quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Feira em Paris

Fellipo com seu bebê - um sal de Guerande com tempero inventado por ele (je suis un artiste, dizia ele, todo convencido)
Hoje fiquei sozinha. A Leda, minha amiga e ex do meu irmão, está me recebendo em sua casa, e foi trabalhar na biblioteca. Os pequenos ficam hoje o dia todo na escola. E minha sobrinha Flora estuda na Sorbone e também passa o dia fora. Tome a chave e vá à feira aí em frente; tem vinho Monbazillac na geladeira; tem lentilhas verdes prontas, pão, salada e queijo; use o fogão se quiser; o código da porta é este; se vire e au revoir. Enrolei muito até tomar coragem de sair à rua, mas não resisto a uma feira e lá fui eu com a cara e a coragem, mais com a cara. Depois de ver um monte de turista chinês apontando, fazendo mímica e pagando pelo que queria, a coragem foi brotando. Ensaiei uma frase que ajudou a abrir portas e sorrisos - Bonjour, monsieur, permettez-moi de prendre une photo, s'il vous plaît?. Muitos oui e apenas um pas de photo.

Frutos do mar e escargôs
Radis noir: um tipo de nabo branquinho, crocante, mais denso e bem picante
Panais: Pastinaca sativa - parente da cenoura. Também chirívia, parsnip etc
Rabanetes, batatas e tupinambo ou alcachofra de jerusalem (Helianthus tuberosus) - que tem realmente gosto de alcachofra
Abaixo, minha feirinha


Mexilhões, vieiras, ouriços-do-mar, radis noir, tupinambo, panais, tomates, salsa, couve-rábano
Ainda não sei o que vou fazer de jantar, mas comprei umas raízes, experimentei cru, cozinhei todas, passei por azeite junto com os mexilhões - que aferventei em água temperada com vinho e o sal bebê do Fillipo. E nhac, foi meu almoço.
Fotos no Marché Bastille
Bd Richard-Lenoir, 11th
Metro Richard-Lenoir

35 comentários:

veronika paulics disse...

já pensou: andar a pé com você em paris! enquanto isso, à distância e com os olhos, come-se. beijo. v.

david era uma vez... disse...

Nossa Neide, que inveja disso... meu sonho de Paris é exatamente esse, ir a feira andar pelo meio das coisas e sentir os cheiros.
Aproveite tudo isso, prove as coisas mais inusitadas possíveis, venha com todas as novidades e mostre aqui pra gente delirar!!! ADOOOOORO!

Beijos Fessôra!

Roselei Strassburger disse...

Ai, enquanto estou as voltas com a adaptação do Felipe na escola, fiquei tb pensando em como estavas te virando. Que delicia!!!! e ainda com posts dando alguma novidade de lá. Beijos com carinho

Joice disse...

Que viagem maravilhosa! Aproveite bastante.

Gabi disse...

Essa é a parte mais divertida das viagens, vc não acha?
Eu acho muito legal viver um pouquinho do dia-a-dia da cidade em que estamos.

bjs e continue se divertindo! :)

heguiberto souza disse...

Wow Neide,
Nem sabia que estava de viagem ;)
Curta bastante sua estada na cidade luz. Paris é nota 10!
Agora quando vem nos visitar aqui na Califórnia?
Abração,
Heguiberto

Mary Valeriano disse...

Que otimo que voce esta postando de Paris... E' belissimo ver as coisas atravès dos teus olhos.

Anônimo disse...

As fotos ficaram , maravilhosas e aposto que o sabor tambem, espero que voce continue postando da chicccc Pari. Beijos Denise

silvia lopes disse...

Amiga, também adoro feiras! Quando estive aí fui numa em Issy les Moulineaux e compramos coisitas para o jantar, inclusive um patê de foi a gras artesanal.
beijo

Caco disse...

Menina!! Aproveite e se jogueeeeeee!!!

Mal vejo a hora de me mudar com minha esposa e cães para Paris ou outra cidadezinha do interior. Conto nos dedos!

Beijos e aproveite a viagem ao máximo!!

Marina S.I.C. disse...

Puxa, sempre vejo você escrevendo sobre coisas que estão distantes de mim! Agora você esta na minha cidade, que alegria! Se soubesse antes te convidaria para um café. Se passar por aqui de novo me avisa. Bon voyage!

felipe disse...

