quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

Mais um ano. Estamos de volta.

Minha irmã e meu cunhado durante o primeiro café da manhã deste ano,
no sítio
O ano velho foi tão corrido que nem tive tempo de me despedir, desejar bom ano novo para os leitores, agradecer todos que acompanham, comentam, me desculpar pela falta e deselegância de não responder a todas as perguntas, fazer um resumo do que aconteceu etc. Mas pelo menos desejar bom ano, agradecer e me desculpar posso fazer agora.

Espero que o ano novo seja de muita saúde, alegria, compreensão, respeito, contato com a natureza, tempo para os amigos e família, diversão, amor e disposição para a melhora.

Este ano me senti meio relapsa com o blog. Não que as coisas não estivessem acontecendo, que me faltasse assunto. É que o tempo foi pouco mesmo. Aceitei muitos trabalhos, muita viagem - todos muito interessantes para mim - e as atividades foram se somando com a rotina de casa, da horta, do sítio. Às vezes vejo email no celular, em trânsito, e não tenho como responder. Ou esqueço de rever no computador.  Pelo menos com o Instagram posso ir publicando o que vejo, o que como, o que me chama a atenção. E não preciso estar no computador para isto. Claro, deu mais dinamismo, mas também mais superficialidade naquilo que às vezes eu poderia me aprofundar se estivesse numa mesa. Mas não se pode ter tudo o que quer. Por isto, agradeço a compreensão e peço desculpas pelo que possa parecer pouco caso.

Para quem acompanha o blog nem sei se atualizei a informação de que não vendemos o sítio em Piracaia, nem vamos vender mais. Sempre que mostrávamos o lugar para os interessados, terminávamos pensando: poxa, que chácara legal! Vamos ficar pra nós!  E assim foi. A pessoa mais próxima de comprar foi uma leitora que acabou virando amiga,  agora mora na minha rua, ajuda na horta e acho de desistiu da ideia fixa de morar no mato.  E acabamos ficando ainda mais apegados ao sitio, agora com água boa, de uma nascente. Sempre que vou pra lá, publico fotos no Instagram e você pode acompanhar no próprio blog, clicando nas fotinhas que aparecem na barra da direita.

E falar em horta, está aí algo que deu o que falar neste ano e também ocupou tempo. Depois de tanta reclamação de alguns vizinhos em relação à horta comunitária que criamos na minha rua, de ela ter sido criticada no jornal do bairro, de ter saído no Uol, Caderno Aliás do Estadão e no G1 (estes todos em apoio à horta), está mais firme e verde do que nunca. Ganhou calçadas novas da subprefeitura, ficamos com mais espaço.  E agora acabamos de ganhar paralelepípedos para fazermos o contorno dos canteiros. Deu um trabalhão carregar pedras no feriado, mas valeu a pena.  Também tenho publicado muitas fotos no Instagram - para quem tem, o meu é neiderigo.

E amanhã continuo com uma receita de yakult com soro de kefir. Prometo que vou tentar mais regularidade e aprofundamentos como antigamente. Que nosso ano novo seja suave, com bastante comida gostosa (nosso e de todo o mundo)!












7 comentários:

Marta disse...

Oi Neide,
quando tempo sem comentar, mas sempre acompanhando tuas andanças, volta e meia usando uma dica sua, como por exemplo o extracto das cascas de laranja, que ficou sendo parte diária na minha cozinha. Feliz ano de 2016 para você, que curtas bastante o sitio que não foi vendido, bastante beijinhos e abraços para Dendê por mim e muitas viagens e projetos. Abraços. Marta

Anônimo disse...

Sei que não é da minha conta, mas fiquei tão contente ao saber que o sítio continua sendo de vocês!... Acompanhei pelo seu blog todas as etapas em transformar a terra nua num pedacinho do céu... Muito obrigada por ter feito o meu 2015 melhor e um 2016 carregadim de saúde, paz, amor, alegrias e realizações à você, sua família e aos leitores do blog!... Abraços, Celina.

Juju Gago disse...

Leitora que queria comprar e virou amiga e vizinha e ex-estagiária não desistiu da ideia fixa de ir morar no mato não viu! Só pra constar!

Dricka disse...

Neide
Feliz, feliz que você não vendeu o sitio.
Ele é tão sua cara, uma terra linda que merece quem a respeite. Sem contar que rende ótimos posts. Bjs

Obdulia Belmonte disse...

Muito tempo sem comentar nada, mas ando sempre por aqui, engraçado... fiquei tão feliz em saber que vocês não vão vender o sítio. Feliz 2016 para você e sua família.

Regina disse...

Oi Neide,
Tanto tempo... Mas sempre presente aqui e você na minha vida.Fiquei muito feliz de saber do sítio, espero que aproveitem como merecem, tenho certeza.
Feliiiz 2016!!!

adelia sylvia penna ramos disse...

Neide,

que notícia boa! Vocês curtem tanto o sítio, me dava uma dorzinha no coração saber que iam vender. Quem curte Natureza sabe quanto é importante estar junto dela.

Um 2016 que começa com uma decisão dessas serámum ótimo ano!

beijos,
adelia