sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

É tempo de manga verde 3: Chutney cru de manga verde

Continuação dos posts manga verde 1 e manga verde 2: como prometi, dou aqui a receita do chutney de manga verde, que ganhei da Nina Horta, que ganhou da Meeta Ravindra e que eu adaptei no melhor estilo chutneide - fiz uma quantidade menor, usei manga coquinho e juntei folhinhas de coentro que não era pedido na receita original, mas que considero indispensável. Usa-se a manga cru à qual se juntam temperos, tudo triturado no liquidificador. No final, o chutney tem um certo aroma de terebentina muito bom e intrigante. Como é bastante ácido, demora vários dias na geladeira sem estragar, ficando com o sabor mais acentuado. E pode ainda ser congelado. O meu, hoje, estava um pouco mais escuro mas ainda com sabor tentador. Comi com chapati, mas vai bem como molho para peixe, aves ou porco assado. Aí vai:
Chutney cru de manga verde
Polpa de 3 mangas-coquinho bem verdes descascada (ou 200 gramas de manga verde qualquer já picada)
1 cebola de 100 g picada
1 colher (chá) cheia de cominho em grão tostado
1 colher (sopa) rasa de açúcar mascavo
3 colheres (sopa) de folhas de coentro
Sal e pimenta vermelha fresca picada a gosto
Coloque todos os ingredientes no liqüidificador e bata até ficar um molho bem pastoso. Na geladeira, dura até 1 semana em pote fechado. No freezer, 6 meses.
Rende: 1 xícara de chutney



2 comentários:

Marmita disse...

Que delicia de receita, nunca provei algo assim mas pelo aspecto d atua imagem deve saber muito bem.

beijos da marmita

Lun4tika disse...

com a manga madura nao fica bom tb?