Olá Neide,
Fico contente por você estar nesta cidade maravilhosa. Aproveite seu tempo e dê um pulinho na Rue Mouffetard. É um paraíso para produtos exoticos, sobretudo africanos.
um abraço

Nadia Marrach disse...

Neide querida, obrigada por nos levar junto na sua viagem!

silvana disse...

Neide eu tenho vontade de fazer exatamente isso em Paris! Conhecer as feiras que há nessa cidade (que dizem ser muitas) e, claro, boulangeries. Abraço, Silvana

Maria das Graças disse...

Neide, estou aqui imaginando o seu prazer ao visitar essa feira. Para mim foi uma experiencia e tanto. Passei todo o mes de junho de 2010 em Paris, em apto alugado, no 7º ème (bairro da Torre Eifel) e todas as quintas e sábados tinha uma feira maravilhosa na esquina de casa. Então, pelo menos duas vezes na semana, eu ia para a cozinha com muito prazer.
Lá descobri e experimentei o o "rhubarbe" em pratos salgados e doces. Uma delícia. Voce que é curiosa também se tiver oportunidade experimente.

Lidia disse...

Paris... Chiquéééérrima!!

Aproveite a viagem, Neide, e boa sorte! =D

suen disse...

Sabe, Neide, suas fotos estão registrando tão bem seu andar por Paris e - principalmente - sua curiosidade, seus pontos de interesse. Dá uma impressão que estamos passeando com vc, ou que vc está nos ciceroneando pela cidade. Estou adorando conhecer uma Paris diferente, através de seus olhos, de suas impressões. Ótima viagem, continue a aproveitar cada segundo!

Sabores e Sons disse...

Que delícia Paris!
Aproveite e mostre tudinho para nós...
Viajar sempre faz bem!
Um beijo

Suzana Rigo disse...

Ai que delícia. Também quero!!!

Valentina disse...

Vc está tao perto..

Claudia disse...

Neide,

Boa sorte na empreitada. Não esqueça que você é nossa número 1, que é teu o melhor blog/site de comida em língua portuguesa... quiça o melhor blog/site sobre comida do mundo. Não há pela aí outra(o) alguém mais generoso, apaixonado e respeitador daquilo que representa "comer" do que você.

Você vai conquistar o Forum e a gente vai bater palmas daqui. O projeto de dar um gás na produção da mandioca é emocionante, nada pode ser mais fundamental, considerando que hoje a FAO anunciou novo aumento recorde dos preços dos grãos.

Beijos,

Claudia

Beth Trakininha disse...

Oie!
Tem um "selinho" para você no meu blog.

=D

Beijos

Dalva Tupinambá disse...

Neide,fico feliz que você esteja nesta cidade encantadora!Aproveite bastante!
Uma pergunta: a alcachofra de Jerusalém ou tupinambo é aquele que parece inhame?
Grande abraço.

Neide Rigo disse...

Veronika, quem sabe um dia, não?

David, agora vou dar um tempo de Paris, mas volto pra lá dia 12 - estou no Senegal já.

Rose, o tempo passa e quando passou a gente percebe que se virou de alguma forma. Obrigada!

Obrigada, Joice.

Gabi, este é o tipo de viagem que também gosto. Tudo com calma.

Heguiberto, enquanto California não vem, a gente vai curtindo outros lugares.

Mary, obrigada!

Denise, tudo em Paris tem muita qualidade. É um aprendizado e tanto.

Silvinha, suas dicas são sempre bem-vindas.

Caco, poxa, não sabia dos seus plantos!

Marina, volto para aí dia 12. Quem sabe um café?

Felipe, já estava na programação. Obrigada!

Nadia, vou dividir com vocês tudo o que puder.

Um abraço, N

Neide Rigo disse...

Silvana, esta é uma das partes boas. Todas as outras também são.

Maria das Graças, viajar assim que é bom, não. Infelizmente não terei tanto tempo assim. Já dei uma receita de ruibarbo aqui no come-se, que comprei na casa santa luzia. O bom seria se pudesse compara-los. Certamente são diferentes.

Lídia, estou gostando muito, mas nem tudo acho chique, não. Obrigada,

Suen, que bom que está gostando. É isto que queria.

Suzana, você vai ter!!

Valentina, eu até gostaria de ir pra Londres, mas o tempo é pouco.

