terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Arroz de coco com capim santo

Continuando o assunto capim santo, aqui vai a receita do arroz de coco baseada no prato malaio que usa arroz jasmim e gengibre e cuja receita original está aqui no site da revista Saveur.  Com arroz agulhinha comum fica também muito bom.  E se não tiver folhas de limão kafir, que tem perfume de citronela, use folhas de qualquer cítrico (da citronela, não, que não é comestível). 

Arroz de coco perfumado com capim-santo
1 xícara de arroz branco lavado e escorrido
1 e ½ xícara de água
1 xícara de leite de coco
1 amarrado de capim-limão
1 colher (chá) de cúrcuma (açafrão-da-terra)
1 colher (chá) de sal
2 folhas de limão kafir ou limão comum ou tangerina

Coloque todos os os ingredientes numa panela de fundo grosso e leve ao fogo médio. Misture bem. Quando ferver, abaixe o fogo e deixe cozinhar por mais 10 minutos. Desligue o fogo e mantenha a panela fechada por mais 10 minutos. Retire o amarrado e as folhas e sirva.

Rende: 4 porções 


7 comentários:

Claudia Halley disse...

o capim-limão so pode ser fresco?

Neide Rigo disse...

Claudia, de preferência. Mas já vi gente fazendo até com saquinho de chá comprado.
Um abraço,n

Warley disse...

Olá, Tudo bem?
Procurando na internet sobre Kefir, e onde adqui. O google me indicou seu blog. Podemos fazer contato? Gostaria de saber se você ainda possui e como faço pra adquirir.

Aguardo contato!
Grato!
warlleypc@gmail.com

Claudia Halley disse...

Eu fiz! Ficou maravilhoso!
Obrigada por compartilhar a receita!

Neide Rigo disse...

Warley,
entre em contato pelo meu email.

Claudia,
eu que agradeço por você voltar aqui para contar. Obrigada!

Um abraço,n

Anônimo disse...

Olá! Adoro seu blog!!! Acho muito, muito bom! Mudei-me a um ano para uma casa que construímos, com um quintal que dá para plantar algumas coisinhas.A idéia foi deixar o quintal como estava, nada de espaço gormet ou piso frio. Temos uma varanda de uns 20 m2 e um pergolado com sete léguas florida, mas o restante da área ficou como era. Já plantei Cravo da Índia, Louro, Lichia, mamão,uva, laranja e temos batata doce, cará e orelha de padre, que já estavam lá. Qualquer dúvida que tenho, venho ao seu blog. Muito obrigada por me fazer acreditar que é possível viver perto da natureza e disseminar o amor por ela!
Sandra Calil, Maringá, Paraná

Michélle De Patta disse...

olá,
Faço o leite de côco em casa, batendo a fruta com o mínimo de água morna, depois coando. Mas ele fica separado, como em duas fases, com a parte mais densa em cima, muito diferente dos industrializados, que são um creme homogêneo. É assim mesmo que deve ficar ou estou fazendo algo errado?
Muito obrigada! Estou sempre por aqui rs, admirando seu trabalho! Forte abraço.