quarta-feira, 5 de agosto de 2015

Visita ao sítio Frutas Raras, do Helton Josué

Em breve falarei mais demoradamente do Helton, mas por enquanto, deixo aqui o registro de nossa viagem ao seu sítio de frutas raras e ao seu viveiro Saputá, em Campina do Monte Alegre.

Era pra ser uma expedição inserida no projeto Comer é Mais, do Sesc Belenzinho, do qual sou curadora. Infelizmente o Sesc precisou cortar algumas atividades mais caras e a viagem foi cancelada.

Mas decidi manter o passeio com alguns amigos e lá fomos nós no começo de julho. Enchemos dois carros e fomos visitar o sítio num sábado frio e chuvoso. Ainda assim, aproveitamos bastante pois Helton é um dos maiores colecionadores de frutas raras, incluindo nativas e exóticas. Então, passear pelo espaço verde guiado por ele foi como estar num parque de diversões ou shopping center, guardadas as devidas proporções e diferenças de ambientes e preferências, claro.  Gostei tanto, e todos gostaram, que voltei novamente com Neka Mena Barreto neste último final de semana.

Na primeira visita pedimos permissão para fazer um picnic no local sendo eles nossos convidados. O chão estava molhado, por isto Helton e Emilene, sua mulher, colocaram a mesa no quintal. Cobrimos com nossa toalha e espalhamos nosso lanche.  Foi nosso momento de celebrar junto com o casal que nos recebeu tão bem e contribuiu com sucos muito diferentes de frutas colhidas por ali.

Cobra-se 15,00 por pessoa para visitar o sítio e você pode agendar uma visita. É só entrar no site dele:
http://www.colecionandofrutas.org/ e entrar em contato.  E leve dinheiro para comprar seu livro autografado.

Deixo aqui algumas fotos para te motivar a visitá-los.

Pitanga gigante, pitangatuba 

Helton com a pitanga que lembra uvaia 


Fruto de palma - um figo-da-índia, só que verde 

Isto é um maracujá nativo



Emilene mostrando as toranjas 

Frutos do jiquiri, comem-se. 

Juá manso. Lembra tamarillo ou tomate de árvore


3 comentários:

adelia sylvia penna ramos disse...

Neide, o jiquiri poderia ser usado pra decorar árvores de Natal!!!

Que bom que você voltou, estava com saudades

bjs,
adelia

Paty disse...

Ele vende mudinhas lá?

Juliana Valentini disse...

Neide!
que bom que você acabou escrevendo sobre o Helton!
Aquele mal estar do Flores que nos impediu de ir com vocês acabou passando pra mim, daí ficamos os dois meio esquisitos.
Foi classificado como virose, uma vez que tudo o que a gente não descobre o que é vira culpa dos vírus.
Quando der conte mais sobre o Frutas Raras, e se marcar ida lá de novo e quiser companhia, convide a gente!
Beijo grande,
Ju