domingo, 20 de setembro de 2009

É tempo de nêsperas e outras frutas, é hora de ir pra Brasília. Volto logo.

Quando chegamos, a colheita já estava a todo vapor. Este foi um fim de semana bom para colher frutas. A leitora Chus me convidou para colher jabuticabas na casa dela, que também fica aqui na Lapa, mas não deu, vai ter que ficar para a próxima semana. A vizinha Veronika chamou para colher nêsperas na praça em frente à casa da Fátima e do Claudio e aproveitamos o passeio da Dendê para darmos uma passadinha. Ricardo e Claudio já estavam com a escada, um lá em cima, outro segurando. Veronika em baixo já enchia a caixa e as crianças catavam pitangas que, como já era previsto, pesaram nas pitangueiras da cidade. Já o homem que passava pela rua se animou e colheu umas amoras para consumo próprio.
E por falar em frutas, vou ficar fora esta próxima semana porque vou, a convite da Embrapa, para o 5º Congresso Pan-Americano de Incentivo ao Consumo de Frutas e Hortaliças, onde vou participar como palestrante de uma mesa sobre Iniciativas ao consumo de frutas e hortaliças: perspectivas multidimensionais. E aproveito para acompanhar o congresso, que deve ter muita coisa interessante.

Deixei a Veronika limpando as nêsperas para fazer geleia. Não pude ajuda-la. Mas, comer, quem sabe...
As crianças colhem pitangas



E o homem cata amoras
Até sexta-feira, então, ou a qualquer momento, se for possível. Enquanto isto, veja fotos lindas do Revelando São Paulo feitas pela Inês Correa, AQUI e AQUI.

17 comentários:

veronika paulics disse...

neide, acho que a geléia vai ficar para o ano que vem. colhemos um tanto de nêsperas, mas não rendeu. concluímos que chegamos uma ou duas semanas atrasados: por dentro, elas estavam uma esponja marrom, com pouquissimas partes aproveitáveis. das muitas, nem uma fruta estava inteira. deu uns 250 ml de geléia. metade para os vizinhos que tiveram a idéia, metade para nós, que devoramos ontem mesmo, com umas panquecas.
acho que vamos organizar o clube dos colhedores de frutas das ruas da lapa... que tal?
beijo e volte logo.

Mariângela disse...

Boa viagem querida e ,além de trabalhar,divirta-se por lá.Estas pitangas me encheram a boca d'água que eu gosto muito desta fruta,beijo!

Taty disse...

Quando que vc vem a Brasília?
Me avise acompanho seu blog sempre que posso...
Beijos carinhosos
Taty

Anônimo disse...

Cara Neide, gostaria de consultá-la a respeito da conserva de limão siciliano. tenho algumas dúvidas.Se puder entar em contato comigo: rosalourenco@mpcnet.com.br.
grata
Rosana

Neide Rigo disse...

Taty,
eu estou em Brasília agora. Só que, pelo jeito, vou ficar o tempo todo no hotel.

Rosana, já te mandei um email.

Um abraço,
N

clau disse...

Que legal isso!
Fico contente em ver que tem quem aproveita as frutas para fazer alguma coisa boa com elas. Pq sò os passarinhos nao dao conta de tanta fartura...! rss
Bjs!

Anônimo disse...

Geleia de nespera nunca ouvi falar e olha que faço muitas geleias com frutas do pomar de amigos.
Alguem me daria uma receita?
Kaki

veronika paulics disse...

oi, kaki, aqui em casa (casa de amadores) a gente chama de geléia tudo o que junta fruta com açucar e cozinha a ponto de poder passar no pão, colocar na panqueca.
a neide deve ter alguma receita boa, mas enquanto ela não volta, a gente ao menos se diverte...
fiz assim: cortei a parte aproveitável das nêsperas, o que já signficou picar as frutas em pedacinhos. coloquei no fogo com um tantinho de água para náo pegar no fundo. deixei cozinhar até que a fruta estivesse molinha, acrescentei um pouco de açucar. como era pouco e a gente comeria logo, não respeitei os 30% de açucar na quantidade final. cozinhei até derreter o açucar, coloquei umas gotinhas de limáo cravo e ponto e pronto.
ficou boa.
a vantagem desta nêspera "selvagem", que dá nas ruas, é que ela é mais azedinha.
espero ter ajudado.
abçs.

Anônimo disse...

