terça-feira, 8 de janeiro de 2008

Pão de queijo de liquidificador - continuando o papo de ontem


Inspirada nos pãezinhos da Teresa e com a certeza de que nunca chegarei àquela perfeição toda, comecei minhas primeiras tentativas (estes da foto eram os que estavam a assar enquanto postava sobre isto, ontem). Bem, eles ficaram perfeitamente ocos e ainda macios por dentro, embora com a superfície bem crocante e flexível. Já fiquei imaginando uns recheios que combinassem. Comemos com o jantar e experimentamos rechear o buraco com o que tínhamos à mão – eu, salada; Marcos, um cubo de frango indiano. Mas imagino que ficaria melhor com carne seca desfiada, creme de camarão, queijo com geléia de pimenta... Pronto, cozinha é isto. Já não é mais pão de queijo, já não é mais pão de queijo de liquidificador e, quem dirá, o pãozinho da Teresa!

Vou continuar tentando melhorar, mas, por enquanto, lá vai a receita que saiu:

Pãozinho de polvilho com queijo

½ xícara de leite (120 ml)
¼ de xícara de azeite (60 ml)
1 ovo caipira pequeno
1 xícara de polvilho doce (tapioca starch, fécula de mandioca, goma seca)
2 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado
1 pitada de sal ou a gosto
Flor de sal e alecrim para espalhar sobre a massa

Coloque no copo do liquidificador o leite, o azeite, o ovo, o polvilho, o queijo e o sal. Bata bem e distribua em forminhas de empada não untadas. Espalhe um pouco de flor de sal e folhinhas de alecrim por cima e leve ao forno bem quente. Deixe assar por cerca de 20 minutos. Rende: 24 pãezinhos.

Betumi
Aproveito para recomendar o site e
o blog da Fran Ósseo-Asare, que conheci no dia do almoço. Antropóloga americana, ela está passando um tempo no Brasil e é especialista em comida africana. No blog ela fala sobre ingredientes, das influências africanas e ainda relata a experiência no restaurante O Navegador.

15 comentários:

pipoka disse...

Neide,

É só para avisar que vou fazer estes maravilhosos pãezinhos de queijo ;)

bjs grande e Bom Ano

Laurinha disse...

anotado.....
Beijinhos,

Lílian disse...

Gostei da dica do restaurante! : )

risonha disse...

acho que finalmente vou dar uso ao tal pacote de tapioca... lol
e obrigado por nos dar a conhecer mais um site e mais um blog.

lunalestrie disse...

Opa, estou fazendo agora uma receita com fécula de mandioca e aposto que estes serão os próximos a usar esse ingrediente no meu forno... :)

Arthur disse...

Neide, sou um leitor assíduo do Come-se, porém nunca tive a oportunidade de comentar nada aqui, apesar de gostar de tudo que você escreve. Mas hoje você salvou minha cozinha.
Sou vegetariano e ouvi dizer sobre "carne de jaca". Nunca tinha visto uma jaca aberta na minha frente e quando me dei conta tinha aquela gosma até no teto, foi quando eu lembrei que você tinha escrito algo sobre elas. Fiquei muito feliz em saber que aquilo é lipossolúvel, agora eu já posso usar minhas mãos sem grudar em nada de novo!

Bem, muito obrigado e parabéns pelo blog.

:)

laila disse...

humm mais uma de suas maravilhas né Neide! adorei! mas a foto dos pães da sua amiga está uma loucura tão douradinhos...e adorei as estufinahs...bárbara a ideia!

bjocas e um lindo 2008!

Paula Amanda disse...

Neide querida!!!!

Seus pães estão lindinhos, devem estar deliciosos também!!!
As combinações de recheios então melhores ainda, hummmm...
Abraços,
Paula Amanda

Paulo Polzonoff Jr disse...

Oi, pessoal.

Antes de mais nada, desculpe. Sei que isto é chato e até um pouco deselegante. Mas sou novo neste mundo dos food-blogs. Novo e empolgado. Queria que vocês dessem uma olhada no meu site de jornalismo gastronômico: Comensais. Começou no dia 7 de janeiro. Está engatinhando ainda. Tenho certeza de que vai melhorar.

Abraços e beijos,

Eliana Scaramal disse...

Neide o Rapha ama pão de queijo! Que lindos estão!

Sonia disse...

Adoro pão de queijo! Essa sua receita parece deliciosa! Já programei para o final de semana.

Raíssa Hardt disse...

Acabei de terminar de assá-los e achei que ficaram com muito gosto de azeite. Coloquei todas as medidas exigidas. Fiz 10 unidades em forminhas de empada grandes. Assou em 30 minutos em forno alto pré-aquecido.

Além do gosto de azeite, os pães de queijo ficaram ocos, o que acho que é normal por serem feitos com polvilho doce, não é?

Experimentei também essa receita: http://come-se.blogspot.com.br/2011/04/quinta-sem-trigo-18-pao-de-queijo.html e adorei! Ficou cascudinho e muito saboroso. Dividi em três partes. Uma fiz ao natural, em uma coloquei orégano, e na outra, cebola desidratada. Rendeu 50 unidades pequenas.

Parabéns pelo trabalho!
Até mais.

Neide Rigo disse...

Raíssa, é que eu adoro gosto de azeite, mas tente diminuir a quantidade da próxima vez ou substituir por outra gordura, como manteiga derretida, por exemplo.
Um abraço, N

Raíssa Hardt disse...

Eu também gosto do gostinho de azeite, mas achei que ficou MUITO forte. Vou tentar refazer a receita um dia desses! Beijos.

Leticia Cinto disse...

Neide, só para te contar que já fiz 2 vezes esta receita nos últimos dias. Aproveitando as informações de outros posts, coloquei metade de polvilho doce e metade azedo e fervi o leite, colocando-o sobre o polvilho. O pãozinho cresce que é uma beleza e fica ótimo! (a primeira vez, não fervi o leite e ele cresceu pouco).