quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Bolinhos de fubá com amendoim. Ou quinta sem trigo 43

Inspirados nos beñes que fiz no Senegal e com a lembrança dos bolos de frigideira que minha mãe, tias e as duas avós faziam e chamavam de bororó ou caxambu (e eu nunca vi estes nomes em outras famílias), resolvi fazer estes bolinhos que ficam fofos e com sabor intrigante, diferente dos tradicionais bolos de fubá com erva-doce. Assim como aconteceu naquelas oficinas, estes também podem ser fritos como bolinhos  de chuva. Mas eu gosto assim, sem gordura, cozido na chapa. São tão sequinhos que o açúcar com canela mal gruda na superfície. Pode ser uma opção sem glúten e mais leve às rabanadas para as crianças com doença celíaca. E também adultos, claro. Aliás, esqueçamos o light com a ideia que acabo de ter,  acho que vou chacoalhar este açúcar aí de cima, guardar na geladeira para ressecar um pouco e, quem sabe, na noite de natal empanar com leite, ovos e fubá, fritar e aí sim cobrir com açúcar e canela. Será que vai funcionar? A ver. 




Bolinho de frigideira com fubá e amendoim 


2 ovos
1/3 de xícara de açúcar (usei cristal, orgânico)
1/2 xícara de água 
1 colher (sopa) de água de flor de laranjeira ou suco de limão
1 pitada de sal 
1/4 de xícara de farinha de amendoim (amendoim torrado e triturado no liquidificador ou passado pelo moinho)
3/4 de xícara de fubá (usei orgânico)


Raspas de um limão 
Meia colher (chá) de bicarbonato de sódio ou 1 colher (chá) de fermento químico 
Açúcar com canela para polvilhar 


Na batedeira, bata os ovos com o açúcar até formar uma mistura fofa. Junte a água e a água de flor de laranjeira ou suco de limão e continue batendo. Adicione os demais ingredientes, menos o açúcar de polvilhar,  e bata numa velocidade menor, só para homogeneizar.  Aqueça uma chapa de pedra ou uma frigideira anti-aderente e unte a superfície com óleo. Coloque pequenas porções, ajeite com a colher para que fiquem redondas e deixe cozinhar em fogo baixo, até a superfície de cima começar a ficar firme. Vire com uma escumadeira e deixe dourar do outro lado. Se quiser, frite em bastante óleo. Escorra bem e polvilhe farinha de baobá (baobá passado por peneira).


Rendimento: cerca de 20 bolinhos

6 comentários:

angela disse...

Que chapa é essa? Só tenho frigideira ou aquele tipo grelha. Onde existe? Gostei.

Neide Rigo disse...

Angela, é uma chapa de pedra sabão, mais precisamente uma forma de pizza que uso como chapa. Pode ser uma chapa de ferro pra bifes. Um beijo, N

Igor Campos Leal disse...

A receita está duplicada o ingrediente farinha de amendoim, com 1/4 de xícara e 3 colheres... É isso mesmo?

Anônimo disse...

Secundando o que Igor Campos disse, pensei em fazer a receita, mas a farinha de amendoim foi indicada duas vezes (1/4 de xícara e,logo adiante, 3 colheres). Estou interessada e gostaria de uma orientação, pois temo pôr farinha de mais ou de menos. Obrigada. Neiva de Almeida.

Neide Rigo disse...

Igor e Neiva! Desculpe-me pela distração. As colheres estão a mais. O certo é 1/4 de xícara. Já arrumei o post. Obrigada por avisar.
Um abraço, N

JOSE VANDERLEI DA SILVA disse...

BOM DIA GOSTEI MUITO DO SEU BLOG, GOSTARIA DE SUGERIR A VOCÊ SE POSSÍVEL SE VOCÊ TIVER POSTAR RECEITAS PARA OS DIABÉTICOS SENTIMOS GRANDE VONTADE DE SABOREAR SEUS QUITUTES MAS VOCÊ SABE AS FICAMOS IMPEDIDOS POR CAUSA DOS CARBOIDRATOS E AÇUCARES, ACHO QUE VOCÊ ESTÁ ME ENTENDO. MAS GOSTEI MUITO INCLUSIVE COPIEI ALGUMAS RECEITAS SUAS PARA QUEM TENTAR FAZER.