quarta-feira, 20 de abril de 2011

Pão com ovos inteiros na massa. Inteiros mesmo!


Há algum tempo estava folheando meu livro de pães da Coleção Time Life (Cozinhar Melhor/ Técnicas e Receitas) e uma receita me chamou a atenção "a picnic loaf" ou Pão de Piquenique. E, mesmo sem foto, mesmo sem que eu tenha entendido direito a montagem, "forme rolinhos finos como lápis com a massa restante e empregue-os para fazer um padrão xadrez, que prenderá o ovo e a linguiça à base da massa", resolvi fazer o pão para o nosso último piquenique - ele está lá nas fotos e fez sucesso.  Não segui a receita da massa, mas gostei da ideia de levar ovos crus com casca para cozinhar junto com o pão.  Depois fui procurar na internet e descobri foto para o italian picnic loaf  num site do Slow Food. Veja aqui - só 10% das pessoas clicam link, mas este vale a pena. No piquinique anunciei como pão da páscoa, já que estávamos às vésperas dela e os ovos a anunciavam. 


Aí,  coincidentemente, na semana passada o caderno Paladar falou dos pães de Páscoa pelo mundo e, num texto à parte, falava dos folares  portugueses, pães doces ou salgados, que sempre levam ovos na massa, símbolo da ressurreição,  e algum tipo de carne nas entranhas, como diz o título do texto. Junto com a massa são cozidos linguiças, toucinhos, bacon, salpicões, lombinhos, frango etc, com muitas variações a depender do local ou se aldeias ou grandes cidades. E ali, no meio da matéria, havia uma foto pequena do folar de Chaves, com um ovo no centro. Infelizmente o assunto não é aprofundado sobre os ovos, se vão crus ou cozidos, ou sobre a tradição de se dar folar aos afilhados na Páscoa - o número de ovos deve ser o mesmo de anos da criança presenteada.  No dicionário Lello Popular, estar lá: "Folar: fogaça; bolo ou presente que os padrinhos que os padrinhos dão aos afilhados ou os paroquianos ao pároco, pela Páscoa; direito paroquial de receber esse bolo ou esse presente". 


O fato é que não tenho afilhados muito menos párocos a quem dar folares com ovos, então, por aqui, será Pão de Páscoa pelo simbolismo, mas mais ainda pão de piquenique, pois você já leva o sanduíche completo. 


Na semana passada fui a um piquenique da minha sobrinha Tarsila e levei o tal do pão.  Todo mundo achou muito louco aquilo de ter um ovo com casca no meio da massa. Dá um pouco de trabalho para comer porque tem que tirar o ovo e descascá-lo. Já o labrador que apareceu correndo de sua dona e roubou duas fationas do pão do piquenique parece não ter se importado com isto. Num segundo engoliu o pão e o ovo com casca de tudo. Mas pensar que nunca mais vou cozinhar ovos para levar ao piquenique quando fizer pão é um alento pois economizo gás, panela, tempo, água e recipiente para levar os ovos. Basta levar também um pouco de sal e, talvez, pimenta-do-reino.  



A primeira experiência fiz sem linguiças. Furei os ovos e coloquei sobre uma massa que fiz com fermento natural. Recheei o centro com berinjelas e tomates picados, bem temperados, assados e depois misturados com pedacinhos de queijo meia cura. Cobri o recheio e distribui os ovos cobertos com cruz em volta. Antes de colocar os ovos, lave bem e fure com agulha - só para não trincar (mas eu me esqueci de fazer isto na última vez e não aconteceu nada). 



Neste, cada rolo da trança foi recheado com queijo ralado grosso misturado com claras em neve e manjericão (claras, para o recheio não sumir grudando na massa, formando um oco. Pincelei com ovo inteiro batido com mesmo volume de leite. Usei a massa de pão que dei no último post




Para este, fiz a mesma massa de pão branco citada acima, só que desta vez juntei à massa, depois de levedada, 1 xícara de azeitonas verdes e maduras picadas, 1 xícara de salsinha picada e 1 cebola grande picada em cubinhos e dourada em azeite. Fiz uma rosca (a massa dá duas), mas a forma era pequena e o buraco quase fechou.  Por cima, um gomo de linguiça calabresa dividido em quatro pedaços, além dos ovos crus. Para disfarçar o buraco quase sepultado, joguei por cima mais cebolas douradas em azeite e temperadas com sal. Foi nosso jantar ontem.

