quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

Geleia de cambuci de cortar

Tive que descongelar o freezer pois estava em situação insustentável. Faço o tipo jogo rápido. Tiro tudo, desligo o aparelho, boto umas tigelas com água fervente dentro e vou enxugando. Volto tudo rapidamente sem deixar descongelar. Bom momento pra jogar coisas fora, usar outras e lembrar sempre que restos de comida gostosa congelados interessam mas nunca serão comidos a não ser em situações calamitosas. Sempre que posso, e mesmo quando não estou podendo, cozinho com ingredientes frescos e faço comida diariamente.

Mas foi nesta empreitada que descobri uns pobres coitados de uns cambucis levados pela amiga Juliana, do blog Deverdecasa, ao sítio no carnaval do ano passado. Ela levou congelado e fizemos suco. Sobrou, veio pra São Paulo e foi pro freezer. Acho que misturei algumas ervas ao suco e ficou muito bom, afinal o ingrediente é muito bom. Meio tânico, como os araçás e goiabas verdes, da mesma família das mirtáceas, o cambuci é muito perfumado, ácido e saboroso quando diluído.

Fiquei sabendo que os cambucis levados ao sítio estavam congelados já do outro carnaval, ou seja, estes cambucis de dois anos já viajaram, já congelaram e descongelaram, e ainda ficaram ótimos como geleia. Aliás, pode ser que este tempo todo ajudou na consistência, porque me pareceu que tinham mais pectina que o normal. Deixei um pouco mais no fogo além do ponto de geleia, só uns segundos, e a mistura ficou mais consistente, gelatinosa, translúcida e cortável. Viraram balinhas de goma sem nenhum amido, gelatina ou espessante. Apenas cambuci, água e açúcar.

Fervi os cambucis inteiros com água que os cobrisse - cerca de 2 xícaras. Quando começaram a se partir, passei tudo por pano fino, recolhendo só o líquido, sem polpa. Espremi o pano e nisto devo ter obtido mais pectina. Levei ao fogo com açúcar cristal orgânico (meia xícara para cerca de 12 cambucis pequenos). Quando chegou ao ponto de geleia, esperei só uns segundos a mais. Despejei num pratinho quadrado e baixo e cortei em cubinhos.

O processo de fazer a geleia de cambuci está todo explicado aqui. O incrível é como uma fruta verde ganha este tom vermelho ou alaranjado na geleia. Alguém sabe que reação acontece? Deve ter a ver com taninos e acidez.

Não tinha mais ingrediente, mas poderia preparar um sorvete de cambuci e espalhar a geleia mais finamente picada em volta dele.

Não tenho mais cambuci para o sorvete, mas faria exatamente como fiz este
de araçá, cuja receita está aqui

2 comentários:

Anônimo disse...

Neide, você conhece algum uso para o leite cru azedo?
Me desculpe por perguntar no lugar errado!
Obrigada,
Vah

Alessandro Pinto disse...

Neide, caso queira experimentar... Use o secador de cabelos pra descongelar o freezer, coloque na potência máxima (velocidade e calor) e mande ver. Vai que vai rapidinho e sem precisar usar água!