quinta-feira, 31 de julho de 2014

Sobremesa da Romilda: banana três quinas com queijo da Canastra

Para encerrar a oficina da Romilda no Sesc Belenzinho, a receita da banana três quinas frita, com queijo por cima. Pronto, está dada a fórmula.  Quando estávamos pensando na aula do lobozó, sugeri que fizéssemos também uma sobremesa. Há vários bolos que Romilda faz com o queijo entre os ingredientes, mas quando perguntei sobre um jeito simples de comer como sobremesa, pensou, pensou e não se lembrava de nada - talvez supondo que eu estivesse na expectativa de algo mais elaborado. Insisti e ela veio com esta maravilha - ah, frita a banana e serve com queijo ralado por cima. E tem canela? perguntei. Ah, se quiser, põe. E quanto de queijo? Uai, quanto quiser ou quanto couber em cima da banana.

A banana três quinas a gente não vê muito por aí, mas na Canastra tem bastante. Em várias outras partes do Brasil também, às vezes com outros nomes, como banana sapo na Ilha do Marajó, ou banana marmelo em Goiânia. Aqui não tinha, mas Romilda disse que pode usar banana-da-terra. Cortou ao meio, de comprido e  depois ao meio na largura, resultando em 4 fatias. Fritou em óleo quente, em quantidade suficiente para cobrir as fatias. Tirou do óleo, deixou escorrer e cobriu as fatias com queijo ralado. A canela em pó era opcional e quem quis polvilhou. Todo mundo quis e repetiu.

O queijo da Canastra deve estar um pouco curado, firme para ser ralado.
Este tinha uns 20 dias 



Banana três-quinas 

Um comentário:

Elisa Duarte Teixeira disse...

Oi Neide, tudo bem?
lá no sudoeste te Minas também chamamos a banana três quinas de banana-marmelo. A outra que a gente adora comer frita, em fatias grossinhas cortadas de comprido e fritas em pouco óleo, povilhadas com açúcar, e a banana-são-tomé.
Abraço e parabéns a você e à Romilda.