E por pouco não foi também o café da manhã de hoje da Dendê! 




Para comer, é bom cortar o ovo ao meio, desgrudá-lo da massa, escavá-lo da casca com uma colher e voltá-lo para a cavidade deixada no pão. Tempere com sal, pimenta e Nhac!   Agora, tente você a sua própria versão. 


Por esta semana chega de trigo, porque amanhã tem quinta sem gluten. E, para quem já está de folga de tudo, já desejo Boa Páscoa!  

18 comentários:

angela disse...

Bem que eu desconfiava que eu era dez por cento...

clau disse...

Nossa...
Fiquei impressionada com estes seus pães que mais parecem esculturas: brava!
Ver os ovos me fez vir à mente aquela torta da Liguria que leva espinafre e os ovos inteiros, mas sem casca, no recheio...
Boa Pascoa, Neide!
Bjs!

Mariângela disse...

este pão está genial!! eu que adoro ovo gostaria de prová-lo.

Neide Rigo disse...

Angela, como assim? Vai lançar dois livros e se acha dez por cento? Tá de brincadeira!

Clau, guardarei este nome: torta da ligúria!

Mari, quem sabe amanhã...

Um abraço, N

Anônimo disse...

deu água na boca!!!!
Silvia

Anônimo disse...

Neide , semana passada andei olhando nas fotos do piquenique mas , achei que meus olhos estavam me enganando. E nao e que era verdade (os ovos estavam ineiros) achei o maximo!!!!!!!!!!!!!! Beijos Denise

Janine França disse...

não sei se consigo fazer pão, ainda estou nos primeiros passos de aproximação com a cozinha

Nina disse...

Ai, que vontade que deu!! Adorei isso!

Beijo

Moira disse...

Olá Neide!
Eu vim desejar boa Páscoa e dizer que adorei este seu pão de picnic, escusado será dizer que vou roubar a ideia. O meu folar de Páscoa leva ovo inteiro, mas ele é cozido antes com casca de cebola para dar cor.
Beijo
Moira

gasparzinha disse...

Neide, que desfile delicioso de folares! Eu adoro o folar de enchidos de Chaves e o folar doce de Olhão, fazem as minhas delícias nesta altura da Páscoa.
Beijinhos

Anônimo disse...

Achei o máximo! Muito legal a proposta, só neste blogo maravilhoso pra gente aachar uma idéia dessa.
Um beijão
Cátia Milhomens

Bombom disse...

Que maravilha de Folares, Fogaças ou Pães de PicNic! Quanta imaginação e bom gosto para as decorações! Gostei da ideia da linguiça a enfeitar. Os ovos cozidos são mais usuais aqui em Portugal nos folares doces da Páscoa. A minha avó fazia por esta altura um Folar salgado com recheio de carnes diversas (frango, vaca ou porco) estufadas e desossadas, à moda de Bragança. Ainda me lembro dos sabores!...
Desejo-te uma PÁSCOA FELIZ. Bjs. Bombom

Denise de Luca disse...

Vc sempre criativa, né Neide, nos presenteando com suas idéias. Adorei. Por coincidencia esta semana estava estudando um pouco mais sobre os folares e encontrei este video que acho que tem tudo a ver.
http://www.youtube.com/watch?v=6SoYzPh8V4Y
Espero que goste
Bj

Kris Nardini disse...

AMEI esse pão, Neide!!! Coisa linda!

Chopp Kremer disse...

Esta receita realmente me impressionou! Muito criativa!

eu-cozinho disse...

Um verdadeiro Folar repleto de ovos :D

Pauline disse...

Nossa, muito legal este pão com ovos, a última foto com o ovo fatiado está de comer com os olhos... Vou testar, adoro novidades.

Juliana disse...

!!! aaadorei.
obrigada pela introdução ao tema.