rosados(as petalas) mas quantas variantes surgram...o sagu e a batida são surpreendentes!!!bjs

Nysa disse...

nunca tinha visto a flor do hibisco ou a planta. obrigada pelas fotos!!! adoro chá de hibisco e compro muitas vezes aqui. as tuas delícias feitas com este fruto estao uma maravilha, parabéns!!!

ĵåииå jōåиïņhå disse...

que legal, sou fã do chá de hibisco, fãaa de carteirinha! mas nunca tinha visto a flor e nem outros usos para ela.. essa geléia deve ficar simplesmente maravilhooooosa!

vi num post anterior vc falando q faria alguma receita com a uva japonesa.. vc tem alguma pra me passar? meu visinho tem um pé imenso delas, que caem tooodas no meu quintal! hehe

mon cahier disse...

Meu Deus qunata coisa gostosa dá pra ser feita com a boa e velha Vinagreira. Eu só conehcia o Cuxá e tmbém costumava comer as petalas da flor. Obrigada por mais essa descoberta.

Marcia H disse...

seu blog é tao delicioso e informativo!
fiquei agora desejando um chá, quentinho e fresquinho, feito com hibisco fresco
obrigada por compartilhar conosco

Anônimo disse...

Oi Neide – É incrível
Você mata a cobra e mostra o pau!!! Sempre em cima de minhas dúvidas e questionamentos. Em todo caso mando e-mail à parte porque aqui só podem 300 caracteres...
Abraços
Antônio César

felipe disse...

Olá Neide,
Um dia perguntei a você a respeito dessa delícia. Por coincidência ontem comi na forma de conserva salgada (que comprei em Maringá -PR), pena que tenha sido o finzinho e o sal tenha apurado (creio).
Hoje você caprichou novamente.
Deixo a dica pra quem mora em Maringá. A conserva que lá é chamada de umê pode ser encontrada na feira central, ao lado do estádio.

Cássia Hanaoka disse...

Minha mãe faz o Umê (conserva) e a geléia e são realmente muito bons, mas essas outras receitas suas também estão com uma cara ótima! Vou tentar fazer!

Anônimo disse...

Nossa que incrivel!
Antes eu nem sabia o que era um hibisco, quando ouvi falar na tv.
Agora descobri que é uma flor que eu vejo todos os dias, e que é comestivel!!!

Ana disse...

Bom dia!!!!!
Fiquei sabendo dos benefícios desta linda flor,hibisco,e as comprei desidratada.Gostaria de saber qual delas se pode "comer" pois no meu bairro tem varias cores de hibisco e eu inclusive tenho a cor rosa.Grata pela atenção.
Ana

Neide Rigo disse...

Oi, Ana, como vê pelas fotos, o hibisco comestível é só este gordinho - é o receptáculo e não a pétula. Eles podem ser rosados, vermelhos, esverdeados ou até listrados. Não confunda com as flores ornamentais de hibisco. Não que sejam venenosas, mas não têm atrativos gastronômicos. Um abraço, n

Anônimo disse...

Olá!!Tenho um super dúvida.
Só pode ser esta espécie de Hibisco? Ou podemos usar as de outra cor?
Obrigada

Neide Rigo disse...

Anônimo,
deste tipo, gordinho, tem também um listrado e de outras tonalidades. Mas não é o hibisco ornamental. Espero ter respondido.
Um abraço, N

Patti disse...

Olá Neide, estive a ler a sua receita de geléia de hibisco e você só fala no açúcar e nas sementes. Não leva nada de água?

Beijos de Lisboa

Neide Rigo disse...

Oi, Patty,
não precisa de água, não. Ele já é bem aguadinho quando fresco. Se estiver desidratado, aí sim coloque um pouco de água e espere atingir o ponto.

Um abraço,
N

Anônimo disse...

minhas amigas estão tomando o chá de hibiscos para emagrecer... e estão conseguindo. Talvez seja uma boa dica.

Anônimo disse...