Veronika,
obrigada.
Amadores somos todos e é essa troca que faz a roda deliciosa da culinaria girar.
Eu imaginava algo parecido com o que vc descreveu , simplesmente nunca soube de alguem que tivesse já feito.
Ter nespereiras na porta de casa é realmente um privilégio, ainda mais em São Paulo.
Quem sabe a Neide voltando descobre alguma outra receita mirabolante pra nós?
Abraços, Kaki

Thica disse...

Neide, descobri seu blog por causa da minha curiosidade sobre uma plantinha que adoro: o ora-pro-nobis. Trouxe de Minas para Petrópolis uma mudinha e plantei em um vaso, que fica num cantinho da minha cozinha. Ainda não tem folhinhas, pois ficou um bom tempo sem tersa o coitado, mas espero que vingue.
Estou adorando e tentando ler o seu blog inteiro. É tudo tão delicado e interessante... adoro descobrir cores, sabores e aromas e esse é o lugar.

Beijos.

Neide Rigo disse...

Kaki e Veronika,
estou aqui, longe, mas estou vendo tudo o que acontece por aqui, viu? Acho que fiz geléia de néspera uma só vez e o jeito de fazer é este mesmo - a diferença é que aferventei as nêsperas antes e tirei a pele. Mas tenho certeza que o jeito de fazer da Veronika não tem erro.

Thica, obrigada e volte sempre!

Um abraço,
N
beijos,n

Viviane disse...

Olá Neide

Tudo bem com você?

Eu sou a Viviane Cavalcante, do Cyber Cook. Estou lhe escrevendo para dizer que o Come-se será citado em nossa sessão recem criada chamada "Aqui tem Comida da Boa", onde nossa equipe irá regularmente fazer a indicação de blogs que tratam sobre culinária e que tenham a qualidade necessária para que possamos indicá-los aos nossos visitantes.

Para nós é um grande prazer poder realizar esta indicação, pois só assim atingimos nosso objetivo principal que é divulgar a culinária de boa qualidade para todos na web.

Caso você deseje colocar o selo em seu blog, acesse este link e cole o código do selo escolhido em seu blog. Lembre-se que este endereço é exclusivo para o seu blog, pois nele tem o link que aponta para a página do Cyber Cook que está a indicação.

Parabéns e, qualquer dúvida, entre em contato comigo direto pelo Suporte Cyber Cook, sem problemas.

Ana disse...

Neide:
Também ando viajando um bocado a trabalho.
Uma coisa interessante que notei é que em São Paulo as amoras e pitangas já podem ser colhidas enquanto aqui no Paraná ainda estão muito verdinhas, principalmente as pitangas. Semana passada estive em Brasília e as mangueiras já estão carregadas, enquanto aqui ainda há flores nos pés. Eu amo observar esses fenômenos naturais e fazer essas comparações.
Um beijo grande e aposto que trará muitas novidades pra gente olhar e babar.

Jaques disse...

N,
Bom Dia !
Mispel-Mispelbaum,(Nespereira)
-Nespola em italiano lo chiamamo cosi) Aqui,onde moramos todos denominam as geleias(jam)de MUS.Usam chamar doces aos biscoitos. A nêspera(mispel) Gostamos muito do licor das sementes.As vezes desprezamos a polpa da fruta e usamos unicamente as sementes para fazer licor,fica um amareto excelente.Dias atrás comi uma sobremesa de carambola,cortadas em estrelinhas e no seu cozimento foram acrescentado algumas sementes de nêspera.Ficou uma delicia .
A la prochaine.
JAT
Post Scriptum:
Agradecemos por ter respondido ao nosso outro comentário.

Neide Rigo disse...

Oi, Jaques!
Achei fantástica a ideia de usar os caroços da néspera. Obrigada por me dar o nome em italiano, assim fica mais fácil procurar referências. Vou tentar fazer com a Veronika. (De onde você é?)
Um abraço,
N

Unknown disse...

N,
Bom Dia!
Estávamos conversando com o Martin sobre licor "della nespola" ele pediu-me a receita.Descrevi-lhe a padrão que sempre faço.Mas,buscando,na web variações, voltamos ao teu blog,onde encontramos o nosso comentário anterior.
Estamos no interior de Timbó(20 km Blumenau)
-"E não esqueçamos,jamais,que vale mais a descoberta de um novo prato do que de uma nova estrela"-
JAT
PS :
Desculpe ter demorado tanto para responder.

Neide Rigo disse...

Sempre é tempo. Obrigada, Jat.
Um abraço,n