sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Folhas de capuchinha para embalar uma fritada

Quem tem capuchinha em casa deve estar neste momento presenciando o melhor momento da planta. Sementes caídas na última safra germinam, plantas velhas rejuvenescem, flores amarelas, vermelhas ou laranjas se exibem. E as folhas são ótimas verduras, nutritivas e com gostinho de agrião. Acho que ainda a  usamos pouco, mas,  se você tiver fartura delas, comece a explorar outras finalidades além das saladas e enfeites de prato (daqui a pouco, as folhas de capuchinha serão tão batidas quanto folhas de manjericão e de hortelã). Experimente nas sopas, nas tortas, no arroz malandro, nas massas. 

Outro dia, fiz um tipo de tempurá com elas, rolinhos crocantes embalando filés de espada,  e ficaram deliciosas. Agora inventei de forrar a frigideira de omeletes para fazer aquela fritada de cará (clique aqui pra ver a receita) como um timbale vegetal. Desde que descobri esta possibilidade, a fritada de cará, já incluí aí diversos vegetais e temperos para fazer um prato rápido e único. Resolvi usar a capuchinha em volta quando fui ao quintal buscar algum verde para acompanhar o prato. Ia fazer uma salada. Porém, só havia ora-pro-nobis (já coloquei na massa, dá super certo) e capuchinha, que foi minha escolha por estar com folhas grandes e vistosas. Em vez de fazer salada, resolvi economizar louça e energia e metê-las na massa. Antes de picá-las, apreciando o grande tamanho, achei que ficariam melhores embrulhando a fritada.  Dois coelhos com meia cajadada. Untei a frigideira - parte de cima e de baixo - com azeite, forrei com folhas lavadas e secas, coloquei sobre esta cama a massa de fritada de cará,  fechei com folhas também a parte de cima e deixei em fogo baixo, frigideira tampada, cerca de 7 minutos de cada lado. Coloquei meio a meio, uma xícara de cará ralado e 1 de abóbora crua, também ralada. E temperos como cebola, pimenta, sal, manjericão a gosto. 


Nota:  se não tiver omeleteira com duas partes, use uma frigideira comum com uma tampa chata - use-a para ajudar a virar a fritada. Ou, vá lá, use um prato.  E nhac! 

5 comentários:

Julia Maia disse...

Coisa mais linda esse blog! Assino e vejo tudo que posta... Muito amor na cozinha! Obrigada por dividir! :)

lili disse...

Por serem folhas pequenas, não conseguiria imaginá-las como embrulho.As forminhas devoraram todas as minhas capuchinhas,da noite para o dia, que ódio!

Ruth disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ruth disse...

Tudo por aqui é cuidadosamente gostoso e diversificado um deleite suas informações e descobertas!

Anônimo disse...

Réplicas de Relógios
Réplicas Oakley
Réplicas Tissot