segunda-feira, 12 de maio de 2008

Porto Alegre, parte 6. Araçá e Feijoa ou bavaroise de feijoa com calda de acerola e araçá


Pena que chovia no dia da feira orgânica que acontece aos sábados lá em Porto Alegre. E na madrugada havia passado por lá um ciclone extratropical que deixou muita árvore no chão, no meio do caminho. Por estas e por outras, muito produtor deixou de ir, mas mesmo assim encontramos feijões especiais e frutinhas brasileiras pouco comuns aqui em São Paulo, como o araçá roxo (Psidium rufum) e a feijoa (Feijoa sellowiana) - nome do gênero dado em homenagem ao naturalista João da Silva Feijó (1760-1824), que foi director do Museu de História Natural de S. Sebastião). As duas são da mesma família das Mirtáceas que agrupa a goiaba, a acerola, o camu-camu, a jabuticaba, a uvaia, a grumixama, a pitanga e tantas outras silvestres de pouca importância comercial.


Comprei feijoas que, a despeito da aparência desprovida de graça - é ovalada e verde mesmo estando madura e tem polpa desbotada -, extrapola todos os laços de parentesco no quesito aroma e sabor, que parecem ter sido roubados de frutas de outra linhagem como abacaxi, morango e maracujá. Mas não deixa de estar lá a lembrança da goiaba, da acerola e da jabuticada. Para mim, é a verdadeira fruta tutti-frutti. Tanto que é conhecida também como goiaba-ananás ou goiaba-serrana.


Já o araçá roxo é um fruto com polpa mucilaginosa e macia, muito doce e mais ácida que a goiaba, com sabor muito marcante (goiaba, pitanga, jabuticaba). Tem cor atrativa vermelha-arroxeada e, portanto, repleta de antocianina, aquele pigmento que age como antioxidante. Muitos confundem às vezes a feijoa com araçá, mas são apenas primos que se parecem. Consegui trazer quantidade pequena, que serviu apenas para a caldinha da bavaroise que fiz com as feijoas.

Bavaroise de feijoas com calda de araçá e acerola

300 g de feijoas
¾ de xícara de açúcar (135 g)
½ xícara de água
1 1/2 xícara de leite integral (360 ml)
5 folhas de gelatina sem cor e sem sabor
3 gemas
200 g de creme de leite fresco

Calda de acerola e araçá
200 g de pedaços de acerola
200 g de araçá-roxo cortado em cunhas, sem sementes
¼ de xícara de suco de maracujá sem as sementes (60 ml)
¼ de xícara de açúcar (45 g)

Para a bavaroise: descasque as feijoas, corte em pedaços, coloque numa panela com metade do açúcar e a água e leve ao fogo até amolecer. Bata no liquidificador e passe por peneira. Reserve. Separe meia xícara de leite numa tigela e pique sobre ele as folhas de gelatina. Reserve. Leve o leite restante para aquecer. À parte bata bem as gemas com o açúcar restante e despeje sobre elas um pouco do leite quente e misture bem. Coloque esta mistura na panela com o leite quente e volte ao fogo bem baixo, mexendo delicadamente, até começar a engrossar (cuidado para não deixar ferver para não ficar com gosto de ovo). Tire do fogo e, ainda quente, junte a gelatina e mexa até derreter. Junte a feijoa cozida e misture bem. Coloque a panela sobre uma bacia com água e gelo e vá mexendo devagar até resfriar e começar a gelatinizar (tem que ficar com consistência de clara de ovo). Enquanto isso, numa tigela, bata o creme de leite com batedor de arame até formar picos moles. Despeje a mistura de feijoa sobre o creme de leite e mexa delicadamente até formar um creme homogêneo. Despeje em forminhas individuais ou numa forma decorativa grande e leve à geladeira por cerca de 4 horas.

Para a calda: misture todos os ingredientes e leve ao fogo até formar uma caldinha com consistência de xarope, com as frutas amolecidas. Espere esfriar e leve à geladeira. Deixe até a hora de servir.

Desenforme a bavaroise e sirva com um pouco de calda e uma folhinha de menta.
Rende: 8 porções
Veja também sobre feijoas no blog Chucrute com Salsicha, da Fernanda.

3 comentários:

lucia disse...

hummm... e as flores da feijoa deixariam esta postagem irresistivel...

Anônimo disse...

Adorei as receitas de hibiscus,muito bom...sou apaixonada por gastronomia,gostaria de entrar em contato com vc!!!claienedantas@hotmail.com

Isabela Mattos disse...

Que receita maravilhosa! Estou fazendo um trabalho com a fruta Feijoa e tenho uma página no facebook que posta curiosidades sobre a fruta, irei postar a sua receita lá se não for incomodo.
Se puder curta a página facebook.com/conhecendoafeijoa