segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Broa de fubá com levain


Não tem nenhuma novidade, a não ser que usei o levain (fermento natural, caseiro) para fazer esta broa. A receita é aquela mesma das broinhas, com adaptações. 
Se você não tem levain, veja outras alternativas no post do pão com caldo de cana. Ou você começa a preparar o seu fermento ou usa o desidratado, comprado no Mercado. Ou simplesmente faça as broinhas nas quais me inspirei. 


Broa de fubá com levain

300 g (ou 1,5 xícara) de levain reformado um dia antes ou fermento preparado como indicado no item 2 no post do pão de caldo de cana 
1 e 1/4 de xícara de leite (300 ml)
750 g de farinha de trigo especial, aproximadamente
300 g de fubá
¾ de xícara de açúcar (135 g)
1/4 de xícara de manteiga sem sal (50 g)
1 colher (sopa) rasa de sal (15 g)
3 ovos
1 colher (sopa) de erva-doce
Leite (para pincelar sobre as broas)
Farinha e fubá em quantidades iguais (para polvilhar sobre as broas)

Modo de preparo
Coloque numa bacia o levain, o leite, 150 g de farinha e 150 g de fubá, aproximadamente. Mexa bem, cubra com plástico e deixe levedar - até formar bolhas. Junte, então, os outros ingredientes, deixando o restante da farinha, por último. Vá sovando bem e juntando mais farinha de trigo se for necessário. Quando a massa estiver bem lisa e soltando das mãos, cubra a bacia com plástico e deixe em local bem protegido, até que a massa dobre de volume.  Não pode ter pressa!  Divida a massa em 4 porções  faça bolas e coloque em forma untada e enfarinhada deixando espaço entre elas. Espere crescer novamente. Pincele leite e polvilhe com farinha e fubá. Faça cortes na superfície do pão e leve para assar em forno pré-aquecido a 200 ºC, por cerca de uma hora ou até dourar. Se tiver que guardar o pão por mais que três dias, espere esfriar, embale em filme plástico e congele ou deixe na geladeira. Se não, basta manter em saco de papel ou de pano, que ele se conserva razoavelmente bem.  Se achar, nos dias seguintes, que está meio seco, coloque as fatias na torradeira e nhac! 


Rende: 4 broas

9 comentários:

♥♥ belinhagulosa ♥♥ disse...

Que broa maravilhosa, ficou linda linda...bjokitas

angela disse...

Dendê está se achando participando tanto assim do blog! E vocês comem tudo isso? todo dia uma novidade! não sobra?

Dricka disse...

Neide
Suas broinhas já são tradicionais aqui em casa, mas o levain não sai, não consigo fazer de jeito nenhum! Ja tentei umas 12 vezes e nada, até cresce e fica bonito, mas na hora do pão necas!
Agora, Dendê tá olhando para o pão com uma cara de que "se te agarro, não te solto".rsrsrs
bjus

Gilda disse...

Não sei como ninguém reclamou ainda que broa, em Minas, é outra coisa completamente diferente. Aliás, existe receita de broa de abóbora também, que fica uma delícia. Mas é feita quase como um bolo, assada em tabuleiro de bolo, e com café preto é um tesouro. São Paulo é mais fiel à origem portuguesa da broa e esta com levain está perfeita! Que o diga a Dendê! Mas a gente chamaria de pão de milho.

Neide Rigo disse...

Angela, eu sempre faço pães com mais ou menos 1 kg de farinha, porque gosto de dar de presente. E o trabalho para fazer é o mesmo. Não é todo dia que tem novidade, não. Geralmente passamos uma semana comendo do mesmo pão. Quando tem mais gente pra comer ou pra receber presente, eu faço duas vezes por semana. Ontem fiz outro pão. Amanhã dou a receita.

Dricka, eu já errei umas 30 vezes antes de acertar com o levain. Mas muita coisa tive que descobrir sozinha - tudo o que sei tenho passado aqui. Não desista.

Gilda, na minha infância nós sempre comprávamos broa de milho na padaria e era exatamente isso. Mas, claro, em Minas e mesmo aqui no Vale do Paraíba, as broas não são levedados. Mas podemos chamar de pão de fubá, sem problemas.

Um abraço, n

Ana disse...

"Queria ser a Dendê
Pra essas broinhas morder
Queria tanto as broinhas
E essas vou ter de fazer! "

Beijo pra vocês.

adriana disse...

Eu fiz e ficou otimo, obrigadissima Neide! Foi meu primeiro sucesso com o levain e aqui em casa nao eh muito quente entao demora mais. Adoro seu blog, tudo de bom pra voce.
Adriana

Raphael Pappa disse...

Muito obrigado pela receita. Fiz com o levain e ficou deliciosa!!!!!!

Luciane Cardoso disse...

Desculpe, mas pra eu fazer com fermento de padaria, sabe me dizer qto usar?