domingo, 2 de novembro de 2008

Comidinhas para os vivos em homenagem aos Mortos

Hoje é dia de lembrar com saudade dos que se foram. Mexicanos lembram deles com festa e alegria. E fazem piadas para espantar a dor da perda que não é diferente da nossa. Ontem teve festa na casa da consulesa do México - éramos apenas 6 mulheres (a anfitriã Maria Eugênia, Mara Salles, Anna Soares, Bia, Verônica e eu). Todas já carregando suas perdas, mas felizes por estar ali diante de um altar cheio de simbologia e comida boa - muitos itens trazidos da recente viagem de Maria Eugênia ao México. Com muita bandeirolas com motivos de caveiras e as próprias de várias formas.


Pão dos mortos (pan de muerto - direto do México)


Caveirinha de amaranto com mel (já falei de amaranto aqui)



Tortilhas quentinhas para comer com mole


Altar com frutas e tudo o que o morto gostava


Alegrias - o nome destas hóstias coloridas


Patê de huitlacoche (já falei dele aqui)

3 comentários:

Mariângela disse...

Neide,quanta gostosura, aquele pão dos mortos parece que tem ossinhos em cima,as hóstias são super bonitas..beijo!

joao bosco guerreiro da silva disse...

Neide
Nao sabia que você era amiga da "consulesa". Caso contrário teria mandado as minhas reclamaçoes sobre a truculência do consulado em São Paulo. Deixei de ir a um compromisso em um congresso na cidade do México - embora fosse convidado, por carta e tudo - pela implicância intolerante dos funcionários de lá.
Abraços

clau disse...

...interessante a gente ver que ainda, e em muitos lugares, fazem todas estas festividades e iguarias peculiares para esta época de finados!
Vc ai, mas com um pé no México, saboreando pratos tipicos que eles fazem e eu, aqui em casa, terminando a minha pasta doce e os "feios mas bons", que eu adoro.
Enfim, ultrapassando os limites de se estar sò a base de bacalhau, hihihi.
Bjs!