sexta-feira, 26 de outubro de 2007

Umeboshi


Aqui, prontinhas.

Aos poucos, vou cumprindo minhas muitas promessas feitas aqui no Come-se. Uma delas era dar a receita do umeboshi (ume é ameixa e boshi deve ser seca, desidratada), quando fosse época da fruta. Foi mais ou menos nesta época do ano que ganhei da Cris, uma amiga do Marcos, do aikido, uma caixa de umes. Meses antes tinha mencionado, para a mãe dela, dona Suyeka, minha intenção de aprender a fazer a conserva, uma de minhas paixões. Como ela é especialista no assunto, me prometeu dar sua receita e um pouco da fruta que planta no sítio quando estivesse no ponto. Pois em meados de outubro a Cris chegou aqui com uns 5 quilos das ameixinhas com o recado da mãe que era para eu começar o preparo já. Isto, para a conserva ficar pronta depois de uns 8 meses. E era domingo à noite. Meu Deus, o que vou fazer com tanto umeboshi? Quem mandou ser pidoncha? Vamos lá. A sorte é que duram anos (a acidez e o sal impedem qualquer outra forma de vida que não sejam algumas bacterias ácidos lácticas próprias da fermentação e que agem elas próprias como bactericidas de outras cepas patogênicas).

Elas são do tamanho de uma uva-itália. Quando maduras, continuam verdes - um pouco mais amareladas.

Receita de umeboshi
Lave bem as ameixas e seque-as com pano limpo. Coloque-as numa bacia com sal na proporção de 10% do seu peso. Apoie um peso por cima e deixe assim durante 3 dias. O sal vai desidratar as ameixas que ficarão imersas nesta salmoura formada com o próprio sumo – portanto, use uma bacia grande, com folga. Tire o peso, coloque as ameixas num vidro ou num pote de plástico com tampa e deixe em repouso em lugar longe da luz por 4 meses. Escorra as ameixas do caldo (não despreze) e deixe-as sob o sol durante 2 dias (recolhendo à noite). Devolva-as à salmoura e junte folhas preparadas de shisso (aquela folha de sabor mentolado, que dá a coloração avermelha às ameixas e ainda tem propriedades bactericidas e fungicidas). Para preparar as folhas: lave um tanto delas – eu coloquei umas 20 folhinhas, o que tinha plantado no quintal, tempere com sal a gosto e deixe de um dia para outro. Escorra, esprema bem as folhinhas e junte às ameixas. Logo depois, as umes já podem ser comidas, mas ficam muito melhores depois de mais uns 4 meses. Conserve em vidro tampado, na sombra.
Agora, depois de um ano, elas estão perfeitas. Assim que o vidro é aberto, vem um aroma maravilhoso de amêndoas amargas (da mesma família).

Use sal marinho grosso, se puder. Mas o refinado também serve.


Como peso, usei uma bacia com água e uma forma de pedra sabão. No outro dia, a salmoura havia extravasado e perdi parte dela - portanto, não faça como eu; deixe folga.

Sobre elas: estas ameixas, da família dos pêssegos, damascos, nectarinas e amêndoas, mesmo quando maduras, permanecem verdes e são sempre extremamente ácidas. Quanto mais verde, mais azeda e melhor para se fazer umeboshi. E é justamente esta acidez que lhe confere o poder alcalinizante. O excesso de acidez exerce um efeito rebote. Por isto é usado em azias, náuseas e para melhorar a digestão. Ou ainda para aliviar ressacas, afastar a fadiga e moleza (aqui o sal também tem o seu papel). O melhor é que é uma delícia, comida com gohan (arroz cateto branco à moda japonesa, sem sal), na tigelinha ou moldado como oniri – como a ameixinha no meio.
De lambuja, outra receita que dona Suyeka mandou.

Hatimitsu Ume

Lave as ameixas mais maduras (um pouco mais amarelada), seque e coloque-as num vidro. Cubra com mel e deixe na geladeira durante 6 meses. Na hora de servir, coloque num copo ¼ do mel de ume e o restante em água e gelo. A ume pode ser comida como compota. E o licor é como os de amêndoas.

O meu não deu muito certo porque eu não tinha mel suficiente para cobrir as ameixas e acabou mofando depois de uns dois meses. Mas a sorte é que ao longo do tempo, fui provando e era maravilhoso, como o mais fino licor de amêndoas.
Veja também aqui no Come-se:
Das flores à umeboshi

16 comentários:

Michel disse...

Esse post é uma achado. Graças a dona Suyeka.
Ótima dica!

