terça-feira, 10 de novembro de 2009

Mercado da Ribeira, em Lisboa. O nome e o preço dos peixes e frutos-do-mar




No único dia em que passei em Lisboa já era hora de voltar. Preferi acordar de madrugada e visitar o Mercado da Ribeira, mesmo tendo que sacrificar a noite anterior para poder dormir, enquanto os amigos de viagem foram conhecer a noite lisboense. Quando eu estava saindo do hotel, encontrei-os chegando.


Em compensação, nunca vou me esquecer do amanhecer em Lisboa. É uma das horas mais lindas do dia e a gente raramente tem oportunidade de ver. Aqui e em qualquer lugar. E em Lisboa foi especial - aquela pincelada vermelha escorregando para o amarelo às margens do rio Tejo não se vê a toda hora.


Bem, cheguei ao Mercado e o sol já começava a raiar morninho e entrar pelas telhas de vidro. Mal sabia o que ia encontrar, se mais legumes, mais frutas ou mais peixes. Não sabia nada daquele mercadão de 127 anos (foi inagurado em janeiro de 1882) que já sofreu muitas avarias, mudanças e reformas ao longo dos anos, mas segue inteirão, imponente. As lojas ainda seguiam na arrumação, com alguns vendedores de bom humor, outros nem tanto (como se dá também por aqui) e bons compradores - aparentemente donos de restaurantes. E muito peixe fresco, além de verduras, legumes e um segmento só de flores.

As fotos, tirei as que pude, procurando não incomodar muito depois de pedir autorização e em alguns casos receber um sim desconfiado. E até alguns nãos categóricos e constrangedores. Mas encontrei ali vendedores simpáticos - até uma brasileira do Paraná, que vendia carapaus e joaquinzinhos. E a portuguesa Luisa Gonçalves, que tem uma loja de mariscos frescos e congelados e me deu a maior assistência nas fotos, abrindo os balcões refrigerados pra evitar reflexos. E também o vendedor de mariscos, navalhas e berbigões que chegou a ajeitar os nomes para sairem nas fotos.


Os peixes estavam fresquíssimos e fiquei com muita vontade de ter ali por perto um fogão onde pudesse assar um salmonete, fritar uns joaquinzinhos enfarinhados pra comer com arroz de tomate ou preparar um arroz de sáfio. Fiquei na vontade, mas eu ainda volto.

Meu interesse maior foi saber se os peixes, moluscos e crustáceos que se vendem por lá são os mesmos que se vendem aqui (alguns, nunca tinha visto além dos livros). E os nomes, os preços. É só isto que vou mostrar.



Pargos, pescada e pescadinha


Besugo (Pagellus acarne) e salmonete (da mesma família das nossas trilhas) fresquíssimo, o que mais cobicei

O tamboril de lá é feio como o de cá, tanto que é exposto de cara pra baixo. Mas o bom sabor de lagosta deve ser o mesmo
Peixes chatos que andam se arrastando por aí: a raia, o linguado e o pregado


Atum
Safio, que chamamos de congro. E peixe-lixa, do qual se retira a pele por ser áspera como lixa
Sardinha, carapau e carapauzinhos, mais conhecidos como joaquinzinhos, do tamanho de manjubas (veja-os fritos lá embaixo)
Dourada e robalo
Peixe-espada branco e negro - segundo a vendedora, mais gordo

Polvo

Chocos e lulas
Ovas de pescada, peito e pata de caranguejo e "salada de mariscos"
Lagosta, cara aqui e lá, sapateira e lagostins
Camarões e gambas (os camarões menores, vermelhos)

Burriés (molusco gastrópode como os escargôs, da espécie Gibbula divaricata)
Ameijoas brancas, 5,00 euros o quilo; ameijos boas, 25,00 euros!!. E berbigão
Ameijoa boa de novo. E longueirão é o mesmo que navalha

Ostras, ameijoas e conquilha (molusco bivalve do gênero Donax)

Logo depois, pouco antes de irmos para o aeroporto, tomamos vinho gelado e comemos joaquinzinhos fritos na R. Vieira Portuense, de fronte para laranjeiras, sentindo o Tejo logo ali
Pelo que notei ao sair, para comprar moluscos como burriés, navalhas e boas ameijoas, tem que chegar bem cedo, pois quando fui embora, alguns já haviam se esgotado.
Para saber mais sobre peixes, crustáceos e moluscos mostrados aqui, consulte o site do
Oceanário de Lisboa.

15 comentários:

clau disse...

Hihihi.
Nossa mae, Neide!
Sabe que eu fiquei olhando as suas fotos, destas gostosuras todas, e pensando: como sera que a gente encara comer algumas coisas de aspecto tao estranho, para se dizer o minimo?...rss
Boh!...
Bjs!

Maria-Manuel disse...

OBRIGADA POR UMA VISITA TAO PORMENORIZADA AO NOSSO PEIXINHO ! Muitos portugueses já deixaram de visitar os mercados do peixe, de o saber arranjar, e até de o comer. O que se encontra nos grandes supermercados não é fresquinho e não cativa tao bem a clientela como o que se vê nos mercados ou nas lotas. Tinha de ser uma estrangeira a mostrar o que ainda há de bom ! Bem haja.

ana disse...

Parabéns pela reportagem!

Eu ainda cultivo a ida ao mercado para comprar as frutas e legumes, mas especialmente o peixe. Não há comparação possível com o peixe que encontramos nos hipermercados. Tenho pena que a minha geração continue a preferir comprar em hipermercados... é uma geração que não sabe distinguir os vários peixes, como escolher os mais frescos, como pura e simplesmente arranjá-los...

Só uma pequena correcção... navalhas ou lingueirão e não longueirão.

