terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Minas, Piracaia, volto já!



Gosto de passar o ano como um dia após o outro sem nenhum estrondo e nenhuma promessa ou desejo mirabolante e impraticável. Só peço um mundo melhor, saúde para continuar fazendo o que quero e que eu siga fazendo o que quero ao lado de quem gosto de estar para continuar tendo saúde. Uma tacinha para beber estrelas, tim tim e vamos em frente. Mas uma coisa desejei ao voltar do Senegal. Que neste ano eu pare mais em casa, fique mais tempo com meu amor, minha filha e meus amigos e que possa dedicar mais atenção ao nosso projeto em Piracaia. A não ser que a viagem seja irresistível, como sempre é. Neste caso, quando voltar, é só reforçar os laços do desejo. 

Nestes poucos dias entre natal e ano novo fomos duas vezes a Piracaia para acompanhar as obras para a casa do caseiro e bastou um pouco de chuva para avivar a cor do que antes era terra pelada. A primeira coisa que fiz depois de pegar as chaves da chácara, no começo de outubro, foi espalhar ao redor da casa algumas sementes sem me importar em preparar a terra que estava careca ao redor da casa e tomada por braquiárias no restante do terreno. A terra sem vegetação era batida e inóspita, parecia pobre. O que fiz foi plantar uns grãos de feijão guandu, enterrar uns rizomas de cúrcuma, taioba e espalhar sementes de milho, feijão, abóboras, tomates, tagetes, tudo o que encontrei aqui, sem ao menos afofar a terra. Faço isto depois, pensei.  Comprei também um tanto de girassol na casa de comida para pássaros no mercado da lapa e espalhei na lateral da casa - feia, velha, não vale a pena mostrar por enquanto. O que vingar é lucro, pensei. Marcos achou besteira começar assim, mas acho que plantar flores ou qualquer outra coisa logo de início é como começar a arrumação de uma casa estirando a roupa de cama ou a toalha da mesa. Tudo aos poucos começa a parecer mais organizado e agradável, dando ânimo e alegria para o trabalho que vem pela frente. Em pouco mais de dois meses já colhi abóbora madura daquela que plantei e os girasois já giram pra lá e pra cá, emoldurando o cenário de água e colinas. Já posso fazer um pesto com a enorme quantidade de manjericão, os tomatinhos já amadurecem e até a azedinha faz companhia para cogumelos. A caminhada até a represa não é longa e aproveitamos o dia morno de quinta para apreciar a prainha deserta de águas límpidas onde os meninos João e Chico nadaram sob olhar atento dos amigos Veronika e Ricardo que nos deram a alegria da companhia num dos últimos dias do ano, antes que partam para Barcelona (o segundo casal de amigos próximos em menos de um ano!).  

Bem, deixo aqui alguma fotos de Piracaia. Mara Salles e eu vamos a Minas Gerais conhecer alguns produtores de queijo que aparecem no filme O Mineiro e o Queijo. Esta será uma viagem irresistível uai! Voltamos no dia 09. Até lá e um ótimo ano para você! 

Algumas fotos de Piracaia: 



17 comentários:

angela disse...

Que mão!!! E vão vir até aqui? Aqui tem casa e comida e espaço pra todos!!

Bruna Buesso disse...

Já estava com saudades das suas postagens Neide, das suas palavras e as experiências a flor da pele.

Que lugar gostoso e a abóbora está linda! Apaixonei hehehehe

Feliz 2012!
Beijo
Bruna

* Aliás, fiz o brotamento de feijão moyashi na garrafa pet, ficaram deliciosos! Obrigada por mais essa dica!

Sil disse...

Que seu 2012 seja farto em colheitas, não só de flores, frutas e verduras. Mas de amor, carinho,amizade, delicadeza e beleza. Porque foi isso que você plantou durante o tempo que te acompanho aqui pelo Come-se. Boa viagem pelas Minas Gerais, e que você traga na bagagem muitas histórias para compartilhar conosco. Abraços, Silvia Vieira

patrycia disse...

Oi, Neide,
Que lindas fotos! Aqui em Rio Branco chove desde as 2:00h da madrugada e está um cheiro de inverno no ar. Lembro do sítio em Fortaleza, quando morava lá, de plantar feijão e milho!
Um beijão para vocês,
Patrycia

Mariangela disse...

Oi Neide!!!Como já está brotando o sítio de Piracaia,que velocidade menina...
Um feliz ano para voces todos!!!
Beijos querida amiga!

Fábio Metello disse...

oi Neide
FELIZ ANO TODO PRA VOCÊS TAMBÉM

Gosto muito de Piracaia e arredores...as vezes parto de Atibaia,de bike, a Monte Verde, passando por Piracaia, Joanópolis (terra do lobisomem haha) região muito legal....se abrir um restaurante ai ou algo parecido me avise, para dar uma restaurada...

abraços
Fábio Metello

Anônimo disse...

Que pena que vc não quer mostrar a casa. Eu amo ver o antes e o depois de terras e casas. Ah! vc tem dedo verde mesmo, heim? parabéns! Feliz ano novo. Izabel

Gina disse...

Boa mão sei que você tem.
É um grande prazer colher alimentos saudáveis a partir uma sementinha aqui, outra acolá...
Por falar nisso, vim semear nossa amizade e desejar um grande ano pra você!
Bjs.

Anônimo disse...

Neide, que 2012, seja com varias idas a Piracaia, e com varias postagens lindas que nos enche de alegria e sabedoria, Paz felicidades saúde a você e os seus (Diulza)

vestidos bebê disse...

Lindas as fotos, adorei.

Bjs

Ana

clau disse...

Qdo consigo, finlmente, passar por aqui fico com a impressão que vc passa o aeu tempo só viajando!! rss
Bom 2012, Neide!

raq disse...

acabei de voltar da serra da canastra. deve estar chovendo a beça aí agora. acho q vc já deve ter tudo programado, mas se vc precisar de alguém para te levar nos lugares difíceis de chegar, recomendo o Boca do restaurante Vivá. Além de uma simpatia, ele tem muita experiência naqueles caminhos, sempre leva os biólogos que vão estudar lá e tb trabalha para furnas para verificar as torres (que deviam sair de lá).

raq disse...

ah, o Boca mora em são roque de minas

Maria das Graças disse...

Neide, voce fez bem em plantar antes de começar. Fiz o mesmo quando comprei um terreno para fazer uma casinha na roça. Tiramos a braquiária e descobrimos grandes formigueiros que me deram muito trabalho. Comiam tudo. Mas não desisti. Juntei garrafas pet e protegi as plantas. Quando a casa ficou pronta a cerca viva já dava o ar da graça.

E com isso ganhei muitas mudas dos vizinhos que durante a construção passavam e viam as plantas crescendo.

Parabéns!

Olivia disse...

Neidoca, ótimo ano novo pra você. Lindo texto. Ótima viagem :)

André disse...

Muito bom as fotos e o lugar é ótimo tbm.. mas só pra lembrar PIRACAIA NÃO É MINAS E SIM SP.. mas mesmo assim parabéns pelas imagens!!!Frequento muito essa represa.. adoro esse lugar!!!

Neide Rigo disse...

André,
obrigada.
sim, eu sei, Piracaia não é Minas, afinal eu tenho sítio lá.
O que quis dizer foi que passei por Piracaia e me despedi dizendo que estava indo pra Minas - mas está confuso mesmo o último parágrafo, pois as fotos que deixo são de Piracaia - acho que isto está claro no resto do texto. de qualquer forma, obrigada pelo alerta.
Um abraço,n