Mariângela disse...

Neide, te digo que o teu blog para mim é dos melhores,talvez seja o blog onde mais aprendo entre os blogs de comida na net, é impressionante a quantidade de informações que vem junto com cada novo post,com cada ingrediente que tu mostras,super legal. Estas frutinhas não conhecia ,aliás,nunca ouvi falar,obrigada por mais esta aula,beijo!

Nina disse...

Isso me lembra da infância, quando minha avó materna fazia quilos e quilos...o quintal da casa dela ficava repleto de bacias com pedras em cima...deu saudades. Sinceramente não sei se o umeboshi dela era mais gostoso ou se a lembrança é que é gostosa!

abs.

fezoca disse...

essas ameixinhas fizeram parte do meu passado macrô, mas nunca me encantei por elas. preciso de outra chance? ;-)

bjo!

alessandra madeo disse...

Menina,

Por uma enorme coincidência, na semana passada comi, celebrando, a primeira umeboshi da conserva que fiz em setembro do ano passado e que, segundo a japonesinha do parque da água branca que me vendeu (orgânica, claro!), disse que eu só poderia ser consumida 1 ano depois...confesso que ficou um pouco mais salgada do que deveria...mas ficou bem boa...com sashimi de atum...não há nada melhor nesta vida (pelo menos enquanto se está comendo!!!)!
Bjs e até breve...alessandra madeo

MT disse...

Oi Neide, eu gostaria se saber aonde posso encontrar em Sampa a ameixa Ume pra fazer a minha conserva.

Desde já obrigada

Mari

Neide Rigo disse...

Mari,
conforme disse a Alessandra Madeo, no comentário anterior, você pode encontrar na feira da Água Branca ou talvez no bairro da Liberdade.
Um abraço,
neide

Neide Rigo disse...

Mari,
conforme disse a Alessandra Madeo, no comentário anterior, você pode encontrar na feira da Água Branca ou talvez no bairro da Liberdade.
Um abraço,
neide

samurai_massaharu disse...

Vc pode perguntar pra sua amiga como arrumo semente de ume ou mudas pra plantar!!!!!!
Vc ja viu as flores de ume como sao bonitas????
Tenta responder por email samurai_massaharu@yahoo.com.br é q eskço o endereço do blog

weno disse...

me ensinaram um drinque com umê:
macere 3 umês num copo longo, 1 dose de shochu e complete com água quente.

ao final, você come as ameixas com gohan!

Anônimo disse...

Neide, tudo bem! - vira e meche acabo trombando no seu blog. Desta vez gostei muito da receita de umeboshi. O umeboshi é mais que uma simples conserva, é saúde para quem acostumar a consumir uma após as refeições, o seu efeito benefico é de arrazar, deixando o estomago e intestino funcionando a todo vapor e o sangue liquefeito, alem de desentupir e amolecer as veias, e dissolver calculos renais e da vesicula. Devolve também a elasticidade à bexiga ao dissolver os sais grudados nesta.
Há algum tempo voce falou sobre tiririca, e disse não haver encontrado as batatinhas, é que você não encontrou a tiririca certa. A que tem batatinhas com sabor de avelãs é a de folhas extremamente finas, e as batatinhas se encontram presas às ramificações das raízes, que são extremamente sensíveis ao arrancamento. Procure que você vai achar a chufas nacional.
Quando encontrar me avise. (advolima@bol.com.br)abraços.
Lima

Anônimo disse...

Boa tarde, comprei um pote de umeboshi e gostaria de saber como devo guardar o mesmo depois de aberto, se na geladeira ou nao.Obrigada
lilianefasching@yahoo.com.br

Angela disse...

Neide, eu nunca comi essa ameixa, aliás, nunca tinha ouvido falar até ler esse post, não sou lá de comida japonesa.. mas aí comprei um vidrinho mas é de umezuki, ameixa algo.. diz que tem corante vermelho.
Enfim.. come-se com arroz, é isso? há outros jeitos?

Anônimo disse...

Olá, Neide. Meu pai também tem um pé dessa planta no nosso sitio; minha mãe sempre faz conservas. O cheiro é bom, mas pelas caretas que eles fazem, eu não me atrevi a provar até hoje, kkkkkk. Recentemente o jornal Hoje fez uma reportagem com o correspondente no Japão, Roberto Kovalik, falando sobre os beneficios dessa frutinha. Karina - São Pedro do Ivaí-PR

Beline Dias Nicolau disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Ola Neide,sofro a anos de ma digestão!essa ameixa resolve meu problema?abraço e obrigado...