sexta-feira, 10 de maio de 2013

Piracaia Orgânica pode dar selo a pousada. Figueira Grande

Ontem, aquele mesmo grupo do Piracaia Orgânica, já citado aqui, esteve na Pousada Figueira Grande (aliás, o primeiro lugar onde almocei em Piracaia). A prefeita, Terezinha das Graças da Silveira Peçanha, e o secretário da agricultura também estiveram no encontro e se comprometeram a nos apoiar. Agora é trabalhar para concretizar vários sonhos, listados na forma de projetos. O Edu Filomeno, da Unaghi já fez de presente o logo e começou o site. Logo o movimento contará com um ponto de venda na cidade de Piracaia e assim caminhamos. Neste sábado haverá um plantio simbólico de trigo na propriedade do Pupin (do Família Orgânica). Se quiser aparecer, será um prazer. 

PIRACAIA ORGÂNICA


Visitamos a propriedade da Helenice, com mata atlântica super preservada, e espaço para horta no barranco, e depois almoçamos, com participação de todos no fogão, preparando alimentos colhidos na hora: mandioca branca, chuchu, moranga, acompanhados com suco de amoras do sítio do Celso, produtor que também faz parte do movimento.

A ideia é que as pousadas que aderirem ao movimento, que passarem a usar orgânicos em seus cardápios, recebam também o selo do Piracaia Orgânica. Helenice, em sua pousada Figueira Grande, usa grande parte do que cozinha de sua própria horta e pomar,  cultivada de maneira limpa, ou vinda de produtores locais. Que a iniciativa dela sirva de exemplos para tantas outras na região.  Seguem algumas fotos. 

A horta feita em barranco, com canteiros apoiados em pedras

Laranja do pomar da pousada

Reunião com a prefeita - a do meio (Milena sempre anotando tudo)

Mandioca e refogado de moranga com chuchu

Mesa farta na pousada

Vista de um dos chalés da pousada

Mandioca branca - de diâmetro inacreditável

Pupin e Helenice na horta

Lanche: banana local e bolo feito pela Sonia, com mel da Milena

Pupin observa os canteiros 

Lanche: pães caseiros (um deles, eu fiz) e conserva de coração de bananeira

Qualidade do ar: liquens verdes e vermelhos

Um  olho para o mundo

Todos na cozinha. A prefeita é a segunda da direita




6 comentários:

Gabriel Savaris Ignácio disse...

Que maravilha!!!!

areiasdejade disse...

Que delícia; este aipim me deixou curiosa!
Nely

Dricka disse...

Neide
quando você começou a publicar noticias de Piracaia, eu que não conhecia e nunca tinha visto mais verde, fiquei de cara apaixonada, mas agora, com tanta noticia boa, estou louca por um pedacinho de chão nesse canto do mundo. Ah se eu pudesse e meu dinheiro desse!!rsrs

Bjs

Neide Rigo disse...

Nely,
era um aipim super grande e bem macio. Vou conseguir umas manivas.

Dricka, quem sabe um dia?.. Você vai gostar.

Um abraço,n

Anônimo disse...

Neide, tens a receita dessa conserva de coração de banana? tentei algumas receitas que encontrei pela internet, mas infelizmente não obtive sucesso em nenhuma.
Abraços,
Vah

Cipó disse...

Neide, esse nosso encontro foi muito bom mesmo! Aquele almoço estava uma delícia! Obrigado pela arte da comida!