terça-feira, 12 de fevereiro de 2019

Taioba oriental. Aprendendo a cozinhar com a taioba diferente que tenho no quintal.

6 comentários:

Mirian disse...

Sempre que faço taioba fica meio "picando" na garganta. Já escaldei e joguei a água fora, já cozinhei por mais tempo e joguei a água fora... Vc tem alguma dica ?
Adorei o video! Eu pensava que "taro" fosse inhame, ou cará :D

CamomilaRosaeAlecrim disse...

Que legal! Meu pai tem plantado na casa dele. Vou fazer!
Beijos!
CamomilaRosa

Gilda disse...

Eu sigo o Village Food, mas nunca tive coragem de colocar tanta Pimenta na comida. Ficou uma dúvida: essa taioba diferente deve ser mais "mansa", não?

Ines disse...

fiquei com a boca cheia de água. Só não sei se encaro tanta pimenta...
Onde encontro taioba pra cozinhar?

Maria Helena Ferreira Martins disse...

Que explosão ! Uma maneira bem diferente de fazer taioba, sempre faço do jeito mineiro de família. Com certeza vou experimentar.

Neide Rigo disse...

Miriam,
taro é o nosso inhame, sim. Mas há variedades diferentes de aráceas comestíveis que recebem este nome popular. Tente desprezar os veios maiores da taioba, pois o oxalato se concentra mais nesses veios.

Gilda, eu também acompanho e adoro. Realmente é muita pimenta, mas pode ser que estas pimentas secas sejam mais brandas. Eu tenho desta "taioba" e é tão mansa quanto a outra. O talo é mais adocicado, me parece.

Inês, na Liberdade, aqui em São Paulo, você pode encontrar os talos deste tipo de taioba. Mas as folhas de taioba comum você encontra em feiras de produtores.

Maria Helena, esta taioba é diferente, mas dá pra fazer assim com a nossa taioba também.