Beijinhos e continuação de bom trabalho! Bom blog!

Conversa Inútil de Roderick disse...

Peixinho bom...
Agora apresenta o do Brasil!

Neide Rigo disse...

Clau,
pra mim, nada daquilo me parece estranho. Eu sou bom-garfo.

Maria, gostei muito de conhecer estes peixinhos de sua terra, ainda que tão superfluamente. E estrangeiro sempre vai ter um olhar curioso. É normal.

Ana, é que nem sempre os mercados estão tão pertos da gente. Eu também prefiro comprar peixes em mercados. Quanto ao longueirão ou lingueirão, parece que os dois nomes são usados. No pacote, como pode ver, estava registrado longueirão. Mas destes moluscos nada sei. Obrigada.

Roderick, já falei de vários peixes no blog, de forma dispersa. Mas tenho posts dos peixes

Um abraço,
N

Neide Rigo disse...

Roderick, continuando...
tenho posts de peixes brasileiros e alguns mais concentrados como este do peixes do mercado de manaus: http://come-se.blogspot.com/2008/04/peixes-amaznicos.html

Um abraço, N

Gina disse...

Neide, estive no Mercado da Ribeira, mas não não havia muita coisa. Você fez a escolha certa da hora.
O oceanário é uma graça, vale a visita.
Vindo de Roma, fiz uma conexão em Lisboa, mas... o voo atrasou e 15 pessoas perderam o retorno ao Brasil. Tivemos a compensação de sermos acomodadas num ótimo hotel e serviram choquinhos no jantar. Fui apresentada aos coquinhos lá e gostei muito.
Seu tempo foi curto, mas vejo que aproveitou bastante.
Bjs.

carneiro disse...

Descobri o seu blog devido à sua completa "reportagem" sobre a Adega Velha De Mourão, local que frequento quando me desloco ao Alentejo.

A sua visita ao Mercado da Ribeira, a 500 metros do meu Escritório - onde escrevo estas linhas - impressionou-me pela capacidade de mostrar com tanta objectividade, aquilo que, estando tão perto, acaba por se desvanecer na neblina da nossa azáfama.

Estou a gostar muito do Seu Blog.

Neide Rigo disse...

Gina,
imagino que não haja outra hora para aproveitar o mercado se não bem cedinho. As raridades duram pouco.
Os coquinhos ficaram lá por comer. E o oceanário por ver. Mas me contento bastante com o que pude ver. Tudo a seu tempo...

Carneiro,
é que o turista desconhece o lugar-comum. Tudo vira novidade. Que bom que gostou. Voltei com saudade da sua terra, já na esperança de retornar em breve.

Um abraço,
Neide

Daniel Brazil disse...

Na Bahia, as trilhas são chamadas de salmonetes, ou "saramonetes". Creio ser a mesma espécie!

Neide Rigo disse...

Daniel,
nossas trilhas ou saramonetes são parecidas, mas como há mais que uma espécie de trilha, é capaz que aquelas sejam do mesmo gênero, mas espécie diferente pois são maiores e mais vermelhas. De qualquer forma, as duas são deliciosas.
Um abraço,
N

Anônimo disse...

ola a todos.......

tarabalho no mercado 24 de julho em lisboa

quem quiser peixe bom e fresco com certificados de higiene e so la ir que disponibiliza de tudo isto...........



para o pessoal aqui do blogue ha desconto basta que para isso mandem mensagem de vespera para o meu email e digam que sao do blogue=)


por exemplo ali viram atum marcado a 13 euros pois para o pessoal do blogue faço desconto de 2 euros e se levar mais de 2 kilos o desconto passa a 3 euros ......dourada a 8 euros????nada disso para vcs do blogue 7 euros e meio o kilo.....robalo a oito e meio????nao amigas para vcs sete e meio.........carapau de assar tres e meio.....lol


e como digo se quiserem adicionem me sandramaia_20@hotmail.com.


explico exactamnte kual a minha banca e reservo o peixinho=)

ps.......ameijoa macha c certificado de qualidade apenas e so 11 euros basta encomendar de vespera por email e deixar contacto telefonico=)

bjos

Anônimo disse...

Não são "joaquinzinhos" mas sim jaquinzinhos

Bruno disse...

Olá a todos,

Neide que fotografias com otimo aspecto.

Parabéns pela reportagem. A minha família também vende peixe no mercado 31 de Janeiro e só mesmo os comerciantes de peixe sabem a dificuldade que é rivalizar com os hipermercados que vendem peixes mais baratos mas de qualidade muito inferior e quase sempre importado!!!!

Se muitos escolhessem o comércio tradicional Portugal não estava certamente na crise que está hoje.

Já agora aproveito para fazer publicidade ;)... quem quiser peixe fresquinho pode consultar o nosso site.

http://www.olipeixes.com/

e fazer encomendas utilizando o nosso email:

olipeixes@gmail.com

ou telefone

918700702

Vou começar a seguir o teu blog...Parabêns ;)

Bruno disse...

Olá a todos,

Neide que fotografias com otimo aspecto.

Parabéns pela reportagem. A minha família também vende peixe no mercado 31 de Janeiro e só mesmo os comerciantes de peixe sabem a dificuldade que é rivalizar com os hipermercados que vendem peixes mais baratos mas de qualidade muito inferior e quase sempre importado!!!!

Se muitos escolhessem o comércio tradicional Portugal não estava certamente na crise que está hoje.

Já agora aproveito para fazer publicidade ;)... quem quiser peixe fresquinho pode consultar o nosso site.

http://www.olipeixes.com/

e fazer encomendas utilizando o nosso email:

olipeixes@gmail.com

ou telefone

918700702

Vou começar a seguir o teu blog...Parabêns ;)