quarta-feira, 5 de outubro de 2016

Aproveitando as nêsperas da estação: chutney de nêsperas

Nhac!
Nêspera não é exatamente uma fruta deliciosa como a pitanga ou a uvaia. Mas tem a vantagem de ser farta na cidade nesta época do ano e ser muito menos perecível. Além disso, é docinha, ácida, agradável de comer. E as sementes tem aquela mesma substância meio tóxica mas muito aromática das amêndoas amargas, um glicosídeo cianogênico, a amigdalina. Um pouco é suficiente para dar sabor de amêndoas ou cerejas maraschino e foi nisto que pensei quando usei as que cortei para acrescentar ao licor que estou fazendo com cereja-do-rio-grande e ervas. Mas sobre isto falo depois, inclusive porque quero descobrir o teor de cianeto produzido pelas sementes - certamente teria que comer muito delas para fazer mal.

Já fiz compota com as nêsperas - simplesmente tirei a pele e sementes e cozinhei brevemente numa calda rala. Tenho outras ideias em mente, mas ontem suspeitei que ficaria muito bom um chutney feito com elas - afinal são doces e ácidas como mangas, maçãs. E o complemento de sabor quem dá são as especiarias indianas. Como considero super aprovada a receita que fui construindo com o repertório de chutney de manga que tinha em mente, deixo aqui para quem quiser reproduzir o chutneyde.




































Chutney de nêsperas

Coloque numa frigideira 2 colheres (sopa) de óleo. Junte 1 colher (chá) de grãos de cominho e 2 colheres (chá) de sementes de mostarda preta. Leve ao fogo e espere a mostarda começar a pipocar. Junte 1 cebola roxa picada, 2 dentes de alho picados finamente, 2 colheres (chá) de pó de curry e refogue até a cebola murchar. Junte 600 g de nêsperas sem sementes picadas, meia xícara de uvas passas, 1 pimenta dedo-de-moça sem sementes picada, 1/4 de xícara de açúcar mascavo e 1 xícara de vinagre. Junte uma colher (chá) de sal e deixe cozinhar em fogo baixo até todo o líquido ser absorvido e formar uma mistura cremosa. Guarde na geladeira por vários dias e sirva com carne ou com o que achar que combine.

Rende: umas 2 xícaras





Coloque as sementes na cachaça e deixe uns 15 dias para dar sabor e perfume
de cerejas maraschino ou amêndoas amargas. Depois basta juntar uma
calda de açúcar e terá um delicioso licor 

Colhemos no domingo 

Muita ainda para ser colhida

2 comentários:

Eliane disse...

Bom dia, Neide!
Tenho acompanhado o seu blog. Estou aprendendo, conhecendo e experimentando muitas receitas diferentes e deliciosas!
Eu preparo sagu com nêsperas e deixo ferver as sementes para acentuar o sabor.
Parabéns! Seu trabalho é muito enriquecedor, nos mostra a importância de termos uma alimentação simples, no sentido de observar e aproveitar a natureza que esta no jardim, calçadas e arredores!
Obrigada,

Eliane Menegolla

adelia sylvia penna ramos disse...

Oi, Neide! Amei a ideia desse chutney, embora por aqui nunca tenha visto nêsperas. Assim como nunca vi carambolas, que deram o chutney mais gostoso que fiz -já tentou?

Beijos,

Adelia