sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Magnólia



As grandes pétalas brancas em couro que sombreavam o segredo ainda ontem surgiram hoje amarelas e murchas no chão, expulsas pela pinha fecunda, que sol sem sombra nem peso faz crescer. Só é pena que não é de comer.
Bom fim de semana e feriado, volto na terça! Sigo acompanhando a floração das magnólias do vizinho. Coisa linda de doer!

7 comentários:

Cantagalo, M. disse...

Lindo demais..
valeu pela sensibilidade!

Gina disse...

Essa você não pode dizer "come-se!"...rs!
Bom feriado!

vpaulics disse...

mesmo quando não sacia a boca, faz poesia. beijo.

Beta disse...

Linda mesmo Neide! A natureza nos da cada presente! bjs

Pixel disse...

Gostaria de saber se o post de 30/03/09 foi o 1º e o último sobre larvas de palmeira ou vc continuou apreciando o sabor desses bichinhos em segredo. Fiquei curiosa pq a muito tempo atrás assisti em um programa de TV que na Ásia é costume apreciar esta iguaria em espetinhos vendidos na rua, grelhados como churrasco, o bicho morre pelo calor da chama, o óleo interno escorre pelo corpo conferindo uma pele dourada e crocante. Nossa, me dá água na boca quando recordo, não sou chegada em coisas desse tipo mas pareceu incrivelmente gostoso e tenho vontade até hoje de experimentar. Adorei seu blog e sempre que der vou dar uma passada pra comentar, infelizmente, por pura preguiça ainda não fiz um blog mas já está na minha lista de prioridades e desejos de 2011! (rs) e sobre a Trapoeiraba (não sei se é assim que se escreve) Tem um monte no quintal da minha vó e nem fazia idéia que se comia isso. Pronto! Quando não der tempo de ir á feira, vou ao quintal! Prazer te conhecer, álias meu nome é Katia, 30 anos, casada, um filho dog e uma filha coelho, uma família muderna, se é que se pode dizer assim. Boa Tarde e té+.

Pixel disse...

PIXEL é meu dog, sim ele tem um blog eu não! Coisas da vida!

Neide Rigo disse...

Kátia, nunca mais comi bichinho da Palmeira, por pura falta de oportunidade.É muito bom mesmo. Obrigada por compartilhar um pouco de você e da sua família moderna.E veja se se anima a montar um blog. É um bom passa-tempo.
Um beijo, N