terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

Caipirinha pra refrescar

Para a caipirinha, o limão que tiver, do rosa, do tahiti, do galego, do siciliano, umas 8 fatias, de um só tipo ou misturado. Ou umas rodelas de lima da pérsia. Sozinha ou com limão. Ou frutas ácidas e de preferência bem coloridas como a jabuticaba, o kiwi, a uvaia. Soca cada quem num copo com uma colher de açúcar ou, melhor ainda, com xarope de açúcar feito com 1 quilo dele e meio litro de água no fogo, só até derreter. Guarda na geladeira pra usar em sucos e caipiras. Eu uso do açúcar orgânico cristal e na forma de xarope fica mais fácil dissolver. Então, pressiona sobre a fruta a mão de pilão de vidro ou acrílico com delicadeza, fazendo peeling, pra sair o sumo da casca, o suco da polpa. Uns cinquenta mililitros de cachaça bem boa por cima, mistura bem. Muito gelo em cada copo e glupt. Um só copo pra refrescar e alegrar, que ninguém quer ficar cambeteando. O repeteco é igualzinho, mas uma limoneide bem colorida e suada sem cachaça, pra enganar.  Já a de de jabuticaba, é só pegar um tanto, quanto mais melhor, da fruta do freezer - congelei um monte na safra pra isso-,  cortar ao meio, socar com açúcar e o resto é igual. Depois é só encontrar um jeito de aguentar firme e forte sem reclamar e sem desperdiçar água enquanto as chuvas não vêm.





8 comentários:

DERCILIA PINHEIRO disse...

QUE CACHOEIRA HEM ! FAÇO MINHA CAIPIRINHA COM MEL E LIMÃO FICA BOM DEMAIS.

aguiar disse...

Hum... adoro caipirinha,bem fraquinha pra beber várias!!! Kiwi, umbu, seriguela,acerola, pitanga...o que tiver, o négocio é aproveitar! Gostei da ideia do xarope, vou fazer.
Obrigada pela generosidade.
Sucesso sempre!
Bjos

Leticia Cinto disse...

Hum, que delícia! E que boa ideia a do xarope de açúcar! Eu tb uso o açúcar orgânico (demerara) e é bem demorado de dissolver mesmo, vou adotar a ideia :)

Anônimo disse...

Ai, meu Deuso... a Dendê ficou branca!

Neide Rigo disse...

Dercília, a cachoerinha está fraca com esta estiagem.

Aguiar, eu também adoro.

Letícia, xarope é muito prático pra drinks, refrescos e bebidas em geral.

Anônimo, a Dendê continua preta acinzentado e fica sempre bem longe da água, com medo. A mulher da foto não sou eu, é minha irmã, e a cachorrinha não é a dendê, mas a Bruma.

Um abraço,
N

terapiasdanatureza disse...

Que delícia, Neide! Você, como sempre, alegrando nosso paladar e nos desafiando a experimentar a vida em mil formas :) Um abraço!

Angela Escritora disse...

onde é essa natureza?

Neide Rigo disse...

Ângela, lá no sítio, em Piracaia. bj,n