segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Banana na penca ou despenca dois. Ou bolo de banana com aveia

Aqui está um tal de chover e acabar energia, a elétrica, não a minha,  que minha ausência às vezes pode parecer férias. Mas não, embora viaje amanhã pra Curitiba. 

O caseiro às vezes chega com uma sacola de abacate, de limão zamboa, de figo ou um cacho inteiro de banana. Aí me sobra a trabalhosa tarefa de fazer a espécie durar, mesmo distribuindo entre parentes e amigos. 

O nome do post é banana na penca ou despensa dois porque o post número um está lá atrás, em 2010: http://come-se.blogspot.com.br/2010/04/bananas-na-penca-ou-despenca-eis.html, quando fiz a experiência de deixar amadurecer as bananas separadas das pencas. 

Pontinhas cicatrizadas
Mesmo super maduras, íntegras por dentro
Acho linda uma penca de bananas, mas quando se tem um cacho para dar cabo, há que se pensar num modo inteligente para que as frutas fiquem sempre à mão e durem sem atrair drosófilas. O método de cortar uma a uma pelo cabinho, separando-as da penca, pode não contribuir em nada para que amadureça mais ou menos rápido - já testei várias vezes, mas é o jeito mais prático para você e todo mundo da casa comer mais, pois você pode pegar uma, colocar na bolsa e ela não se arrebenta. Pode também identificar rapidamente as que devem ser separadas do grupo por estar com danos na casca, contaminada com fungo etc.  Você pode tirar uma da fruteira sem esforço algum que ela estará cicatrizada, com a casca íntegra. Quando as frutas estão na penca, elas despencam facilmente quando começam a amadurecer, deixando uma parte da banana exposta, o que atraí a mosquinha das frutas e apressa a deterioração.  Quando cortada, mesmo quando a fruta está super madura, você abre e a banana está intacta como se vê na foto acima. 

E além de separar as frutas, tenho colocado em redinhas que ficam penduradas - aí no canto inferior esquerdo da foto.  Assim, evita-se que se amontoem, que uma amasse a outra ou que fiquem úmidas e embolorem. E também porque fica mais fácil de dar de presente. Chega gente em casa: tó, leva banana. 

Com tudo isto, ainda sobraram muitas bananas que amadureceram de uma só vez. Então, umas 25 delas viraram bolo que fiz no sítio com os ingredientes que tinha à mão,  só para aproveitar as frutas.  Mais ou menos como este aqui em que usei 32 bananas: http://come-se.blogspot.com.br/2010/01/trinta-e-duas-bananas-ou-bolo-de-banana.html. Outro jeito rápido e gostoso de aproveitar, é este doce não apurado

Bem, o bolo fiz a olho, mas anotei as quantidades dos ingredientes que usei. Lá vai:


Bolo de banana com aveia e canela: numa tigela coloque 5 ovos e misture bem com 2 xícaras de açúcar mascavo. Junte 3 xícaras de farinha integral (orgânica, da Mirella), meia xícara de aveia (orgânica, da Native), meia xícara de óleo de amendoim, 1 colher (sopa) de canela em pó,  1 colher (sopa) de fermento em pó, 1 xícara de leite integral quente (pode ser frio, mas o que eu tinha estava quente e deu certo). Se precisar, junte um pouco mais de leite, até ficar uma massa bem cremosa e densa. Coloque numa forma retangular grande untada com manteiga e enfarinhada, Ajeite as bananas inteiras (sem casca, óbvio)  por cima da massa, de modo que afundem um pouco. Espalhe um pouco de aveia por cima e leve ao forno médio. Deixe assar por cerca de 40 minutos ou até o bolo ficar firme e com a superfície dourada. Rende de 30 a 40 porções. 

12 comentários:

Anônimo disse...

Olá Neide,
Também já fiz a experiência de cortar as bananas da penca, elas não duram mais, mas permanecem mais íntegras.

Agora, transcrevo uma homenagem à musa paradisiaca, composta por 4 trovas:

Banana é fruta do pobre,
do operário e do doutor,
come o plebeu e o nobre,
o justo e o pecador.

Saborosa e adoçada,
sem caroço e sem semente,
nem bicho ataca a danada,
que faz bem e engorda a gente.

Mesmo passada ou verdinha,
poderá ser transformada,
em chips, doce ou farinha,
em passas ou bananada.

Crua, frita ou assada,
amarela ou pintadinha,
banana é reverenciada
como a fruta rainha.

no dia 21 de dezembro fiz uma homenagem à jabuticaba, dá uma olhada lá.

um abraço

Zé Arthur

Anônimo disse...

A aveia utilizada era em pó ou em flocos?

Um abraço,

Cristiane

Neide Rigo disse...

Legal, Zé Arthur, é isto aí, quantos usos, não? obrigada!

Cristiane, desculpe-me. Em flocos.

Um abraço,n

Anônimo disse...

Neide, este domingo comprei sagu, aquele que vem no pacote plástico de 500gr, para fazer com vinho, fugindo do que já vem na caixa, terrível industrializado, cheio de corantes etc e tal, mas para minha surpresa o inocente sagu de mandioca, vinha com a inscrição no pacote, sagu de mandioca, artificial, como pode? aquelas bolinhas branquinhas são artificiais? é ou não é mandioca?Zezé costa

obat tradisional penyakit maag disse...

boenas noches

obat darah tinggi disse...

nice applause

Tertúlia da Susy disse...

Que delicia!
Bjs, Susana
Nota: Ver os passatempos a decorrer no meu blog:
http://tertuliadasusy.blogspot.pt/2014/01/tronco-de-ano-novo-trunk-of-new-year.html
https://www.facebook.com/Tertuliadasusy

Fabiana disse...

Neide, a receita que fiz é aquela que está no blog do piquenique, bem parecida com a sua, à diferença do óleo de amendoim. Deve ficar bem bom, hein? Tipo banana com paçoca ;-)
Gostei das dicas de separá-las antes que amadureçam.
Beijos!

Verônica disse...

obrigada pela dica, neide!
eu perdia um monte de bananas, sempre que minha mãe comprava demais. agora recortei elas todas e estão intactas!
bjs

Angela Escritora disse...

Congele a banana, depois é só bater bem que vira sorvete! eu batia no mixer pequeno , bem possante, agora com a yonana não quero outra vida. Também secar a banana, além de um chip delicioso , dura para caramba e também depois de hidratada vira um sorvete fantástico.

Angela Escritora disse...

Congele a banana, depois é só bater bem que vira sorvete! eu batia no mixer pequeno , bem possante, agora com a yonana não quero outra vida. Também secar a banana, além de um chip delicioso , dura para caramba e também depois de hidratada vira um sorvete fantástico.

Neide Rigo disse...

Angela, congelar eu congelo - vela lá no post do jambinho cereja. O problema é que no meu freezer não cabe mais nada... Adorei este tal de yonana. Funciona mesmo? Quero um.
Obrigada pela referência no post do feijão e macacarrão. Minha cara mesmo. bj,n