terça-feira, 27 de julho de 2010

Manteiga caseira e bolo com soro de manteiga



Foto: Júlia Bulhões
Na semana passada estive em Fartura com minha amiga Inês, mais pelo galinheiro, porém o curral está na mesa à toda hora. O leite chega espumoso e cheiroso; meu pai chega a caneca com um pouco de mel junto à teta da vaca para em seguida beber de golada. Prefiro-o quente fervendo, com café colhido, torrado e moído na hora por ali mesmo. O pão acabou de sair do forno e, por cima, a manteiga que acabei de bater com a nata que vai se acumulando numa vasilha guardada no freezer. Já falei a respeito e mostrei o passo-a-passo do feitio manteiga aqui.
Quando o creme chega a meio quilo, um quilo, é só descongelar e bater. Já usei processador e liquidificador e os dois dão certo, mas descobri que gosto mesmo é de usar o batedor de arame ou fuet. Sinto algum prazer em ver os glóbulos de gordura se separando lentamente do soro para se aglomerar em bloco único. Sinto também que tenho domínio da situação. Parece mágico ver a transformação de uma emulsão de gordura-em-soro no inverso soro-em-gordura, já que a rede de gordura formada abriga aqui e ali gotículas de soro (até 20% da gordura é de soro).
Depois de apertar bem o bloco de gordura na própria tigela e ir escorrendo o soro (pode lavar a gordura com água gelada - isto contribui para que a manteiga tenha um tempo de vida maior), gosto de colocar a manteiga sobre uma peneira fina e ir jogando pra cima e recolhendo, formando uma bola, tudo muito devagar para que só o soro passe pelos furos. Por isto a marca de peneira na manteiga da foto. Juntei um pouco de sal antes de passar para a peneira.

O perfume e o sabor da manteiga caseira são intensos, lembram queijos maduros e tem um pouco de acidez - tudo graças aos ácidos graxos que a compõe, especialmente ácido butírico.
Quanto ao soro da manteiga ou buttermilk, todo mundo deve saber, não é pra jogar fora. Tem muitos componentes do leite, menos a gordura e ainda é ácido, de modo que pode ser usado no lugar do iogurte, como para fazer bolos, por exemplo. E foi o que fiz e de maneira bem rápida, com umas fatias das bananas que estavam na fruteira, que era pra dar tempo de entrar na mesa do lanche da tarde.


Bolo com soro de manteiga: misturei numa tigela 4 ovos, 2 xícaras de açúcar, 3 xícaras de farinha de trigo, 1/2 xícara de manteiga amolecida, 1 xícara de soro de manteiga e 1 colher (sopa) de fermento em pó. Mexi com colher de pau até ficar uma massa lisa. Juntei casquinhas raladas de limão rosa e umas 4 bananas nanincas maduras e firmes, em rodelas. Mexi devagar e despejei a massa numa forma redonda untada com manteiga e enfarinhada. Assei e nhac.

9 comentários:

Patrícia Morais disse...

Suas postagens sempre me emocionam é lindo demais a sua dedicação, amo a culinária e é tão bom e prazeroso ver alguém que também trata dessa arte com tanto zelo, cuidado e simplicidade como você. Parabéns!!!
Patrícia Morais

david era uma vez... disse...

Nossa Neide delirei com isso... quantas vezes fizemos manteiga no sitio... mesmo por sem querer, quando erravamos no tempo de bater o chantili.... e ficava uma manteiga fofa e gostosa.... alguns dias atrás ouvi na TV o termo Buttermilk e nem imaginava o que seria.. olha lá... Fêssora Neide resolveu meu problema!! nem precisei procurar no google!

Abraços Fêssora

Canto da Lu disse...

Neide, dá gosto de ler seu blog, me da uma saudade dum tempo que tinhamos mais fatura na mesa, uma bem simples, mas gostosa. bolo feito em casa, refresco de laranja ou de limão, até o sorvete minha mae fazia na nossa geladeira.fiquei sua fã.
bjs.

Mariângela disse...

Neide,que foto linda a primeira da manteiga,dá vontade de passar num pão quentinho.Beijo!!

Ana disse...

Manteiga caseira eh a melhor coisa q existe!
Minha avo fazia sentada com uma tigela apoiada nas pernas e um batedor de arames. Ela ia guardando natas e quando tinha bastante ela fazia manteiga. Eh exatamente como vc descreveu o aroma da manteiga caseira, eu amo, acho q eh uma das coisas mais gostosas. E tbem concordo q ha um prazer em bater a nata e ver a manteiga se formar... bater nata com garfo me traz de volta a infancia!
Adorei o post sobre a manteiga! Em cima de um pao quentinho nao ha nada melhor!
Ana

Inês Correa disse...

Ainda consigo sentir o gosto. beijo e obrigada.

Fundindo a Cuca disse...

Manteiga caseira é realmente deliciosa!!! E esse bolo está com uma "cara" ótima mesmo...da p/ sentir o gosto daqui...huuummm rsrs
Realmente, dá para fazer muuita coisa com buttermilk... adoro usar em molhos para saladas...huumm...

Muito legal, parabéns!

Unknown disse...

O soro da manteiga pode se bebee?

Unknown disse...

O soro da manteiga pode se bebee?