Neide, acabei de ganhar sementes de vinagreira e adorei descobrir seu blog e suas receitas!! Agora vou saber como tirar bom proveito dessa planta... Muito obrigada pelas explicações detalhadas e as belíssimas fotos!!

Juliana

Anônimo disse...

Ola meu nome é Lidiane de Paula.Tenho tomado chá de hibisco para perder peso,mais pelas pesquisas que fiz a flor nao era igual a essa do blog.Foquei muito confusa já qu compro o produto em uma farmacia de manipulação.

Obrigada pqla atenção.

Kerol disse...

Olá gostaria de saber quala adiferença deste hibisco pra aquele que tem a flor?????? Para plantar qual e o tipo de semente que eu tenho que comprar???

Neide Rigo disse...

Oi, Kerol,
este é parente do hibisco ornamental, mas que tem estas sépalas gordinhas. É fácil diferenciar. Um abraço,n

Roselene disse...

Olá Neide! Sou academica de nutrição e quero fazer uma pesquisa sobre o hibisco (tbm conhecido como pará umê). Vc teria algum material q pudesse me ajudar? E tbm quero cultivar a planta para facilitar meu estudo, onde encontro mudas ou sementes?
Se puder me mandar por email, agradeço.

Neide Rigo disse...

Roselene,
o que tenho está tudo aqui no blog. É só ir lá no campo de busca, do lado direito, e digitar hibisco. Deve ter mais coisas.
Quanto à semente, talvez possa encontrá-la neste site: http://www.tabutinssementes.com.br./
Um abraço, N

SPaulo disse...

Saberia dizer-me:
Onde posso arranjar sementes que deem boa qualidade (carnosas) de cálix?
O que tenho o cálix são raquiticas e secas. Agradeço de antemão

janine disse...

Nossa q nostalgia!minha vózinha Paulina descendente de austriacos...a qual me criou,fazia deliciosas panquecas quentinhas p mim com uma geléia de hibiscos....sou do Parana em Ponta-Grossa!

Anônimo disse...

• Vinagreira (HIBISCO (erva verde meio azeda)
• 1 tomate picado
• 1 cebola picada
• 1 pimentão picado
• Pimentinha de cheiro a gosto
• 150 g de camarão seco
• Gergelim a gosto
• 1/2 kg de arroz branco cozido
• Azeite
1. Coloque as folha de vinagreira (hibisco) pra cozinhar até murchar, retire do fogo escorra, e de umas batidas nela com a outra face da faca
2. Refogue todos os temperos em azeite, coloque o camarao seco, um pouco do gergelim e as folhas de vinagreira, mexendo sempre para incorporar ao refogado
3. Depois vá acrescentando o arroz já cozido, não esquecendo de que tem que ficar bem verdinho, por conta da vinagreira
4. Por fim e só degustar esse típico arroz maranhense

Annie disse...

Arroz de cuxá-maranhense
além destas receitas com a flor com, as folhas da planta hibisco (vinagreira), no maranhão se faz o famosso arroz de cuxá e o delicioso cuxá.

Annie disse...

ARROZ DE CUXÁ/Maranhense
4 maços de vinagreira (hibisco)(2 xícaras de folhas apertadas)

2 tomates
1 cebola grande
4 talos de cebolinha verde
4 talos de hortelã
1 dente de alho
4 colheres de sopa de óleo (de soja ou gergelim)
1 xícara de camarão seco descascado
400 gramas de camarão fresco descascado e cortado em
pedaços grandes
2 xícaras de arroz
4 xícaras de água fervente (pode ser o caldo que
cozinhar a vinagreira)
sal a gosto


Corte a vinagreira em tiras.
Reserve. Pique o tomate, a cebola, a cebolinha, a
hortelã e o alho. Numa panela com óleo, refogue a
cebola até ficar transparente, depois junte o alho, o
camarão seco e o fresco - separe um pouco para decorar
o prato. Deixe refogar por uns minutos e acrescente o
tomate, a cebolinha e a hortelã. Refogue até os
ingredientes ficarem cozidos e secos. Acrescente a
vinagreira e misture bem. Junte o arroz refogado e
adicione água fervente. Acerte o sal e misture. Tampe a
panela e cozinhe até o arroz ficar macio. Sirva em
seguida

Neide Rigo disse...

