sexta-feira, 13 de junho de 2014

Frutos do Pará



Tanto em Belém, especialmente no Mercado Ver o Peso e redondezas,  quanto na Ilha do Marajó, as frutas estão por todo canto, nas bancas, nos bancos, encostadas aos postes, carregadas nos carrinhos e nos quintais, ainda por colher ou caídas sob as árvores. Toma-se muito suco, de taperebá, de caju, de abacaxi, de cupuaçu, de gabiroba, cajá e tantas outras. E estão ainda na refeição principal quando uma bacia de açaí acompanha o peite frito ou assado. 

De um modo geral a população de homens e mulheres está mais gorda que da primeira vez que estive lá na primeira edição do Festival Ver-o-Peso da Comida Paraense, no ano 2000. Não fosse tanta comida industrializada e em proporções descomunais, ou talvez o excesso de cerveja, de refrigerantes e tonelada de açúcar nos sucos, poderia se dizer que o paraense tem tudo para comer bem: boas farinhas, açaí puro, peixes excelentes, tucupi, castanhas, cocos de todo tipo dos quais se aproveitam a polpa crua ou cozida, as amêndoas e o óleo.  E os frutos, que estão aqui pra não me deixar mentir. Já falei outras vezes deles e do mercado Ver-o-Peso. Por isto, seguem apenas fotos que fiz em Belém e Ilha do Marajó para você ficar com vontade de ir ver e provar de perto. 


Biribá

Cacau e açaí

Cacau e cupuaçu

Coco dourado

Biribá, jambo, cupuaçu, abacaxi, ingá chinela, abiu

Biribá, cacau, sapoti

Cacau

Ingá chinela

Dona Carmelita em sua banca de frutas no Ver-o-Peso

Limão

Pupunha

Biribá

Castanha amazônica

Inajá

Jenipapo

Pupunha

Banana da terra e pupunha 

Bacuri 

Cajá 

Mamão amarelo

Pitombinha

Goiaba 

10 comentários:

Anônimo disse...

Estou adorando seu blog! Parabéns!
Estava pesquisando sobre a árvore do curry, e cheguei até aqui. Confesso que está difícil de sair! Sheila

Neide Rigo disse...

Então fique, Sheila. É um prazer.
Um abraço,n

Sadhia Hage disse...

ahh querida neide quendo vejo estas frutas do pará me lembro nas viagens á bahia ..lá em itabuna eles vendem muitas frutas do pará acho que a memória mais gostosa de lá ..é ir nos mercados de rua como chamam ..comprar frutas .adoro cada uma com um sabor diferente .Obrigado por mostrar um pouco destas delicias
um grande beijo
Sadhia Hage

Anônimo disse...

Neide, adoro te seguir pra cima e pra baixo, hehehe.
Pupunha seria o Butiá aqui do sul?
Obrigada por compartilhar teu saber. :-) - Mari Z

byma disse...

espero poder ainda provar tds essas frutas

Humberto Sisley disse...

Muito legal o seu blog, está sendo ótimo conhecê-lo. Eu queria saber se o coco dourado é nativo mesmo. como me foi dito uma vez em Natal.

EMRC disse...

Valorizar o que se tem de Norte a Sul, é muita riqueza, e ás vezes não se reconhece. Lindas fotos! Parabéns!

EMRC disse...

Valorizar o que se tem de Norte a Sul, é muita riqueza, e ás vezes não se reconhece. Lindas fotos! Parabéns!

Neide Rigo disse...

Boas lembranças, Sadhia!

Mari, pupunha e butiá são palmeiras, mas o fruto da pupunha come-se cozido. E o butiá é azedinho e come-se cru. Adoro! Muito diferentes.

Humberto, que eu saiba, sim.

EMRC, estas frutas são só uma mínima amostra. Obrigada.

Um abraço,n



Anônimo disse...

Neide
Amo ver as fotos dessa brasilidade. Não vou sossegar enquanto não for ao mercado ver-o-peso!Obrigada pelas postagens maravilhosas! Nedi Ropke