quinta-feira, 4 de julho de 2013

Bolinhos de abóbora e arroz no vapor. Quinta sem trigo

Ainda elas, as abóboras. Desta vez,  usei abóboras do tipo cabochá, mas aquelas de pescoço também servem. 

Antes que experimente fazer o recheio para os ravioli sugerido pela Ana, nos comentários de ontem, deixo aqui a receita destes bolinhos que apresentei na aula de doces, no Paladar Cozinha do Brasil. 

O resultado é o mínimo comum de três receitas.  Em comum, todas pedem arroz e fermentação natural. O bolo de arroz goiano é assado e leva ingredientes clássicos de qualquer bolo  - leite, gordura, ovos, às vezes queijo e coco ralado. O manauê de abóbora, do Vale do Paraíba, fermentado naturalmente e assado em forma de empadas, leva abóbora cozida e farinha de arroz, além de gordura de porco e açúcar. Já o Idli, indiano, cozido no vapor em forminhas individuais, leva apenas farinha de arroz e de feijão, além de sal e algum tempero. 

Disso tudo sobrou a inspiração de fazer um idli sem feijão. Pensei que a abóbora poderia fazer o papel do feijão, de neutralizar um pouco a viscosidade da farinha de arroz. Já tinha misturado abóbora à massa de idli, mas havia mantido a proporção de arroz e feijão. Neste caso, eliminei de vez o feijão e ainda acrescentei leite e açúcar. Mantive, no entanto,  o tempo de fermentação e a técnica de cozinhá-lo no vapor. Quem comeu, gostou. Fica delicado na textura e com sabor que lembra limão - por causa da fermentação. 

Se quiser, coloque um pouco de coco ralado e erva-doce. Ou raspinha de limão. Sirva com creme azedo,  kefir drenado, coalhada de textura cremosa (mais densa que a coalhada líquida e mais fluida que a coalhada seca) ou, quente, com uma colherada de clotted cream derretendo sobre ele e infiltrando nos furinhos da fermentação. Ou ainda invente o seu próprio bolinho seguindo mais ou menos estas bases. 

A massa fermentada fica assim

Cozinhando no vapor - 20 minutos bastam 


Bolinhos de abóbora e arroz no vapor

1 xícara de abóbora cabochá ralada fino
1 xícara de fubá de arroz (farinha de arroz)*
½ xícara de açúcar
¾ de xícara de leite
1 pitada de sal
Raspas de limão, se quiser

Numa tigela , misture bem todos os ingredientes. Se quiser, tempere com raspas de limão ralada. Cubra com pano e deixe dentro do forno do seu fogão até o outro dia ou até fermentar (a massa vai ficar aerada).  Distribua a massa em forminhas de empada (ou de pão de queijo, com fundo arredondado como as minhas da foto), untadas com manteiga,  e cozinhe no vapor por cerca de 20 minutos ou até a massa ficar firme ao toque. Desenforme e sirva quente ou frio com kefir drenado, coalhada, iogurte, creme de leite batido ou azedo, leite de cabra adoçado etc. 


Rende cerca de 24 bolinhos

* Se preferir, use faça a partir dos grãos de arroz. Deixe 125 g de arroz de molho em água por  cerca de 8 horas. Escorra bem e bata no liquidificador com meia xícara de leite até que fique bem cremoso. Só então junte a abóbora ralada, o açúcar e o sal. Misture bem e cozinhe. 

2 comentários:

Os Incansáveis disse...

Hum, deu água da boca. Descobri seu blog recentemente e estou adorando! vou experimentar essa receita.
Denise

Marcos marinho de medeiros disse...

Faço dieta low carb estou pensando em fazer substituindo a metade do arroz /farinha de arroz por farinha de coco. teaviso dos resultados.