Annie, obrigada pela receita. Vou tentar fazer dia desses.

SPaulo, veja a resposta no comentário anterior ao seu.

Um abraço,
N

Anônimo disse...

OLÁ NEIDE TENHO UMA PLANTAÇÃO DE HIBISCOS, DÁ PENA QUE ESTÁ ATÉ PERDENDO, QUERIA SABER SE TEM UMA TECNICA P/ DESIDRATAR O HIBISCOS,POIS É DA FLOE BRANCA, FAÇO CHÁ TODOS OS QUERIA UMA RESPOSTA SE POSSIVEL.ABRAÇOS

Milka disse...

Oi Neide, então estou pequisando sobre a jamaica mexicana,quanhei uma muda e proveio suco. mais achei semelhante a uma plata da minha região norte. a vinagreira que e muito usada em pratos feito com peixa.legal que encontrei o seu site, me ajudou muito.bj

Anônimo disse...

O hibisco é cultivado como alimento em Imperatriz-MA e muitas pessoas conhecem como cuchá ou vinagreira, apésar destes nomes serem a iguaria que se faz dessa planta. Moro em Goiania mas trouxe esta cultura para cá e ha 9 anos usufruo desta planta. La em casa se faz com bem com cebola de folha e de cabeça, quiabo, pimentão picadinho e cheiro-verde que é o segredo do cheiro desta comida. É saudável 100%, não tendo contra indicações. Pra nós la no Maranhão ela é passada de geração pra geração tendo seus 200 anos de tradição. Minha avó cultivava, e minha mãe conhece tudo sobre esta planta. Daqui uns 2 meses ela estará toda florada, pronta pras sementes que ficarão na terra até as próximas chuvas...

Ana |Oliveira disse...

Oi! adorei seu blog,estava procurando algo sobre hibiscus.tenho alguns pés de hibiscus aqui em meu sítio que fica em Pernambuco, so que as flores dele são púrpura, queria saber se posso fazer o chá com ele.Se vc puder dar uma olhadinha no meu blog, lá tem umas fotos dele(www.artinxhoroom.blogspot.com)euficaria mui grata, abraços
Ana Oliveira

Ana |Oliveira disse...

Oi! adorei seu blog,estava procurando algo sobre hibiscus.tenho alguns pés de hibiscus aqui em meu sítio que fica em Pernambuco, so que as flores dele são púrpura, queria saber se posso fazer o chá com ele.Se vc puder dar uma olhadinha no meu blog, lá tem umas fotos dele(www.artinxhoroom.blogspot.com)euficaria mui grata, abraços
Ana Oliveira

Neide Rigo disse...

Ana, eu já tinha lhe respondido no outro post que você comentou:

Neide Rigo deixou um novo comentário sobre a sua postagem "É tempo de hibiscos II":

Ana, eu demorei pra encontrar seu blog, porque trocou uma letra. Mas, pelo que vi, seu hibisco é diferente deste que conheço. Tóxico não é, e também não vai ter esta cor bonita, mas experimente e veja se é bom de gosto. De qualquer forma, é lindo. Um abraço, N

CBA - 2011 disse...

Sra Neide, Semana passada em um experimento agroecológico no sertão do CE um agricultor me mostrou seu "pé-de-vinagreira" , eu ja conhecia, tambem seu uso em tempero para saladas(aqui no CE)... pesquisando o blog dos Herdeiros do Sitio me deparei com seu artigo e em homenagem ao plantador resolvi republica-lo, ele pode ter acesso ao blog da agroeco e quem sabe ter novas idéias para aproveitar a planta. Desculpe se não lhe pedi autorização, peço agora, e por uma boa causa: que os camponese possam aprender a valorizar o que aqui alguns consideram apenas "matinhos". Tenho certeza que ele vai ficar orgulhoso e cheio de ideias quando souber do que o hibisco é capaz! Tambem pensei que o blog da agroeco precisava de algo belo sobre a questão agricultura-alimento... a situação no campo é tão séria...Em tempo passei apenas uma vista no seu blog que é muito lindo e ..gostoso.Também gosto de cozinhar, sou macrobiótica há muito tempo e agora estudo agronomia na UFC. Saudações Espirituais
Elaine Batista
Mais uma vez obrigada pelo belo post.

