segunda-feira, 23 de julho de 2007

Pan con Palta ou Sanduíche de abacate do Ives

Receita: pão, fatia de tomate, fatia de abacate, sal (limão e azeite opcionais)


Na sexta-feira, falei aqui sobre o sanduíche de abacate do Ives, que não consegui fazer por ter esquecido no mercado o abacate já pago. Mas foi até bom porque na sexta-feira, inconformada, fui ao sacolão do português e encontrei lá o fruto perfeito, o tipo hass, menorzinho, mais gorduroso, compacto, cremoso. Serve ainda o da variedade fuerte, também miúdo, periforme (me recuso a chamar estes dois pequenos de avocado, nome que recebem no mercado; é a mesma coisa que chamar laranja-pera de laranja e laranja-lima de orange - são variedades diferentes, só isso). O nosso abacate grandão também pode ser usado, desde que esteja no ponto de maturação em que pode ser descascado e cortado como a uma fatia de manteiga em temperatura de vinte graus. Pelo comentário do amigo peruano - veja logo abaixo-, o sanduíche não levava azeite e era acompanhado de Inka-Kola ou café-com-leite. Já o meu, teve o tempero do azeite extravirgem, que pedia uma taça de vinho - um simples (bote simples nisso) cabernet sauvignon 2005 da Aurora. Que não aconselho a ninguém. Melhor seria um copo de café-com-leite ou até mesmo a Inka-Kola, que comprei ontem na feirinha boliviana da praça Kantuta.

"Neide, era asim mesmo só que sem o azeite (era caro, muito chique, rsrsrs).O abacate que recomendo é esse que vendem no Pão de Açucar ou no Mambo, pequeno, aqui chamam ele de avocado. No Peru a gente come isso no café da manhã e na tarde, com café com leite. Meu irmão comia ele com Inka Kola - 7 pães e um litro de Inka kola, refrigerante tipico do Peru, feito de camomila. Saudades da minha inka kola amarelinha ... rsrsrs. Também os camelôs na porta das escolas o vendem, ou seja é uma tradição nacional"

Ives Berguer

Em São Paulo, o refrigerante peruano pode ser encontrado na feirinha boliviana, na praça Kantuta

Sobre a Inca Kola
A bebida existe desde 1935, mas desde 1999 pertence à Coca-Cola. Talvez a bebida nostálgica do Ives tivesse mesmo em sua fórmula original a camomila, mas hoje, pelo menos é isto que aparece no rótulo, a cor de chá de bebê é dada pelo corante amarelo-tartrazina. Este é um daqueles aditivos proibidos na Europa, que podem causar reações alérgicas como asma brônquica e recentemente seu uso foi associado a insônia infantil (ele está presente em vários alimentos infantis como sorvetes, iogurtes, sucos artificiais, balas, biscoitos). Mas por aqui e em países vizinhos tudo pode... De sabor, é gostosinho, refrescante. Um refrigerante que, a não ser pela cor, lembra bastante o tutifruti artificial da nossa tubaína, ambos à base de água gaseificada, açúcar, aromatizantes e corantes. Putz, que banho de água fria, Ives, mas da próxima vez vou mesmo de café com leite ou de um vinho que preste.

Para quem tem medo de abacate
Só para ter um idéia, o sanduíche acima, com azeite e tudo, não chega a 300 calorias e vale por uma refeição (o melhor: é uma delícia). Sem falar que os abacates constituem as melhores fontes dos antioxidantes beta-sitosterol, relacionado com diminuição dos níveis de colesterol, e de glutadiona, que, além de bloquear a toxicidade do colesterol LDL, bloqueia inúmeras substâncias cancerígenas e previne a formação de catarata. Além disso, sua composição de gorduras – mais monoinsaturada que saturada e polinsaturada – faz dele ótimo aliado do coração, já que melhora os níveis de colesterol HDL (aquele "do bem"), protegendo as artérias.

9 comentários:

fezoca disse...

Neide, ontem meu marido comeu um sanduba de frango e as fatias de abacate vieram num pratinho separado. Gostei muito desse sanduiche do Ives e vou com certeza tentar qualquer dia.

Ja a Inca-cola... ganhei uma latinha outro dia de uma peruana. Sem condicoes... a cor horrivelmente artificial ja eh broxante. E o gosto fica um pouco abaixo da horrorilda root beer. Eh quase como que beber xarope de tosse diluido em agua com gas. eca! fico com o nosso guarana! :-)

beijao,

Ives disse...

Neide, depois de ser vendida nossa Inka Kola, deve ter virado como todo os que os americanos encostan, meramente quimico... Eles são uma especie de Midas dos quimicos...
Mas fiquei feliz que pelos menos o sanduiche ficou legal :)!!!
Mas é engraçado qdo bebo Inka kola ainda acho ela gostosa, deve ser que meu inconciente se recusa a aceitar q os sabores de minha infancia foram trocados por produtos artificiais...vai entender rsrsrs.
Besos.
Ps: Fezoca,eu tb gosto muito da Guarana com uma rodela de Laranja e meu sanduiche de Palta (como é chamado o abacate no Chile, Colombia e Perú), alias to saindo agora para o Mambo comprar duas "Paltas e um litro de Guarana em homenagem a meu irmão que mora agora em londres e morre de saudades de seu "Pan Con Palta"... Bye

Eliana Scaramal disse...

Menina o sanduiche deve ser uma delícia!! Ficou tão bonito!! E amo abacate. :)
Gostei das lembranças do Ives!!

ivana arruda leite disse...

Neide! Acabei de comer o sanduíche do Ives e AMEI! O melhor de todos os tempos. Um beijão pra você (e pra ele) por essa iguaria.

Ludmila Carvalho disse...

Neide, seu blog é sensacional! Já vou botar na minha lista de favoritos. Estou achando essa troca de informações bloguístico-culinárias muito interessante...

Olha que eu tomei essa Inca Kola uma vez em Chinatown, e a besta aqui até hoje pensando que era coisa de chinês, hauhauhauhuah! Mas, realmente, agora o Inca faz até mais sentido...

Beijos
Lud

ronodi@gmail.com disse...

Olá!
Eu sou peruano, achei seu blog
que legal que vocês conheçam Inka Kola e o sanduíche de "Palta" =D

Eu ainda não bebi o guaraná antártica mas já ouvi falar muito, também ouvi que os brasileiros acham estranho comer abacate com sal hehe

Neide Rigo disse...

Ronodi! Obrigada pela visita e pelo comentário. Pois é isto mesmo. Brasileiros acham estranho comer abacate com sal, pois aqui é uma fruta à qual se junta açúcar. Eu gosto de abacate de qualquer jeito, puro, com sal ou açúcar.
Um abraço,
N

Henrique disse...

Gostei da informação sobre o lache. O Clube de Rotary que faço parte todo ano faz um evento que serve pratos típicos de outros paises, gostaria de fazer uns pratos do típicos do Peru, você conhece outros pratos e forma de preparo?

Neide Rigo disse...

Henrique,
infelizmente meus conhecimentos sobre a cozinha peruana são parcos.Se me lembrar de algo, te passo. Um abraço, N