segunda-feira, 16 de junho de 2014

Peixes do Pará. E outros aquáticos

Ovas de gurijuba 
As coisas por ali são regidas pela água e os peixes de mar e de rio estão presentes desde o café da manhã, como pude comer logo cedo no mercado Ver-o-Peso, com farinha e açaí. Além dos fresquíssimos peixes do mercado, há ovas e produtos secos como peixe pirarucu e ainda crustáceos, como o mini camarão aviú, e a farinha de peixe seco e desfiado chamada de Piracuí.

Em 2008 já postei aqui alguns desses peixes. Você pode conferir aqui: http://come-se.blogspot.com.br/2008/03/nomes-e-preos-de-peixes-amaznicos.html. E ali: http://come-se.blogspot.com.br/2008/04/peixes-amaznicos.html. Por isto, deixo aqui apenas algumas fotos.

Filhote

Gurijuba

Filhote

Pescada Amarela

Pescada branca

Pescada Gó

Piracuí 

Aviú

Camarão seco, piracuí e aviú 


Dourada 

Pirarucu 

Pitu


Pratiqueira 

Pratiqueira 

Tamuatá 


Tucunaré 



3 comentários:

Mariangela disse...

Boa noite Neide.
Mas que beleza de blog! De uma riqueza surpreendente, amei!
Parabéns!Uma boa noite,
abraços.
Mariangela

Elaine Avelino disse...

Que fotos lindas!! Amei a postagem, bem útil e rica como todo o blog. Muito obrigada por compartilhar essa e outras viagens com a gente! Abraços

Angela Escritora disse...

Eu tenho medo de peixe. Já por duas vezes a glote fechou. Uma vez foi com ova, outra com congro. Então, peixe que ainda não testei tenho medo..