sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Sopa gelada de abóbora d´água com iogurte e menta

Ganhei uma abóbora d´água da Marisa Ono (do blog Delícia) que, vira e mexe, me dá uma sacola de legumes gostosos colhido de sua horta em Ibiúna.  Acho que já comi abóbora d´água por aí, mas nada que tenha me marcado muito. Desta vez, como tive que eu mesma preparar, prestei mais atenção se o vegetal vai além do gosto de água.

Parente das abóboras mais comuns, a Benincasa hispida tem aquele mesmo jeito das Cucurbitáceas. Planta trepadeira, com gavinhas, folhas grandes meio peludas e flores amarelas.  A diferença é que a casca é verde e a polpa, branca, meio leitosa, meio translúcida. Muito redonda e firme para ser um pepino e muito branca e insossa pra ser uma melancia.  Mas o sabor lembra sim o do pepino, só que mais suave. Por isto, em cozidos, salgados ou doces, ela absorve bem o tempero e isto também é bom.  Perto da casca ela é mais neutra, enquanto na proximidade do miolo, que guarda as sementes, tem um leve ácido e salgado. Por isto, achei que combinaria com aquela sopa tradicional que já dei aqui, o tarator, feito com iogurte, alho, ervas e pepino. E deu muito certo. 

Aliás, no livro Cozinheiro Nacional (1860-70) há no começo da obra uma tabela de substituição de ingredientes europeus, como forma de incentivo ao uso dos ingredientes nacionais. A primeira substituição indicada é pepino por abóbora d´água ou chuchu. Eu acho mais parecida com pepino, mas em certas receitas o chuchu pode fazer o mesmo papel, especialmente nos pratos cozidos.

Bem, você pode clicar no link aí em cima e ver a receita, apenas substituindo o pepino pela abóbora d´água, e as ervas pela menta. Mas já faço isto pra você e transcrevo a receita aqui com as alterações. 



Sopa gelada de abóbora d´água com iogurte e menta 

2 xícaras de abóbora d´água ralada grosso (sem casca e sem sementes) 
2 xícaras de iogurte natural (usei kefir) 
1 xícara de água gelada
2 dentes de alho 
1/2 colher (chá) de sal 
3 colheres (sopa) de azeite de oliva
2 colheres (sopa) de folhas de menta (se não tiver, use hortelã ou outras ervas)
Pimenta-do-reino moída na hora, se quiser
Amêndoas em lascas douradas num pouco de manteiga - a gosto 
Flor de menta para decorar


Coloque numa tigela a abóbora d´água ralada. Misture o iogurte ou kefir com a água gelada. À parte, soque em pilão o alho com o sal. Vá pingando o azeite devagar até formar uma emulsão. Junte esta emulsão de alho ao iogurte e misture bem. Coloque sobre a abóbora d´água ralada e misture. Se achar que a consistência da sopa pode ser mais fluida, junte mais água gelada. Acrescente metade da menta e misture. Prove o sal e corrija, se necessário. Junte pedras gelo. Divida em três pratos e espalhe por cima pimenta-do-reino, se quiser, as amêndoas tostadas e o restante da menta picada. Regue com um fio de azeite, decore com flor de menta e sirva de entrada num dia quente. Rende 4 porções 



3 comentários:

Juju Gago disse...

de satisfazer os olhos... uma belezura!

e deve ser bom também.
alguma das versões hei de tentar.

esta semana foi só de sucessos hein?!
:)

Juni disse...

Bem interessante, não conheço esta variedade... Mais um agregado de conhecimentos que recebo através do Come-se! Obrigada!

Raizza Pereira da Silva disse...

http://umafalsajulieta.blogspot.com.br/