sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Mala cheia de Goiania 2

As coisas começam a se acalmar por aqui e vamos fazer de conta de voltei ontem de Goiânia, onde participei da Festa Gastronômica Nossa Pitada. Só para não sentir que o assunto já esfriou, pois ainda ferve em mim a vontade de ir pra cozinha ou pra terra lidar com tudo o que pesou na mala. E o farei com o que sobrou. 

Quem sabe eu possa flambar com aguardente de jabuticaba a banana-marmelo caramelada no mel de favas de bolotas da Chapada das Mesas. Ou misturar o mel de florada de jabuticaba com o açafrão-da-terra de Mara Rosa para limpar a voz. Ralar o inhame roxo comprado no Mercado Municipal na banca do Seu Agostino, fazer mingau e comer com a farinha de mandioca bijuzada. E enfeitar um bolo de merengue bem branco com as rosas de coco da Dona Doceira. Plantar a baunilha do Cerrado para com suas favas aromatizar um doce de leite bem gordo. Ou comer o doce de leite já pronto embalado em palha de milho do mercado. Plantar o chuchu, triturar a cúrcuma já cozida e seca e usar com fatias finas das chalotinhas para temperar o chuchu verde forte que já brota. E levar também pra terra jacatupé, mangarito e cará moela, todos da banca do seu Agostino, para que cresçam, se multipliquem e encham de comida minhas cumbucas pretas de barro - lá usadas para assar empadões. Ou fazer sorvete com a banana marmelo para comer com compota de jabuticaba. Ou beber a pinga acompanhada do cajuzinho do Cerrado com sal. Ou não. Isto tudo se fosse ontem, pois pelo menos o cajuzinho já comi todo de uma só sentada, que eu não sou de aço pra resistir a tanta tentação.  

9 comentários:

Anônimo disse...

Neide Rigo, hj espero por suas histórias como se fossem um gibi e eu não estivesse cheia de coisas por fazer... É meu momento de ir pra roça, pras hortas, pros campinhos e caminhos que perduram na lembrança... E, de quebra, ainda faço vários pratos cujas receitas vc tem a bondade de repartir...
Clarice.

lili disse...

Meu tipo preferido de mala

Marta disse...

Oi Neide,
que bom ter este tipo de post de volta. Aproveitei tua ausência para ver teus posts antigos e finalmente aprendi fazer a tal "panqueca de goma de tapioca".Se eu contar para vc. que estou tentando a mais de um ano, vc.acredita? Pois pode acreditar que é verdade. Depois de muitos acertos e erros, finalmente, consegui e nesta semana já fiz duas vezes!!!! A mala do meu filho que chegou semana passada veio com bastante encomendas,mas nada comparada com a sua mala .(rsrsrs) e ficou faltando a tal de curcuma que ele não achou.

Lucia Sasaki disse...

Dona Neide, é sempre um prazer ler suas crônicas, fiquei imaginando o tamanho da sua mala, para caber tanta coisa boa...
A senhora fala de ingredientes que a gente nem sabe que existe, é sempre um aprendizado.
Agradeço muitíssimo, fiquei com vontade de conhecer Pirenópolis depois de ler suas postagens.
Muito obrigada por me fazer sonhar!

Márcia Carvalho de Souza disse...

Ai que vontade de ter ido também!!!
:(

Angela Souza disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Humberto Marra disse...

Oi Neide, mala rica e variada heim?! Jacatupé eu não conheço. Já fez algo com esse ingrediente?
abraços

Anônimo disse...

or lú ciganinha Hoje à(s) 12:57 pm

Oração para teu amor te procurar hoje! (alysson) neste momento onde quer que vc esteja. Neste exato instante você perderá a concentração e seu pensamento se voltará para mim. Você entenderá que não pode viver sem mim. Neste exato momento você começará a se desfazer do seu orgulho. Agora mesmo você está com vontade de me ligar/escrever. Agora mesmo você está pensando em mim. Você vai tentar resistir. Não resista. Se você não me ligar/escrever agora, vai me ligar/escrever mais tarde. Ou amanhã... ou depois. Mas neste instante você tem a certeza de que vai me ligar/escrever. Você compreenderá que está apaixonado por mim e não consegue ficar sem a minha presença. Neste exato momento você vai pensar em mim. Eu invoco os três Santos Anjos, Miguel, Gabriel e Rafael para que iluminem o seu coração e desfaça qualquer dúvida. Que Miguel expulse de perto de você todo mal espírito, toda má influência. Que Gabriel anuncie a você o meu nome, que sopre em seus ouvidos a palavra amor e faça lembrar de mim, que me anuncie ao seu anjo da guarda. Que Rafael use o bálsamo curador para curar a descrença que se instalou no seu coração mas que mantenha aberta a cicatriz do amor e do desejo por mim. Assim seja! Com todo meu amor! Quando esta mensagem for publicada, em dois minutos você terá um desejo irresistível de me ligar/escrever e terá um desejo irresistível de me ver. E vai vir, ceda a ele que estou esperando por você. Vem pra mim, só pra mim meu amor! E me telefone agora mesmo.OU MENSAGEM Amém!!! Acho que tudo que é feito com fé dá certo. Deus está no meio de nós e faz maravilhas!

Gabi disse...

Esse cajuzinho do cerrado tem q ser comido na hora mesmo. A gente não dá conta de esperar :P