Neide Rigo disse...

Elaine, fico feliz de saber que o post poderá ser útil. Obrigada por avisar e, claro, que autorizo.
Um abraço,
N

Anônimo disse...

Neide sou Ricardo sei que vc é uma estudiosa em plantas, então, como conseguir sementes ou muda sei lá do hibiscus sabdariffa, como conseguir essa planta? ricardo.oliveira760@hotmail.com

Anônimo disse...

Também amei o seu site.
Que coisa legal, tantas receitas... parabéns!

Olha, eu tenho sementes a venda, se alguem se interessar, é só contactar.

Abraços

perfume_celestial@hotmail.com

Ana tadei disse...

Olá!
Tenho hibiscos de diversas cores e um especial que têm as flores e folhas cor de vinho. Adorei este que tem a flor branca. Alguém aí tem ideia de como consigo uma muda?

Anônimo disse...

Sou nutricionista, sempre que posso pesquiso sobre antioxidantes, gosto muito do hibisco, consumia muito na minha infancia, minha mãe plantava para fazer suco, só há 3 anos que encontro em casas naturais, seco, uso como suco. Nunca eu havia visto a palavra "chimia" fiquei feliz sou descendente de alemães e essa palavra é comum nas conversas em alemão.

Anônimo disse...

Oi,por favor manda algumas sementes de vinagreira pra mim...é para eu plantar e consumir em forma de cuxá.já tem 24 anos que eu não como essa iguaria ,estou disposta á pagar o frete por envio dos correios.Desde já te agradeço.

Anônimo disse...

Oi,por favor manda algumas sementes de vinagreira pra mim...é para eu plantar e consumir em forma de cuxá.já tem 24 anos que eu não como essa iguaria ,estou disposta á pagar o frete por envio dos correios.Desde já te agradeço.
Meu nome é:Loanita de Araújo Vieira.Moro em: Rua 15 n 174 maranguape 2 Paulista PE. http://facebook.com/loanita.vieira

Urbaninha disse...

Cara foi de uma explicação da 'água de jamaica' neste blog (http://cavaleirocomsolitaria.blogspot.com.br/2011/07/entenda-as-piadas-sem-sentido-do-chaves_11.html)que explica sobre o seriado chaves que me trouxe aqui, agora tô contente em saber mais sobre algo tão gostoso que é o hibisco.
obrigada

ROGERIO disse...

Olá Neide, a minha vizinha tem um pé desta planta no quintal, é tão grande que ela corta toda, mas volta a crescer mais bonita ainda. Minha pergunta é, ela tb serve pra fzer o cha de hibisco e as outras receitas?

Neide Rigo disse...

Oi, Rogério!
Se está dizendo que a planta dela é igual à minha, então serve. Já viu se os frutinhos são iguais?
Um abraço,n

Osana Macedo disse...

Oi Neide,
estou a procura de uma muda ou semente de hibiscus para fazer chá, onde posso encontrar, moro no Paraná! Eu amo o chá de hibiscus!
mas como moro em uma cidade do interior não consigo encontrar aqui tenho que trazer de outras cidades o hibiscus desidratado. E como adoro flores gostaria de adquirir um! bjs

Alessandra Oda disse...

Olá, Neide! parabéns pelo blog e por esta reportagem, sou uma "nova-rural" aqui em São Bento do Sapucaí/SP e meu marido e eu plantamos uma groselheira, sem ter a noção de quantas gostosuras podemos fazer já que temos um buffet de crepes.... Agradeço pelas super-dicas! Sucesso!