quarta-feira, 15 de maio de 2013

Produção do sítio. ou Eu também gosto de alface!

Outro dia mesmo, num elogio rasgado à rusticidade do amargo almeirão roxo, desdenhei a pobre da alface, tão frágil, tão sensível, tão nhenhenhem. Mas também,  em mais de um ano de sítio em Piracaia, nenhuma alface tinha sido colhida. O caseiro dizia que a terra era ruim, ou era dura, ou não chovia, ou chovia demais, ou tinha muita braquiária, as formigas não deixavam. Sempre uma desculpa. E acabei achando que só mesmo o resiliente almeirão pra se dar bem por ali. 

Mas os novos caseiros, Silvana e Carlos,  já chegaram arrebentando, desmistificando. Foram afofando a terra, colocando composto, foram trazendo do próprio sítio sacos de estrume curtido, fazendo canteiros, mudinhas com sementes. Sem deixar faltar água e carinho. E neste fim de semana a surpresa gratificante: dois canteiros de dar água na boca de Horácio embaixo de pleno sol. Eu, que nem ligo muito pra esta verdura, devorei com admiração um prato de folhas, docinhas, crocantes, pra comer puras.  

Hibisco, com sementes do Senegal 
Além da alface, as mostardas que eu mesma tinha plantado estão saudáveis, graúdas, picantes. E o hibisco, com sementes do Senegal, já na hora de colher. Colhi também pimentas, abobrinhas e abobrona, jilós já maduros, vagem lab-lab, feijão andu, cúrcuma, batata-doce roxa, acerola etc. E, junto com mexericas e abacates trazidos por Carlos e Silvana, a mesa foi se enchendo de comeres. 



E nhac! (a salada, protagonista, lá atrás .. falha minha)

10 comentários:

Anônimo disse...

Oi, Neide! já se vê pelas desculpas do antigo caseiro que o havia de errado era a preguiça dele. Formigas cortam quase tudo, menos alface!!! Afirmo por experiência própria, acredite. Que bom que as coisas mudaram para vc. Abç
Izabel

alexandre e alana disse...

Estão lindas as alfaces! A boa vontade dos teus caseiros e adubação orgânica, fizeram surgir estas belas alfaces. PARABENS!

aguiar disse...

Sopa é sempre muito bom! E esta tão simples mas muito apetitosa.
Neide as verduras de Piracaia estão lindas, é de dar água na boca!
Parabéns pelos novos caseiros!
Com que frequência vc vai ao sítio? fico imaginando que vc deve ficar ansiosa pra ver as sementes que plantou brotando, o quanto as plantas estão crescendo? o que já começou a produzir?
Isso tudo é muito bom!!! Bjos

Anônimo disse...

Feliz por vc ter encontrado um caseiro dedicado!
Neide, você usa as sementes verdes de mostarda pra algum preparo específico? Vi ali no cantinho da foto e fiquei curiosa. rs
Abraços
Vah

Anônimo disse...

Essa planta que você chama Hibisco aqui na minha região Piaui/Maranhão chamamos de vinagreira e é das folhas dela que fazemos um dos meus pratos favoritos o arroz de cuxá. Que é simplesmente tudo de bom.
Parabéns pela produção do seu sitio!
Hildeny Medeiros
Teresina-PI

Anônimo disse...

Neide, que maravilha! quero a batata roxa que desapareceu da feiras. tem uma musica da formiga ensinando o preguiçoso.ta linda as fotos é o seu pedacinho do céu parabéns.(Diulza)

Neide Rigo disse...

Izabel, acho que era isto...

Alexandre e Alana, elas precisam de tão pouco, não é?

Aguiar, obrigada. Nós vamos pra lá toda semana. Eventualmente falho uma, como foi o caso agora, pois tive curso no final de semana anterior e não fui. E aí, 15 dias fazem uma diferença incrível.

Vah, as sementes são de brócolis, eu colhi por engano, mas trouxe para colocar no arroz, pois nem maduras ainda estavam.

Hildeny, eu também gosto muito de arroz de cuxá, com a vinagreira, mas não cheguei a fazer. Você tem uma boa receita?

Diulza, deixei lá pra brotar, mas posso lhe arrumar uma, sim.

Um abraço, n

heloisa de mesquita inoue disse...

Oi, gostaria de obter algumas sementes de hibisco, por ventura vc poderia me fornecer algumas ou indicar quem possa? Desde já agradeço! http://missmigu.blogspot.com.br/

Leticia Cinto disse...

Que legal que o sítio está de vento em popa! Só pelas alfaces, já dá para ver que a terra é muito boa e muito bem tratada :) Bjs e parabéns!

Unknown disse...

Oi Neide,
Será que você consegue me arrumar umas sementes da vinagreira? Tenho uns amigos com um lindo sítio orgânico em Leme e eles estavam atrás disso. Falando neles, eles acabaram de conseguir o selo orgânico da certificação participativa, igual àquele processo de Piracaia que você relatou.
Grande abraço,
Fernando Rabello
Campinas/SP