quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Cebolas: o jeito certo de cortar - e de plantar

Você pode cortar cebolas de boca fechada, com a torneira aberta, dentro da água, tudo pra não chorar. E obter fragmentos dela em cortes julienne, brunoise, jardinière, macédoine, mirepoiix, vichy, matignon, paysanne e o escambal(ière). 

O importante, desde que comecei a plantar tudo o que possa rebrotar, é aproveitar o miolo para obter nova planta, nova cebola, cebolinha, botões. A primeira dica veio do curso de horta que fiz recentemente. A professora Vivian disse, coisa de um mês atrás, que era a hora de plantar cebola e alho. 

A cebola é como a cebolinha, basta enterrar o resquício de raiz que ela rebrota. Fui fazendo isto, enterrando só a base. Mas demorava a rebrotar. Passei a enterrar, então, só o miolo da cebola - onde há o germe, da metade para baixo. Mas o Carlos, caseiro, me contou que se enterrasse assim, o resultado seria mais cebolas, porém menores. Se deixasse uma parte maior  - a que percorre toda a cebola, a planta cresceria mais e daria cebola maior. Desde então passei a cortar cebola em lascas, preservando o miolo, que vou enterrando num vaso qualquer, até poder replantar na horta do sítio. Com isto, não consigo mais cortar cebolas em rodelas. Você pode cortar, claro, e plantar só um miolo mais curto. Corto uma banda deixando o miolo inteiro, como um pavio de vela. Viro, corto a outra metade. Tenho duas bandas grandes que podem ser fatiadas, obtendo meia-luas, se cortadas na transversal,  ou lascas, cortadas no sentido do comprimento.  O que sobra, duas faixas ao redor do centro, corto em cubinhos. 


Mesmo se deixada esquecido sem plantar, o germe cresce, empurrando
o resto de cebola que ficou grudado

Se você não tem perspectiva de replantar em local mais adequado, deixe os miolos no vaso mesmo ou numa jardineira e vá usando as folhas como cebolinha. Se der broto, coma os brotos também. Elas crescem rapidamente, desvestindo-se dos vestígios de cebola. Basta enterrar a base numa covinha bem rasa. 

Uso e enterro, uso e enterro


Elas se viram pra se desvencilhar do resto de cebola

Desenterro e levo assim para o sítio
E lá, sim, crescem saudáveis
Enquanto as cebolas não vêm, como os botões e talo, que são como cebolas
verdes. O corte deles ajuda a cebola a ficar ainda maior 

11 comentários:

Yolanda disse...

Neide, essas cebolas roxa são comuns no nordeste, minha mãe sempre plantava numa bacia e não faltavam cebolinha e tb coentro. Bjs.

Ana Carolina disse...

Poxa... Há algum tempo eu plantei uma cebola que estava brotando, mas ela não foi muito pra frente não, até deu umas folhas, mas elas ficaram meio feias e depois de um tempo morreu de vez.
Também já plantei raízes de cebolinha mas só consegui matar as coitadas!
Será que eu não tenho mão pra isso ou será que eu estou fazendo algo muito errado?!

Gilda disse...

E se deixar o botão, será que consigo sementes para plantar depois? Tentei isto com umas cebolinhas roxas que dão em bulbos. Eu comprava em uma loja de produtos do Nordeste, mas nunca tive sorte, talvez por ser fora de época de plantar. Seu "vasinho qualquer" é um pedaço de folha de palmeira, não é?

Lilian, a mãe do Gabriel. disse...

Bom dia Neide,

Você poderia por favor postar o miolo da cebola exatamente como faz, antes do plantio?
Gostei desse jeito e vou tentar aqui.
obrigada.
Abraços.
Lilian

Nadia Marrach disse...

Mais boas idéias! A de plantar o miolo da cebola e de mais um uso para a bainha da Areca, que eu tenho aos montes aqui! Bjs!

luciana disse...

Obrigada pela dica, minhas cebolas sempre morriam...

vou tentar desse jeito agora.

parabens pelo blog

Neide Rigo disse...

Yolanda, no Nordeste tem muito daquelas tipo echalotes, não? Eu também quero plantar dessas.

Ana, no caso das cebolinhas, apare as raízes e deixe com umas altura de uns 4 dedos, mais ou menos.

Gilda, acho que sim. E com as cebolinhas, tente fazer assim, deixando o miolo. E plantar neste final de inverno. Sim, o vasinho foi feito com bainha de areca - cortei as beiradas, juntei, fiz dois furos com ferro quente e amarrei. Depois posto.

Lilian, não tenho nenhuma foto da cebola, mas o miolo deve ficar preservado, só isso. Dá pra ver nas fotos como ele fica.

Nadia, sim, outro dia tinha aqui várias destas bainhas e já não tinha mais vasos pra plantar e montei como uma caixa - furei com ferro quente e amarrei as extremidades.

Luciana, depois me conte se deu certo.

Um abraço, n

Leticia Cinto disse...

O milagre da multiplicação dos alimentos! Adorei, vou tentar com cebolas. Aqui em casa comecei a colocar as cebolinhas na água e elas estão brotando! Bjs e obrigada pela super dica!

Anônimo disse...

sabe me dizer se posso comer as folhas da cebolas antes que a sebola brote, as folhas verdes?

Marli disse...

Oi Neide! Essa dica da cebola, me fez lembrar de uma dica que recebi de uma amiga, mas para cortar a coroa do abacaxi (maduro) e plantar num local bem ensolarado e não é que deu certo, tenho colhido abacaxis docinhos no meu quintal... e por falar nessa deliciosa fruta, voce poderia nos trazer algumas receitas, não é mesmo! Vou aguardar!
Obrigada, voce é um anjo sem asas!
Beijos! \O/, Marli, aqui de Campo Grande/MS.

Anônimo disse...

Tentei mas todas morrem! O que estou fazendo de errado? A cenoura apodrece tb! Eu coloco a raiz e e aperto pra ficar bem em contato com a terra! Obrigada! Gostei da dica da folha do mamão para pulgao!