quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

Mandioca encruada. Ou cubos de mandioca

Só um jeito de aproveitar
Com estas não há problemas
Não é toda hora que a gente tem a sorte de comprar uma mandioca que cozinha bem. Às vezes numa mesma leva, ou de uma planta,  é possível encontrar aquela que não cozinha de jeito nenhum. Fica dura e vidrada, em vez de macia e cremosa.  As razões para isto são pouco conhecidas, mas pesquisadores acreditam que uma das causas do fenômeno está ligado à redução do amido e aumento dos açúcares que podem ter sido provocados por alguma situação de estresse na planta. Infelizmente não se pode observar o defeito na compra. E aí não adianta fazer promessa pra santo, botar a mandioca na panela de pressão, nada vai demovê-la da ideia de se manter intratável.

Não servirá pra comer com melado, fritar para ficar crocante, fazer purês, bolinhos, nada. Mas não estará perdida se você batê-la no processador, congelar e fritar. Foi o que fiz. Sempre ficava inconformada de ter que dispensar a mandioca vidrada que demandou tempo de cultivo, de colheita e de coção, além de água e calor para cozinhar. Então resolvi bater no processador a mandioca já salgada até ficar uma mistura uniforme e granulada.  Coloquei em forminhas quadradas (e também nas redondas) de alumínio ligeiramente untadas com óleo, pressionando bem. Tinha visto os cubos feitos com outra técnica e com mandioca normal aqui. Então, estes e os dadinhos de tapioca do Rodrigo, do Mocotó, foram minhas inspirações. Só tive a ideia de usar a mandioca encruada para aproveitar.  Na minha massa não usei nada além de sal.  E servi com molho agridoce. Da próxima vez, vou rechear os cubinhos com queijo. Bem, levei ao freezer e assim que ficaram congelados, tirei das forminhas e deixei num recipiente bem fechado. Os cubos ficaram soltinhos.

Aqui está um exemplo de mandioca encruada. Nem o melado salva. 
Na hora de servir, simplesmente joguei ainda congelados os cubinhos direto no óleo quente. Deixei fritar até que ficassem dourados e, aí sim, bem crocantes.  Fiz um molho diluindo no fogo com água e limão um pouco de geleia de pimenta temperada com sal (ou misture geleia de tangerina ou laranja com pimenta picada, suco de limão e sal - dilua no fogo).   Juntei uma coisa com a outra e nhac!  Os cubos ficam crocantes por fora, cremosos por dentro com textura ligeira e agradavelmente granudada. No sabor, mandioca frita.  Quando servi para os amigos, com cerveja, não vencia fritá-los. Era colocar na mesa e acabar. Ninguém percebeu que aquilo um dia foi uma mandioca encruada.


Em cubos menores 

Em cubos grandes. E nhac! 




14 comentários:

Anônimo disse...

pensei em misturar esta massa com queijo ralado (parmesão).

analice disse...

Neide, adorei a idéia. Vou usar a sugestão, com certeza.

Juni disse...

OI Neide, até que enfim encontrei algo para fazer com as mandicoas encruadas que volta e meia insistem em vir para casa comigo... rsrsrs
Obrigada por compartilhar! Beijos.

Maria Teresa Valente disse...

Oi Neide agradeço pela ideia, a gente fica sem saber o que fazer quando isso acontece. Além de aproveitar, fica mais charmoso. Abraços carinhosos
Maria Teresa

Leticia Cinto disse...

Adoro ideias para aproveitar coisas que seriam jogadas fora! Amei :)

SOROBO disse...

ACENDEU VELA PARA DEFUNTO RUIM E CONSEGUIU RESSUSCITÁ-LO
PARABÉNS 4 BBBB BOM BONITO BARATO BÁRBARO

FICA COM SABOR INIGUALÁVEL

NUNCA TINHA COMIDO MANDIOCA, AIPIM OU MACAXEIRA DE SABOR TÃO BOM, É OUTRO GOSTO

IVO LOBO CHEFNÁRIO

Anônimo disse...

Neide, deve-se deixar esfriar antes de processar?

Abraço,
Chico.

Neide Rigo disse...

Chico, nunca fiz com a mandioca quente. Sempre estava gelada. Mas não deve mudar muito.
Um abraço,n

Dicinea Alencar disse...

Eu faço bolo com a mandioca encruada. Ponho no liquidificador com leite de vaca e de coco, ovos, manteiga, açúcar, farinha de trigo e uma pitada de sal.

Anônimo disse...

Neide. Adorei a idéia. Só gostaria de saber se vc cozinhou a mandioca antes de processar. Parabéns pela receita

Anônimo disse...

Boa noite ,meu nome é Barbara.
Gostei da dica, eu gosto muito da mandioca cozida e com uma manteiga, hummmm fica uma delícia! Estou grávida e senti uma vontade enorme de comer,mas comprei três vezes em lugares diferentes e fica dura após o cozimento, será que não é alguma coisa que faço errado? Coloco pitadas de sal somente,e deixo cozinhar.

eugenia coelho disse...

Neide vc é demais. Adorei a idéia. A macaxeira que comprei não amoleceu nem com reza. Daí coloquei toda ela no processador só esqueci de colocar sal. Untei a mão com óleo e fiz bolinhas. Congelei e hj fritei. Ficaram ótimas.

eugenia coelho disse...

O problema é na planta Bárbara. Mas faz a dica da Neide. Dá certo

Antonio Rosa disse...

Como resolver este problema na plantação? O Aipim estava excelente e de repente ficou encruado, será que as manibas destes mesmos dará boa a próxima colheita?