terça-feira, 21 de agosto de 2012

Pedrigree da salada 1: almeirão roxo

Flores de almeirão roxo são amarelas 
As mudas deste almeirão de bordas desenhadas e veios roxos ganhei da Marisa Ono, que tinha plantado em sua horta. Isto foi há exatamente dois anos.

Estou, portanto, já na segunda temporada. Não preciso mais plantar. Ele nasce sozinho, aqui no quintal, na rua, espalhado uma só vez em Piracaia. Nasceu sem ser semeado num vaso junto à rúcula que também usei na salada. E outro dia, andando com a Dendê, me deparei com um pezinho que nasceu na calçada do vizinho. Como não havia deste almeirão por aqui e como deixei as sementes irem embora repousar onde quisessem, o almeirão da calçada é o mesmo da Marisa, portanto, também com pedigree. Outros vizinhos devem estar neste momento xingando a praga que estragou o trabalho dos paisagistas e maculou o grande gramado. Comam, uai.

Na safra passada deixei o pé crescer, lançar flores e frutos/sementes que se espalharam por aí. O fruto é de tipo aquênio, fruto seco como a erva-doce e o grão de coentro que encerram dentro o germe. Neste caso, numa definição mais específica, o conjunto que se forma depois de a flor ser polinizada é chamado de cipsela, pequeno fruto preto (ovário ínfero) coroado com tufinhos de pelo (papilho),  que voa leve para longe e que todo mundo conhece de outras asteráceas silvestres, aquelas que nos ofertam bolas de algodão para soprar ao vento para fazer graça às crianças. As flores são lindas, assim mesmo sempre no plural, afinal como no girassol, da mesma família, cada unidade, com pétalas ou não,  é uma flor. Então, uma flor de almeirão é uma reunião de flores, com as do raio modificadas, cada uma com uma pétala para tornar o conjunto mais atrativo para os polinizadores que vão direto para as do centro, miolo, sem pétalas.

Mas o que tudo isto importa quando o que nos interessa é comer as folhas, tão gostosas, amargas e adocicadas? É que neste caso, as formas da planta são tão atraentes que eu já não sei mais o que importa mais, o alimento para os olhos ou para a boca.  De qualquer forma, podem ser as duas coisas. Sem as flores não haveria mais folhas para a salada, o refogado, a pizza, o recheio, a sopa. Almeirão é comida da boa e as flores também.  E quando eu como uma salada assim, que além de ser gostosa, bonita e nutritiva, ainda tem pedigree, me sinto como detentora do mais precioso bem posicional, como está na moda dizer.

A muda que ganhei da Marisa e plantei no quintal 


Comi as folhas e a planta deu flores 
Que atraíram abelhas 
E outros insetos, que polinizaram as flores do centro
Depois de se abrirem de dia e se fecharem à noite, se fecham por mais
tempo quando todas as flores  já estão polinizadas. Só se abrem
novamente quando os tufinhos estão prontos

Começam como um pincel, em que as cerdas são os papilhos e os frutos
pretos já estão maduros 
Se expandem, se expandem, formam uma bola e... 
Voam pra longe as cipselas

Uma delas pousou e germinou na calçada 
Outra no meu vaso 
Levei sementes de roxas de dois tipos para Piracaia e lá cresceram 
Colhi as do vaso e fiz salada com vinagre de mel de jataí 
Flores de almeirão comum são roxas 






















































































Informações sobre a espécie e outros fatos, aqui: http://come-http://come-se.blogspot.com.br/2008/12/almeiro-roxo.html

E fotos do outro almeirão roxo, com folhas de margens retas, estão neste post:  - http://come-se.blogspot.com.br/2010/08/come-se-com-olhos-de-orvalho.html

11 comentários:

Lorena disse...

Neide, na segunda foto da polinização a "abelha" é, na verdade, uma mosquinha. :) Não sei se vc se interessa muito por insetos, mas como eu trabalho com eles, não pude deixar de registrar o fato.

E sobre o almeirão, amo muito! Prefiro refogado, na comida, na sopa, na carne... Mas cru, na salada, também como e gosto. Uma pena que eu more em um apartamento micro e bem cimentado, porque minha vontade era ter uma horta com todas essas folhas saborosas e nutritivas. Por enquanto, pretendo colocar os meus planos de micro-hortinha em prática, mas apenas para temperinhos. Veremos se dará certo.

Beijos e obrigada pelo blog que eu adoro!

Anônimo disse...

Neide, além de linda é muito gostosa uma saladinha de almeirão, mas a engenharia de reprodução deles é tão bem resolvida que ele se torna quase incontralável em uma pequena horta, né? Abç.
Izabel

Neide Rigo disse...

Lorena, eu me interesso, sim, por insetos, mas não sei quase nada sobre eles. Obrigadíssima pela correção - já arrumei lá. De que espécie é esta mosquinha? Achei-a linda. O almeirão você pode plantar na praça. Ele cresce do tamanho de um arbusto e fica longe dos xixis de cachorros.

Izabel, ele é auto-controlável, pois é uma planta anual. E é uma planta rústica que não requer cuidados especiais. Eu acho uma excelente opção para hortas.

Um abraço, N

Anônimo disse...

Comam, uai. Adorei a expressão!

Logo, logo vc vai se enveredar no mundo dos insetos tb. Que bom que sou sua leitora!

bj

neusa

Lorena disse...

Neide, acho que é uma mosca da família Syrphidae. Não tenho certeza absoluta, não... Mas pelo jeito, coloração e também por estar ali comento pólen ou néctar, é bem capaz de ser. As moscas dessa família também são conhecida como moscas-das-flores. :)

Agora a espécie... não dá pra saber!

Neide Rigo disse...

Lorena, obrigadíssima. Pelo que vi no google imagens, é uma mosca desta espécie, sim. São lindíssimas, não?
Um abraço,
N

clau disse...

Neide, toda vez que eu passo por aqui e vejo estas coisas que vc mostra, apesar de gostar muito da minha casa, sinto uma falta danada de não ter um cantinho, ao menos, com uma terra para poder plantar...
Bjs!

Gilda disse...

Que fotos! Fico numa luta aqui para fotografar coisinhas de que gostaria de lembrar e quando vejo o que você consegue fazer quase desanimo de mim. Mas o melhor mesmo é você sair achando os "filhos" das suas plantas pela rua afora.

heguiberto disse...

Almeirão,couve e cerralha eram as verduras que mais apareciam na mesa. Não requeriam cuidado e bastava um passeio pelo quintal para colher o suficente para o jantar ou almoço. Salada de almeirão com limão bode, azeite, sal e pimenta é perfeição ;)
Vou tentar contrabandear sementes para a califórnia da próxima vez que estiver no Brasil... enquanto isto vou me empaturrando de dandelion que é parecido ;)
H

Gina disse...

Só conhecia a flor do almeirão comum, não a do roxo. Interessante!
Bjs.

Elaine Tripiano disse...

Boa tarde, vc vende sementes desse almeirão roxo das folhas desenhadas , tenho interesse nessa espécie, pois tenho no meu quintal o roxo comum e o branco , e gostaria deste ,caso sim qual o valor e frete para o cep 71990-360 grata tripiano@globo.com