Claudia, mesmo sabendo que exagera, agradeço imenso.

Beth, obrigada!

Dalva, tupinambo é parente do girassol e não tem nada a ver com o inhame. O nome tem a ver com os tupinambás que o comiam antes da chegada dos europeus. Gostei de ver seu sobrenome, a propósito.

Um abraço, N

Claudiaroma disse...

Estou com uma inveja danada ...de boa!!! isto é tudo de bom...parabéns...estou acompanhando tudo!!!bjs

Leiliane disse...

Gostaria de comentar com mais frequência. Porém, não tenho acesso a blogs durante o trabalho formal. Sempre vejo seus posts pelo feed do google reader. E gosto muito. Parabéns!

Mesa de Ana Teresa disse...

Olá, adoro andar em feiras em Paris. Quando comecei a ver as fotos, pensei na feira da Richard Lenoir, que se não me engano acontecem aos domingos e um dia no meio da semana. Também sempre bati muitas fotos.
abraços e boa viagem
Ana Teresa

Maria das Graças disse...

Neide, gosto muito de Paris e a elegi como a minha cidade preferida no mundo por razões completamente diferentes que a maioria. Para mim é apenas uma cidade que me oferece o que espero encontrar e que nunca encontrei nas cidades por onde andei.
1) gastronomia de primeira na feira da esquina ou em pequenos bistrot.
2) facilidades de locomoção.
3) valorização das coisas boas e simples da vida em uma cidade grande.
Sobre o ruibarbo, uma colega de um blog me disse que há alguns anos atrás ele era cultivado na Bahia.
Não vi o post aqui no blog mas vou lá dar uma olhada. Depois de lê-lo comentarei.
Queria estar ai em Dakar nem que fosse como sua secretária, acompanhante ou coisa que o valha. Que riqueza de experiência!

Maria das Graças disse...

Li o post sobre o ruibardo e, se voce não se incomodar, volto a insistir. É uma experiência diferente em salgados e doces. Muito comum nos bistrots frequentados pelos franceses no dia a dia. E na feira perto de casa comprei pequeninos bolos/tortas deliciosas. In natura é semelhante ao que vi no blog. Só não sei se é comum nessa época do ano na feira da Bastille.

Maria das Graças disse...

Neide, para voce ter uma idéia ele fez parte de dois almoços. Um no Le Telegraphe, no 41 da Rue de Lille, atrás do Musée D'Orsay. Foie gras poêlé minute, marmelade pommes-rhubarbe e son flambage. Delicioso é pouco para definir esse prato. O outro foi Tartelette à la Rhubarbe façon crumble accompagnée d’une glace à l’estragon no L'Epi Dupin, 11 Rue Dupin. Soberbo! Esse restaurante fica em uma rua pequena, na esquina do Bon Marché, onde voce já deve ter ido e ficado tonta com tantas novidades e produtos de altíssima qualidade.

Neide Rigo disse...

Maria das Graças, obrigada pelas dicas preciosas de Paris. Ainda não conheci nada na cidade, porque só fiquei lá dois dias antes de vir a Dakar e estava me preparando. Mas agora volto e fico mais duas semanas. Se tiver oportunidade, vou aproveitar suas sugestões. beijos, n

PedroCG disse...

Que coincidência! Descobri o seu blog agora e ainda há um mês estive no mesmo mercado a comprar sal ao mesmo senhor ! :-)

(sem publicidade, aqui está a prova:
http://gastrossexual.blogspot.com/2011/01/paris-2011-1.html)

Gostei muito de a encontrar.

Daniel Brazil disse...

Que maravilha de viagem!
E pensar que os ouriços, tão comuns no Nordeste, são desprezados por aqui... Comer suas ovas alaranjadas (como a de todo bicho do mar), de colherada, frescas, na beira da praia, é uma experiência maravilhosa. Melhor que caviar!

healthy life is easy disse...

What Can We Do to Help Them? This afternoon I read the news via the internet. I was Surprised by the news That 'there is, an earthquake Happens again on this earth. 6.3 earthquake with the strength ritcher Destroyed scale has most of the city in New Zealand. I cans not do much, We all cans only pray for all the quick passes and They get the help and assistance Immediately. hopefully the Victims to be patient.
I attach news of the earthquake today, the which I quote from the CNN media. http://healthylifeandfitness.com/?p=1046